Bacalhau Gastronomia Vinhos Wines

Captura do bacalhau que consumimos

bacalhau-667x376

Captura do bacalhau que consumimos

adelia

Sobre a captura do bacalhau que consumimos, este era pescado à linha pelos homens que suportavam a dureza do clima e da saudade.

O bacalhau foi desde muito cedo um dos mais importantes alimentos na dieta alimentar dos povos europeus.

Mapa da Terra Nova na Idade Média
Mapa da Terra Nova na Idade Média

A história à volta da a captura do bacalhau que consumimos, inicia-se a escrever em 1353, quando D. Pedro I e Eduardo II da Inglaterra estabelecem um acordo de pesca para pescadores de Lisboa e do Porto poderem pescar o bacalhau nas costas da Inglaterra por 50 anos.


Açorda de Bacalhau com Camarão

Chefe Henrique Sá Pessoa

Açorda de Bacalhau com Camarão
Açorda de Bacalhau com Camarão

Ingredientes

  • 1 Pão alentejano (com 1 ou 2 dias)
  • 12 Camarões (com casca)
  • 1 posta de Bacalhau
  • 1 Alho-francês
  • 1 Cenora
  • 2 folhas de Louro
  • 5 dentes de Alho
  • 2 colheres de sopa de Polpa de Tomate
  • 1 ramo de Coentros
  • Azeite q.b.
  • Sal q.b.
  • ramos de Tomilho q.b.

Preparação

Para a base: Aqueça bem o tacho com um fio de azeite, refogue as cabeças de camarão e esmague-a. Acrescente um alho-francês, uma cebola e uma cenoura cortados em pedaços.

Regue com um fio de azeite, acrescente uma folha de louro e dois dentes de alho esmagados e sem casca.

Quando os legumes começarem a amolecer, adicione duas colheres de sopa de polpa de tomate. Perfume o preparado com talos de coentros picados e adicione uma pitada de sal.

Cubra os legumes com água fria. Deixe o clado ferver durante 15 a 20 minutos.

Bacalhau: Seque bem o bacalhau com papel absorvente. Aqueça uma frigideira antiaderente com azeite e frite-o durante cerca de um minuto de cada lado.

Num recipiete para ir ao forno, coloque alguns ramos de tomilho, dois dentes de alho esmagados, uma folha de louro e o bacalhau em cima do preparado e regue com o azeite de fritura.

Leve o bacalhau ao forno durante cerca de 10 minutos a 180º.

Para a açorda: Retire o miolo do pão, corte-o em pedaços e coloque numa taça.

Volte a untar o tacho com um fio de azeite, acrescente a outra metade de alho picado e os pedaços de miolo de pão.

Mexa até formar uma pasta. Adicione os camarões.

Pique coentros e perfume o preparado.

12 Vinhos Recomendados


Capturado nas águas geladas da Terra Nova e da Gronelândia, pela técnica da pesca à linha em pequenas embarcações individuais, os dóris, era salgado inicialmente a bordo

O mítico Creoula, atualmente ao serviço da Marinha Portuguesa
O mítico Creoula, atualmente ao serviço da Marinha Portuguesa

Quando chegava a Portugal encaminhado para as áreas de seca do bacalhau, onde as mulheres completavam a conservação, este seguia o seu ‘destino’ para o consumo e exportação.

Chegava assim às mesas dos portugueses “camponeses e gente humilde das cidades”.

mw-860

O bacalhau tornou-se assim, ao longo dos tempos numa das mais importantes iguarias da gastronomia portuguesa e num dos mais importantes ícones da actividade económica durante o Estado Novo.

Pescado pelo “heroísmo humilde” dos pescadores e saboreado pelos ‘pobres’, esta faina, teve grande relevo na história nacional durante o período do Estado Novo.

Em parte devido às políticas implementadas pelo poder político, mas acima de tudo, pela vontade que este tinha de encaminhar de novo os portugueses à sua “identidade marítima”.

Casas típicas de pescadores em Ílhavo
Casas típicas de pescadores em Ílhavo

Este período da história nacional fora movido pela propaganda política.

Com o intuito de fortalecer o regime em vigor, mas também fomentar a simbologia das características nacionais, tendo salientado o espírito marítimo, característico dos nossos antepassados nos Descobrimentos, e que se voltara a repetir na dura faina do bacalhau.

bacalhau_SAPO1

Atualmente a captura do bacalhau que consumimos tem técnicas modernas,e no contexto de ecologia, procura-se bacalhau da zona em torno da Islândia e Atlântico Este, visto que os ricos bancos da Terra Nova foram explorados até ao seu esgotamento.

2 Comentários

  1. E pena que a maioria, senão a totalidade já não é secdo da forma tradicional, mas sim em estufas. O que faz toda a diferença
    TR

Deixe o seu comentário