Segredos Vinhos Wines

Utilização de Barricas de Carvalho Americano versus Barricas de Carvalho Francês

va ve

Utilização de Barricas de Carvalho Americano versus Barricas de Carvalho Francês

Sobre a utilização de Barricas de Carvalho Americano versus Barricas de Carvalho Francês, temos em conta três fatores. O perfil das aduelas, a granulometria e o corte.

(clique nas imagens para ampliar)

O carvalho americano vem sendo muito apreciado por inúmeros produtores.

Paradoxalmente, os viticultores e enólogos franceses têm sido mais críticos, queixando-se de que o seu impacto no vinho é demasiado forte.

Vinhos tintos ou brancos são complexos com madeira dão estrutura ! A sua origem altera significativamente o perfil sensorial
Vinhos tintos ou brancos são complexos com madeira dão estrutura ! A sua origem altera significativamente o perfil sensorial

Graças a pesquisas pormenorizadas, o carvalho americano pode agora ser empregado com objetivos precisos, o seu preço atrativo torna a decisão ainda mais fácil.

Dois detalhes que levam à típica questão que se coloca sobre a utilização de Barricas de Carvalho Americano versus Barricas de Carvalho Francês.


Carvalho Americano

Contudo, algumas análises mostraram que o carvalho americano contém menos taninos do que o carvalho francês, mas mais componentes aromáticos, especialmente metiloctalactona.

Este comprimento por vezes é excessivo e a madeira sobrepõe-se ao vinho.

sala

As pipas feitas com carvalho americano precisam de um aquecimento longo e forte durante o processo de produção.

São usadas para pequenos períodos de maturação (seis a nove meses no máximo), uma vez que a sua influência no vinho poderia tornar-se demasiado dominante.

tonellerie rosseau 13
Outra característica do carvalho americano reside na madeira ser mais compacto e menos poroso que o francês.

Desse modo, há uma menor entrada de oxigénio na barrica e o vinho tem um desenvolvimento mais lento.

bom estágio em madeira requer-se se optar por vinhos tintos encorpados
A intensidade da madeira não deve sobrepor-se ao aroma do vinho

Carvalho Francês

Por fim os aromas também diferem entre eles, o carvalho francês, o vinho adquire caráteres mais complexos com notas como pimenta, cedro, cravo, entre outros, enquanto com o americano são obtidos aromas como de coco e baunilha.

Com o carvalho francês o vinho poderá eventualmente evoluir mais rapidamente. Tudo está relacionado com o estanque com que é fabricado.

93931

Portanto o uso de barricas americanas ou francesas no estágio e envelhecimento de vinhos, reflete-se diretamente no resultado final do produto.

Diferenças

Enquanto as barricas francesas dão toques mais subtis de madeira, as barricas americanas fornecem mais aromas de baunilha, mas em compensação são mais agressivas ao passar os aromas para o vinho, tornando-se inadequadas para estágios superiores a 10 meses.

26071485_145636482764512_5961139393933606912_n (1)
Para se conseguir características de cada tipo de carvalho, um vinho pode receber estágios nos dois tipos de barricas.

Além do toque amadeirado, de acordo com a queima ou tosta do carvalho utilizado, os vinhos podem adquirir maior complexidade e apresentar notas de café, especiarias, alcatrão, etc.


Ver ainda

 

2 Comentários

  1. Muito interessante a matéria … tenho uma dúvida referente as leveduras, não sei se posso perguntar por aqui, mas vamos lá: quando há a necessidade de adicionar levedura artificial? E por que a própria uva não fornece as leveduras necessárias para fermentação? Obrigado

    1. Boa tarde. A questão das leveduras é sempre pertinente de questionar. Cada vez mais os produtores procuram leveduras endógenas. Para utilizar artificais há que saber e conhecer. Conhecimento esse ao alcance dos enólogos. Gratos pelo seu comentário.

Deixe o seu comentário