Gastronomia Sabores de Portugal Vinhos Wines

Castanha DOP Marvão e Portalegre

ourico Castanha DOP Marvao e Portalegre

Castanha DOP Marvão e Portalegre

Falando sobre a Castanha DOP Marvão e Portalegre, partilhamos uma zona menos falada.

O habitual é falar-se de castanhas da zona norte de Portugal, como Beiras, Serranas ou Transmontanas.

Contudo no Alentejo também temos uma castanha de excelência. A Castanha DOP Marvão e Portalegre !

Castanha DOP Marvao e Portalegre 3

Consideram-se os frutos obtidos a partir do castanheiro (Castanea sativa Mill), das variedades Bárea, Clarinha ou Enxerta, e Bravo.

Área Geográfica

A área geográfica de produção da Castanha DOP Marvão e Portalegre está circunscrita aos concelhos de Marvão, Castelo de Vide e Portalegre.

Castanha DOP Marvao e Portalegre

História

A história da Castanha DOP Marvão e Portalegre encontra-se intimamente ligada à área geográfica.

O castanheiro que vegeta no Nordeste Alentejano constitui a única mancha a Sul do País.

Castanha em Flor
Castanha em Flor

O castanheiro e a castanha fazem parte dos usos e costumes da gente alentejana e na boca do Frei Amador Arrais, na sua obra diálogos:

“… parece estremarsse a natureza na fresquidão do arvoredo.”

Os Soutos Alentejanos representavam uma fonte considerável de subsistência para as populações desta área, pobre em recursos económicos.

A produção da Castanha DOP Marvão e Portalegre serve não só de fonte alimentar humana, quer na sua forma verde como na sua forma seca, como também para alimentação dos animais.

Salientar os tradicionais e regionais pratos de castanha, que ao longo dos tempos, sempre fizeram as delícias da gente alentejana.

Castanha assada que faz as delícias dos portugueses
Castanha assada que faz as delícias dos portugueses

Por exemplo, sopa de castanha, porco com castanha, peru com castanha e farinha de castanha.


Receita

Cabrito com Castanhas

Cabrito com Castanhas

Ingredientes

  • 800 g de cabrito
  • 1 embalagem de castanhas congeladas
  • 1 embalagem de cenouras baby congeladas
  • Azeite q.b.
  • Pimentão doce q.b.
  • Rosmaninho q.b.
  • Alhos q.b.
  • Vinho branco q.b.
  • Sal q.b.

Preparação

Deixe o cabrito a marinar em vinho branco, alhos picados, sal e pimentão-doce por algum tempo.

Leve ao lume o azeite e alhos esmagados.

Quando eles estiverem quentes, acrescente o cabrito cortado aos pedaços e reserve a marinada.

Salteie o cabrito com as cenouras até a carne ficar ligeiramente alourada.

Junte então a marinada. Deixe-a estufar em lume brando, acrescentando água se necessário.

Quando o cabrito estiver quase pronto, acrescente as castanhas e retifique o sal.

Deixe cozer por 15 minutos com a panela tapada.

Quando estiver pronto, colcoque tudo num recipiente de barro.

Leve ao forno para tostar ligeiramente, com folhas de rosmaninho fresco por baixo do cabrito.


Harmonização (Wine Pairing)

A castanha é um produto adocicado e ligeiramente gorduroso.

Temos um prato de cabrito, cuja carne é delicada.

Os vinhos se forem tintos, devem ter já algum tempo de colheita e estagiados em madeira.

No caso de brancos, devem ser estruturados e igualmente com estágio parcial em barrica.


12 Vinhos Recomendados


Ver ainda

A típica Sopa da Pedra ou Sopa Escura de Almeirim

Famoso Caldo de Peixe à Moda dos Açores

Deliciosas e típicas papas de carolo

 

 

2 Comentários

  1. Apenas uma pergunta referente a um dos vinhos recomendados para acompanhar pratos confeccionados com castanha, o Herdade do Rocim Clay Aged Tinto 2015: com Alicante Bouschet, Petit Verdot e Tannat, não fica um vinho extremamente carregado?

    1. Boa tarde.

      Teoricamente seria. Contudo o cabrito apesar de carne delicada é sempre bem temperado e a castanha é muito oleaginosa.

      Se me permite a sugestão, experimente dois ou rês estilos de vinho diferentes.

      Grato pela atenção.

Deixe o seu comentário