Gastronomia Sabores de Portugal Vinhos Wines

Típicos e singulares maranhos do Pinhal Interior

Típicos e singulares maranhos do Pinhal Interior capa

Típicos e singulares maranhos do Pinhal Interior

Ao falarmos dos típicos e singulares maranhos do Pinhal Interior, estamos ao mesmo tempo a relevar a importância da conservação das matas nacionais.

De facto as serranias portuguesas além da beleza paisagística que constituem, são patrimónios de biodiversidade!

Mapa do Pinhal Interior Sul
A verde, Mapa do Pinhal Interior Sul

Importância ecológica dos caprinos

Decorrente dos incêndios, perde-me muito mais que árvores transformadas em madeira ardida.

Perde-se também sabores típicos, como os típicos e singulares maranhos do Pinhal Interior.

Esta iguaria nacional é elaborada com bucho recheado com carne de cabra !

Aldeia de Xisto
Água Formosa, uma Aldeia de Xisto embutida no Pinhal Interior Sul !

Ora aqui temos um animal que dada a natureza da sua alimentação poderia constituir uma forma de limpeza de matas.

Como se faz o maranho

Basicamente necessitamos dum bucho de cabra devidamente limpo.
O mesmo é cheio com carne de cabra, presunto e arroz.

Tudo fortemente condimentado com especiarias, algumas ervas aromáticas e vinho branco.

preparar
Preparar um maranho é uma arte e com segredos de Savoir Faire muito particulares e regionais

Temos a hortelã, serpão, colorau, salsa e cada zona tem um tempero específico.

História

Os típicos e singulares maranhos do Pinhal Interior são conhecidos há pelo menos três séculos !!!

Resulta da necessidade de se aproveitar os buchos ou estômagos de cabritos e borregos.

Gado este muito abundante na região da Beira Baixa.

Vinho Callum de Oleiros muito típico
Oleiros tem o Callum, um vinho de curtimenta prolongada muito típico que acompanha maranhos na zona

Este enchido muito peculiar é preparado nos municípios da Sertã, Proença-a-Nova, Mação, Oleiros, Vila de Rei e Pampilhosa da Serra.
Harmonização com vinhos

Sendo a carne de cabra de sabor muito intenso e o enchido fortemente temperado, requerem-se vinhos de grande estritura.

No caso de tintos, devem ser cheios de taninos, não muito macios e especiados em termos de paladar.

A sua textura deverá ser mais aveludada e menos sedosa.

Pode também acompanhar com brancos de curtimenta prolongada ou estagiados em madeira com alguma idade.

Os maranhos são representados em Portugal pela Real Confraria do Maranho.

Como preparar Maranhos

Prato típico do Pinhal Interior Sul de Portugal

Aldeia da xisto

Saber preparas os típicos e singulares maranhos do Pinhal Interior requer grande arte e destreza.

Lava-se muito bem o bucho em águas quentes e frias, raspa-se com uma faca e esfrega-se com sumo de limão.

Cortam-se as carnes em bocados pequenos e misturam-se com sal e alho picado.

Junta-se vinho branco, azeite e arroz lavado e cru, salsa e hortelã finamente picados.

Enchem-se os estômagos dos animais com este preparado, tendo o cuidado de deixar espaço para o arroz «inchar» durante a cozedura.

Fecham-se as aberturas, cosendo-as com uma agulha e linha.

São depois cozidos em água temperada de sal.

Após esta preparação, os Maranhos são barrados com azeite e vão ao forno bem quente, para alourarem.

Sirva com batata cozida por exemplo e uns grelos salteados ou outra verdura.

Ficheiro para download

Preparar Maranhos – PDF

Vinhos Recomendados

6 Vinhos tintos

6 Vinhos brancos

6 Vinhos espumantes


Esperamos que aprecie estes típicos e singulares maranhos do Pinhal Interior.

Procure igualmente os vinhos que aqui recomendamos.

Junte amigos e família. Dê-nos o feedback da sua experiência.

brinde

Um brinde a si !!!

Deixe o seu comentário