Bacalhau Gastronomia Vinhos Wines

Bacalhau A grande escola de Marinheiros para os Descobrimentos

Descobrimentos portugueses12

Bacalhau A grande escola de Marinheiros para os Descobrimentos

Sabia que foi a faina do bacalhau a grande escola de marinheiros para os Descobrimentos Portugueses ?

Grande parte das guarnições de Naus e Caravelas que conduziram aos Descobrimentos Portugueses, eram provenientes das tripulações que compunham a frota pesqueira que ia até à Terra Nova em busca de captura de bacalhau e com treino que baste na travessia do Atlântico Norte!

astrol
O famoso astrolábio

D. Dinis

A partir do reinado de D. Dinis até à perda da independência, o governo do reino, continuou infatigavelmente a dispensar total apoio às pescas longínquas.

Estampa do Selo no Reinado do rei D. Dinis
Estampa do Selo no Reinado do rei D. Dinis

Viu nelas nelas um alfôbre de pilotos das Descobertas, uma verdadeira escola náutica ao serviço do projecto eminentemente nacional da abertura do mundo.

Bacalhau a grande escola de marinheiros para os Descobrimentos Portugueses ! E iniciou-se sob reinado do Rei D. Dinis.

IMG_2281

D. Sebastião

Nesse intuito, D. Sebastião, não obstante o seu curto trânsito sobre a terra, vai mais longe.

Confere às frotas ocupadas nas operações da pesca longinqua um regimento no sentido de lhes dar uma orgânica própria, enquadrando-as e subordinando-as a um comando único.

Também para ele, era o bacalhau a grande escola de marinheiros para os Descobrimentos Portugueses .

O declínio sob os Filipinos

Não tardou, porém, que soçobrem as estruturas laboriosamente erguidas ao longo desses reinados

Consequência da guerra desencadeada pela Espanha dos Filipes contra a Inglaterra e, acessoriamente, contra os Países Baixos.

Vista em corte duma nau portuguesa
Vista em corte duma nau portuguesa

Outrossim, no que diz respeito a Aveiro, as vicissitudes da barra, a partir do momento em que inexoravelmente segue para sul da Senhora das Areias.

Hoje S. Jacinto, refletem-se, negativamente, na constituição da nossa frota pesqueira, a qual antes de 1585, contava com mais de 60% das caravelas que demandavam os Bancos.

Mas desgraça maior foi, de facto, a destruição da Invencivel Armada, no mar da Mancha, em 29 de Junho de 1588.

003 navios inglat-invencível armada

Miraculosamente om a ajuda de temerosa tempestade, pelo flibusteiro – nobilitado e feito almirante por Isabel I de Inglaterra – Francis Drake.

Francis Drake 3
Sir Francis Drake e sua Nau

Como é sabido a armada filipina, que saiu a barra de Lisboa a 17 de Janeiro do mesmo ano, era composta por uma chusma de embarcações portuguesas e espanholas de todos os tipos e feitios.

Período pós filipino

Não só de guerra, mas também mercantes e de pesca, em suma, de todas as naus de onde se pudesse abrir fogo sobre o inimigo, inclusivé de galeões e caravelas.

Sem barcos e sem homens, deixam os Bancos até cerca de 1835, ou seja uma ausência superior a duas centúrias

Ao longo destes dois séculos as tradicionais virtualidades da nossa gente do mar tinham em parte desaparecido.

1145359
A deslocação austral da barra condicionava o marasmo; instala-se o calvário da ria: a produção de sal esvai-se e a frota pesqueira definha ainda mais.

O cordão lagunar, que em 1584 pairava onde hoje se perfila a Costa Nova, sessenta anos depois atingia a Vagueira para, volvidos mais quarenta, alcançar a Quinta do Inglês e, em 1756, Portomar, já nos plainos dunares de Mira.

Compreende que, paralelamente ao avanço das barras, decai a força viva das marés

Depois vem o arrasto dos depósitos aluvionares acumulados nos canais efluentes da laguna, dificultando ou impedindo mesmo, a entrada da água salgada, alfa e omega da produção de sal.

Mapa da Terra Nova do Sec XIV
Mapa da Terra Nova do Sec XIV

As barras vão gradualmente deixando de ser de boa entrada, o comércio e a pesca fenecem e só ressurgem, ainda que mal, nos alvores do sec. XIX, mais concretamente a partir de 3 de Março de 1808, com a abertura pelo homem da actual Barra.


Receita

Bacalhau com marmelos – Chefe Hernâni Ermida

Bacalhau com marmelos

INGREDIENTES

  • 4 lombos de bacalhau Lugrade
  • 4 marmelos grandes
  • 2 cebolas
  • 4 dentes de alho
  • 1,5 dl de azeite
  • 3 tomates pelados
  • 1 c.de chá de pimentão doce
  • 5 c.s de vinho do porto
  • Sal Marinho
  • Raminhos de salsa
  • Farinha q.b
  • pimenta

PREPARAÇÃO

Descasque os marmelos corte-os em gomos grossos, retire as pevides e lave-os em água fria.

Leve ao lume um tacho com água temperada com sal e deixe ferver, junte os gomos de marmelos e deixe cozer durante 5 minutos, depois escorra-os mas guarde a água de os cozer;

Corte os lombos em cubos grossos, descasque as cebolas e os alhos, corte as cebolas em meias luas e pique os alhos;

Leve ao lume um tacho com o azeite, passe os cubos de bacalhau pela farinha e junte-os ao tacho com o azeite quente deixe cozinhar apenas só de um dos lados até ficarem douradinhos;

Depois retire-os para um prato, junte ao tacho os alhos picados, mexa, junte a cebola e deixe cozinhar ate ficar macia,

junte o tomate picado o pimentão-doce misture e deixe cozinhar em lume brando durante 5 minutos;

Junte 2 dl da água de cozer os marmelos, deixe ferver verifique o sal

junte uma pitada de pimenta, junte os gomos de marmelos, tape e deixe cozer mais 5 minutos;

Acrescente depois os cubos de bacalhau, regue com o vinho do Porto tape e deixe cozinhar mais 5 minutos;

Sirva quente, decorado com folhas de salsa.


Ficheiro para download

Bacalhau com marmelos – PDF


12 Vinhos Recomendados


Deixe o seu comentário