2017 2017 2017 A nossa escolha Algarve Notas de Prova Os melhores Premium Rankings Regiões Vinhos Vinhos Tintos Wines

Herdade dos Pimentéis Reserva Tinto 2013

apreciacao-herdade-dos-pimenteis-reserva-tinto-2013

Provámos o vinho Herdade dos Pimentéis Reserva Tinto 2013, da região do Algarve, harmonizado com Cordeiro marroquino picante e couscous do Chef Jamie Oliver.


Região: Algarve
Produtor: Herdade dos Pimentéis
Casta: Syrah
Álcool: 14,5%

Custo: 8,00€

Clima: Temperado, Mediterrânico
Solo: argilo-calcário. Boa exposição ao Sol em fase de maturação
Denominação: IGP Algarve

  • Aspeto: Côr violácea muito densa.
  • Aroma: Notas iniciais de chocolate, baunilha, com excelente tosta em pano de fumo, algum charuto, balsâmicos, mentolados e especiaria. Em primários temos fruta preta.
  • Paladar: Taninos domados, sedosos, num vinho sem arestas, com bastante volume, a mastigar, untoso, a madeira presente e sabor muito atrativo.
  • Final: Termina com muito boa persistência.

Classificação: 90

ficha-apreciacao-herdade-dos-pimenteis-res-tt-2013
Temperatura de Serviço: 17ºC


Harmonização (wine pairing):

Um prato substancial, especiado, com intensidade e muito complexo, requer um vinho taninoso, vivo, a madeira ajuda ao casamento vinho e gastronomia, permitindo assim uma conjugação ótima!

Cordeiro marroquino picante e couscous do Chef Jamie Oliver
Cordeiro marroquino picante e couscous do Chef Jamie Oliver

RECEITA

Ingredientes (para 6 a 8 pessoas):

  • 1 colher de sopa de sementes de cominhos;
  • 2 colheres de sopa de sementes de coentros;
  • 2 pequenos piripíris secos;
  • 2 pedaços de gengibre fresco;
  • sal marinho e pimenta;
  • azeite;
  • 500 g de filetes do pescoço do cordeiro sem gordura, cortado em pedaços de 2,5 cm;
  • 4 batatas doces, descascadas e cortadas em cubos de 2,5 cm;
  • 12 cebolinhas descascadas;
  • 4 dentes de alho, descascados e fatiados;
  • 2 latas de 400 g de tomate em pedaços;
  • 1 pau de canela;
  • 2 folhas de louro fresco;
  • 1 punhado de damascos secos, cortados grosseiramente;
  • 1 ramo de coentros frescos;
  • 1 punhado de amêndoas laminadas e tostadas;
  • 4 colheres de sopa de iogurte natural

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 190°C/gás 5. Esmague num almofariz as sementes de cominhos e de coentros com os piripíris, o gengibre, uma boa pitada de sal e pimenta acabada de moer. Misture com duas colheres de azeite e barre a carne com metade desta marinada, massajando-a. Reserve.

Entretanto, misture a restante marinada numa tigela com as batatas doces, as cebolas e o alho.

Leve ao lume uma caçarola grande com um pouco de azeite e os pedaços da carne marinada dourando-a por igual. Retire a carne para uma tigela vazia e ponha na caçarola o preparado das batatas doces, fritando-o até que as cebolas amaciem um pouco. Acrescente o tomate, agite bem a caçarola e coloque a carne por cima.

Junte-lhe dois copos com água, o pau de canela, as folhas de louro e os damascos secos e leve ao forno pré-aquecido durante 1 hora e 15 minutos – não cubra para que o preparado fique bem dourado.

Pouco antes de servir, espalhe por cima os coentros picados e o punhado de amêndoas tostadas. Divida o cordeiro por 6 a 8 pratos com os couscous com ervas (veja texto ao lado) e sirva com uma boa colherada de iogurte natural por cima.

 

Deixe o seu comentário