PORTUGAL E O VINHO

Casa Linhar - Quintas de Sirlyn
Caraterização da Região do Dão
No Dão, o vinho resulta do amor entre os homens e a terra. Dão é nome de rio e da região que se espalha por vertentes de suave ondulação, de cor verde e dourado por vontade do sol e onde o vinho, como nos amores antigos, nasce há muito tempo. Por exemplo, o Infante Dom Henrique levou-o nas caravelas para Ceuta, em 1415 onde com ele celebravam a vitória. No Dão o vinho corre nas veias da…
LOGO A ORIGEM DA VIDEIRA
1 – A ORIGEM DA VIDEIRA
APOIOS           A origem da vinha e da videira perde-se nos tempos. consta até que precede a própria Humanidade! Presume-se há 65 milhões de anos, em que era apenas uma liana, que crescia de forma frondosa e em larga escala competindo com outras plantas. Existem diversas espécies  do génerop Vitis. No nosso caso interessa a espécie Vitis Vinifera, selecionada para a atual produção do néctar dos…
logo CHEGADA DA VIDEIRA A PORTUGAL
2 – CHEGADA DA VIDEIRA A PORTUGAL
APOIOS     Existe uma segunda corrente que refere que a introdução de vinha é anterior aos Fenícios, devido aos achados de graínhas de uva na zona de Marrazes (Leiria). No entanto, na zona da região anteriormente designada por Estremadura, foi onde os Fenícios iniciaram o plantio de vinha em larga escala, devido à sua posição bastante favorável quer em termos geográficos, quer em termos edafo-climáticos. Na altura, a Civilização…
LOGO ECVP
3 – EXPANSÃO DA CULTURA DA VINHA EM PORTUGAL – DA NACIONALIDADE ATÉ AO SÉCULO XVIII
PATROCÍNIOS     Após a fundação da Nacionalidade e consequente expulsão dos Mouros que permanecerem no nosso território mais de 4 séculos, retomou-se o cultivo de vinha, tendo sido fortemente incentivado o seu cultivo, entregando esta tarefa às ordens religiosas. ETAPAS CRONOLÓGICAS Chegaram primeiro os Beneditinos, os Clunicenses e finalmente a Ordem de Císter que na Estremadura teve ação forte e determinante em Alcobaça. O arroteamento de terras permitiu a…
LOGO VINHOS SEC XIX
4 – SÉCULO XIX – UM SÉCULO CONTURBADO
PATROCÍNIOS       Apesar da sobreprodução registada a meio deste século, factos gravosos levaram a um grande declínio da viticultura em Portugal. Invasões Francesas Começaram no início do século e conduziram ao abandono de terras e propriedades, a juntar aos saques perpetrados pelos invasores, culminando com o desvio de quase toda a mão-de-obra para a edificação da defesa de Lisboa, as célebres Linhas de Torres. Estamos na zona da…
barra_1_primordios
HISTÓRIA DO VINHO NA PENÍNSULA IBÉRICA
2 000 anos a.C.; séc.X a.C. – séc.II a.C.Reino de Tartessos; Fenícios e Gregos; Celtas e Iberos         Séc. II a.C. a Século VII d.C.Romanos e Povos Bárbaros   A expansão guerreira de Roma na Península Ibérica conduziu aos primeiros contactos com os Lusitanos, cerca de 194 a.C. Seguiram longos anos de lutas de guerrilha, só vencidas pelos Romanos dois séculos depois, com a conquista de toda…