Mundo dos Vinhos Segredos Turismo Vinhos Vinhos Franceses Wines

A História de São Martinho de Tours

Capa Sao Martinho

A 11 de Novembro em Portugal, lembramo-nos de São Martinho, que segundo consta em tradição, se prova o vinho novo que acabou de fermentar e estabilizar, comem-se castanhas, bebe-se água-pé ou jeropiga.

phpThumb
Contudo, São Martinho tem uma história tão fantástica, que vai muito além do padroeiro celebrado anualmente.

Igreja do Mosteiro de Tibaes em Braga - São Martinho
Igreja do Mosteiro de Tibães em Braga – São Martinho

São Martinho de Tour (Saint Martin de Tours) nasceu em 316 na Hungria, mas cresceu em Pavia (Itália), cujo pai era Oficial do Império Romano do Ocidente.

25050D-SMartinhoTours-ed
Aos 10 anos, entra para a vida ecuménica, que concebe aí o amor por Deus.

Igreja de S Martinho - Penafiel
Igreja de S Martinho – Penafiel

Com 15 anos, é recrutado com soldado para as tropas do Imperador, e logo nesse período mostra caridade pelos povos, sendo de tal forma sóbrio e humilde que o consideram mais um monge que um soldado.

S martinho
No ano de 350, São Martinho junta-se ao bispado de St. Hilaire de Poitiers, onde se tornou monge e de onde saiu como Bispo de Tours, antes da morte de São Lidoire em 371, ordenação que ele não desejava, em deterimento da vida austéra e pobre que levava no Mosteiro.

s martinho tours
São Martinho está convicto de que as riquezas e posse de bens corrompem a alma humana.

No Mosteiro de Marmoutier, os monges que o acompanham não têm renda e sobrevivem graças a dádivas e das próprias produções agrícolas, estando proibidos de vender ou comprar qualquer coisa.

Abbaye de Marmoutier
Abadia de Marmoutier

Durante o dia apenas se alimentam de frutas e cereais, dormindo em humildes e toscas cabanas de madeira e células escavadas no tufo.

Abadia de Marmoutier
Abadia de Marmoutier

Curiosamente, o vinho que produzem não são consumidos por eles, mas pelos doentes que sofram de enfermidades várias.

foto aerea
Sob comando de Saint Martin, a fama do Mosteiro de Marmoutier ultrapassou fronteiras, sendo alvo de inúmeras histórias e lendas.

Rougemont_extrait_Gaignieres_marmoutier_1699
Por exemplo que São Martinho, trouxe uma vide de Itália e a replantou em terrenos de Marmoutier.

Quando São Martinho morre em 397, o Mosteiro contava 80 discípulos, ao invés dos 24 iniciais.

1802
1802

Entre os Séc. XI-XII, a influência e popularidade do Mosteiro de Marmoutier cresceu, sob comando dos superiores que se sucederam a São Martinho.

Abadia de Liguge fundada por S Martinho

Marmoutier além de ser a mais antiga Abadia da Europa, como também a mais independente e livre.

SDC11702
Os monges só lhe obedecem.


Importância

Venerado como São Martinho de Tours, tornou-se o primeiro Santo não mártir a receber culto oficial da Igreja e tornou-se um dos Santos mais populares da Europa medieval.

Quatro mil igrejas são dedicadas a ele na França, e o seu nome dado a milhares de localidades, povoados e vilas; como em toda a Europa, nas Américas, enfim, em muitos países do mundo.

É em Tours, na França, que está o seu santuário e basílica que parte das suas relíquias dentro do braço erguido de uma enorme estátua, que o representa a abençoar.


Festa de São Martinho

Sua festa é comemorada no dia 11 de Novembro, data em que foi sepultado na cidade de Tours.

Há diversas tradições festivas associadas a esta data e que se relacionam com um espírito de convívio e de solidariedade.

Algumas dessas tradições são:

– Comer a chamada oca de São Martinho (um ganso);

– Beber do vinho novo (guardado após as vindimas), chamado vinho de São Martinho;

– Acender de fogos de festa: os fogos de São Martinho;

– Fazem-se Magustos, festas populares cujas formas de celebração consistem em se formarem grupos de amigos e de famílias que assam e comem castanhas.

Também associados à festa de São Martinho há dois ditos:

– No dia de São Martinho bebe o vinho e deixa a água correr para o moinho;

– No São Martinho vai à adega e prova o vinho.


Deixe o seu comentário