Segredos Vinhos Wines

A milenar origem da Videira Vitis Vinífera

videiras selvagens

A milenar origem da Videira Vitis Vinífera

Para compreender o mundo dos vinhos é essencial saber sobre A milenar origem da Videira Vitis Vinífera.

A origem da vinha e da videira perde-se nos tempos. consta até que precede a própria Humanidade!

Presume-se há 65 milhões de anos, em que era apenas uma liana, que crescia de forma frondosa e em larga escala competindo com outras plantas.

A milenar origem da Videira Vitis Vinífera1
Uma centenária videira que pode ficar assim, arvoreada

Ao longo deste período existiram inúmeras alterações climáticas.

Consta que a videira se tenha instalado principalmente numa zona entre o Mar Cáspio e o Mar Negro, local onde segundo dizem as lendas, Noé terá fundeado a Arca após o Dilúvio.

Daí que a videira tenha começado a ter colheita dos seus frutos para produção de vinho algures no Cáucaso, entre a atual Geórgia e a Arménia.

A milenar origem da Videira Vitis Vinífera7
Monte Ararat onde consta que encalhou a embarcação de Noé após o diluvio

A milenar origem da Videira Vitis Vinífera é uma história épica de se contar tendo em conta as inúmeras correntes existentes.

Nos Montes Ararat, Noé plantou vinha, aí bebeu vinho e embriagou-se.

Sendo mais objetivo, a videira instalou-se em definitivo após a última glaciação.

A milenar origem da Videira Vitis Vinífera6
A Embriaguez do Noé

Foi mais moderada (tendo como base a análise de fósseis), nas margens do Mediterrâneo de onde partiu para zonas de condição climatérica mais favorável.

E isto há 10000 anos, período considerável como determinante para o ponto de viragem histórico do Homem.

Nesta fase, o Homem passou de uma vida nómada a outra mais sedentária,

Mesopotâmia

Fixando-se em terrenos vocacionados para práticas agrícolas e pecuárias, recorrendo ao fabrico de utensílios e ferramentas.

A milenar origem da Videira Vitis Vinífera5
Mapa de exploração inicial da vinha entre o Cáucaso e a Mesopotâmia

A videira, passou a ser um elemento essencial de cultura e parte integrante das principais civilizações que começaram a surgir a partir da região da Mesopotâmia. 

Sobre a milenar origem da Videira Vitis Vinífera temos então a primeira civilização que fez do vinho atividade económica e transacionável.

Sumérios

Civilização Suméria, associou a agricultura à atividade comercial,

Marcação das dimensões duma vinha na Mesopotâmia
Marcação das dimensões duma vinha na Mesopotâmia

Principalmente o vinho que era transportado em vasilhas de argila, devidamente identificadas com sinais gráficos gravados em cunha.

Era consumido em grande escala, especialmente em épocas festivas, sendo símbolo de prosperidade até.

É criado o Código de Hamurabi, dos mais conhecidos reis da Babilónia

Os habitantes desta região eram verdadeiros apreciadores de vinho, estando até regulamentada punição para práticas de fraude.

Gravura gravada em pedra do Código de Hamurabi
Gravura gravada em pedra do Código de Hamurabi

Fenícios

No entanto, quem mais contribuiu para a difusão da plantação da vinha são os Fenícios!

Navegadores por excelência, levaram consigo pés de videira para zonas tão distantes como as Ilhas Britânicas.

No caso de Portugal, o cultivo da Vitis Vinifera foi amplamente promovido na zona da bacia do Tejo.

Rota de comércio de vinho dos Fenícios
Rota de comércio de vinho dos Fenícios

As plantas eram trazidas da atual Síria.

É atribuída a esta civilização, a introdução da vinha no nosso território, para real produção de vinho.

No próximo apontamento falaremos sobre a chegada e instalação da videira em Portugal.


Galeria de Imagens


Montes Ararat
Montes Ararat




 

Deixe o seu comentário