Gastronomia Sabores de Portugal Vinhos Wines

A Alcatra da Ilha Terceira nos Açores

alcatra3

A Alcatra da Ilha Terceira nos Açores

A Alcatra da Ilha Terceira nos Açores teve a sua origem nos primeiros povoadores provenientes de Trás -os- Montes, onde já existia um prato semelhante, o qual se apelida de Chanfana.

Outrora a alcatra fazia parte da mesa de senhorios da alta sociedade que na altura tinham posses para confeccionar este prato típico da ilha Terceira.

Alcatra preparada nas Lajes das Flores
Alcatra preparada nas Lajes das Flores

A alcatra terceirense, contudo tudo o que tem de, antigo, religioso está ligado ao Divino Senhor Espirito Santo

Devido ás funções em que está inserido na cultura e na festividade deste povo, todos o fazem mas de acordo com as posses que possuem.

Receita

terceira_alcatra
A Alcatra da Ilha Terceira nos Açores

Ingredientes

  • Carne de vaca 4 kg
  • Bacon 1/4 Kg
  • Toucinho de fumo 1/8 Kg
  • Banha 2 colheres de sopa
  • Vinho de Cheiro ou Vinho tinto 1 copo
  • Vinho Verdelho ou Vinho branco 1 copo
  • Água 2 copos
  • Cebolas 2
  • Alho 6 dentes
  • Pimenta da Jamaica 20 bolinhas
  • Sal Marinho a gosto

Modo de preparação

Partir a carne de vaca em pedaços do tamanho de uma mão fechada.
Pode usar-se vários tipos de carne: chambão, alcatra, etc.

Pode ser também carne com osso.

Partir o bacon e o toucinho fumado em cubos com cerca de 2 centimetros de largura.

Cortam-se as cebolas e esmagam-se os dentes de alho.

Agora juntam-se todos os ingredientes dentro de uma panela de pressão para apressar o cozimento da alcatra.

Vai ao fogão durante uma hora.

Quando for seguro abrir a panela de pressão, unte o alguidar de barro com um pouco de banha ou manteiga e ponha dentro do alguidar tudo o que estava na panela.

Vai agora ao forno mais duas horas. Ao fim da primeira hora no forno a carne à superfície do alguidar já deve estar tostada.

Com um garfo, rode essa carne para que toste também no outro lado. Assim a alcatra ficará com um aspecto mais agradável.

Para quem não goste de panela de pressão e tenha bastante tempo, pode cozer a alcatra regional sempre no forno.

Notas:

  • O molho da alcatra regional é utilizado também para confeccionar as Sopas do Espírito Santo, também conhecidas como Sopas de Função.
  • A alcatra pode ser feita com antecedência e guardado numa arca frigorífica até ao dia em que será utilizada.

12 vinhos recomendados


Tradicionalmente e para as comemorações, este prato é precedido pelas Sopas de Espírito Santo !!

A alcatra pobre, a que se serve normalmente no império das freguesias com menos posses, era a mesma que se servia em momentos especiais tais como: o casamento, batizado ou em touradas.

DSC01084

A carne utilizada para este prato era e ainda é o chambão, o vinho de cheiro, a gordura utilizada era a banha.

A alcatra pertencente á classe média se tornou vulgar nos melhores restaurantes usam as melhores carnes como o acém.

Alcatra antes de preparada
Alcatra antes de preparada

Como não tem a mesma textura que o chambão, desfia-se toda, a gordura com a evolução dos tempos e a outras influências gastronómicas é só manteiga ou a mistura entre a manteiga e a banha.

O vinho pode ser branco ou de cheiro.

Nas famílias mais antiquadas há o costume usar a carne de rabadilha ou folha de alcatra, a gordura é manteiga e o vinho branco.

ALCATRA_TERCEIRA

Bom apetite e bona vinhos !


Ver ainda

O Histórico e Afamado Leitão da Bairrada

A fabulosa Laranja do Algarve IGP

3 Comentários

  1. Bom dia a alcatra tradicional não leva bacon este produto só foi introduzido pelos americanos

  2. Nao e desvalorizar a receita.mas este prato tem muita maneira de quem o faz .
    E tem outra em qualquer lugar que se coma na ilha e tudo feito e congelado, noa se come alcatra fresca.so em casa e quem o faz.

    1. bom dia. Agradecemos o seu comentário. A receita publicada é de alguém nativo da Terceira. Não se confeciona Alcatra de forma igual. Cada qual tem os seus segredos. Cumprimentos.

Deixe o seu comentário