A Nossa Escolha Rankings Vinho Verde Vinhos

Soalheiro Primeiras Vinhas – Alvarinho 2018

87

Tivemos oportunidade de provar o vinho Soalheiro Primeiras Vinhas – Alvarinho 2018, produzido na região de Vinhos Verdes, cuja a amostra foi partilhada pelo produtor Vinusoalleirus, Lda, situado em Melgaço, região mais norte de Portugal, está protegida por um conjunto de serras que permitem um casamento perfeito entre a pluviosidade, a temperatura e o número de horas de sol necessários à melhor maturação das uvas da casta Alvarinho, além de uma boa exposição solar em local soalheiro, que pelos vistos, deu também o nome à parcela que esteve na origem da marca, sendo que, Soalheiro é a primeira marca de Alvarinho em Melgaço.

 

Estamos perante um Vinho que foi produzido com uvas colhidas manualmente 100% da casta Alvarinho, sendo transportadas em caixas pequenas até à adega num curto espaço de tempo. Segue-se a vinificação muito característica, havendo nesse processo uma integração com lote de  Alvarinho com estágio em pipa de carvalho de grande dimensão.

Esta nota de prova do vinho Soalheiro Primeiras Vinhas 2018 resulta de uma avaliação realizada a um conjunto aleatório de amostras recebidas, onde se encontrava este vinho numa prova cega.

Soalheiro Primeiras Vinhas 2018
Soalheiro Primeiras Vinhas 2018 – Aprovado!

Região: Vinhos Verdes

Produtor: Vinusoalleirus, Lda.

Castas: Alvarinho.

Álcool: 13º

Nota de Prova

  • Aspecto: Cor amarela citrina.
  • Aroma (nariz): Elegante.
  • Paladar (boca): Vinho com sabor encorpado, fresco e com complexidade gustativa muito exuberante.
  • Final de boca: Bom.

Classificação: 86

Antecedentes:

O Soalheiro é uma marca que frequentemente é aqui avaliada, e pode ver ou rever uma edição de 2017 deste mesmo vinho, clique aqui.

 

 

 

 

 

Harmonização:

Em seguida à prova, foi testado a acompanhar um aperitivo de uma refeição que teve como prato principal peixe do nosso atlântico, mas estamos convencidos que faria bom acompanhamento com marisco ou até refeições com carnes de aves.

Apontamento final:

Nunca é demais lembrar que estando perante um Vinho Verde, estamos perante algo único no mundo, exclusivamente produzido na Região Demarcada dos Vinhos Verdes, que se situa a noroeste de Portugal, produzido somente a partir das castas autóctones da referida região, preservando a sua tipicidade de aromas e sabores tão diferenciadores a nível mundial.

Deixe o seu comentário