Chefe Hernâni Ermida Gastronomia Sabores de Portugal Turismo Vinhos Wines

Deliciosa e única Ameixa de Elvas DOP

Deliciosa e única Ameixa de Elvas DOP 2

Deliciosa e única Ameixa de Elvas DOP

Falar sobre a Deliciosa e única Ameixa de Elvas DOP, é falar também dum produto genuíno e carregado de história.


Uma curiosidade

Com frequência dizemos popularmente “Levas cá uma ameixa d’Elvas!”.

A origem está nas invasões francesas durante o cerco à cidade.

caroço
Caroços de ameixa; dentro dos quais se retiraram pequenas bolas e serviram de munições aos mosquetes

Tendo ficado sem munições, o ardil engenhoso do português mais uma vez veio ao de cimo.

Aproveitando os caroços das ameixas, retiraram a pequena bola do seu interior.

Assim já serviram para municiar os mosquetes e dessa forma até

venceram os franceses nessa batalha.

Fizeram omeletes sem ovos em suma.


Mas voltemos ao nosso produto regional!!!

Área Geográfica do DOP

Mapa de Ameixa de Elvas IGP

Resenha histórica

Nesta zona a ameixa pode também ser designada por abrunho.

E especialmente neste fruto existem componentes em tudo iguais nas uvas que produzem o vinho!!!

A deliciosa e única Ameixa de Elvas DOP possui polifenóis, antocianas e outros antioxidantes corantes, tal como nos vinhos.

presente na Sericaia
Um ingrediente indispensável na típica ASericaia alentejana

No caso da ameixa branca temos ácidos idênticos, frutose e ainda algumas das notas de alguns vinhos brancos.

Consta que a deliciosa e única Ameixa de Elvas DOP, tem origam em França, de onde inicialmente foram trazidas árvores.

Pelo menos desde o tempo de D. Afonso Henriques est fruto é famoso e apreciado.

A fama espalhou-se até paragens tão longínquas como a Grã-Bretanha.

Deliciosa e única Ameixa de Elvas DOP
Podem obter-se grandes pratos e iguarias. Alguns vinhos agradecem

O próprio Duque de Wellington requisitou este fruto durante a sua estadia em Portugal.

O promeiro agricultor a produzir ameixas em grande escala e está registado, foi José Guerra em 1834.

Edafoclimatologia

O solo granítico com filamentos calcários e o clima semi-árido e alguma água no sub-solo constituem condições perfeitas para a sua produção.

Descrição

A deliciosa e única Ameixa de Elvas DOP pertence à variedade Rainha cláudia da espécie Prunus domestica.

Rainha Claudia
Ameixa Rainha Cláudia

Perna de pato confitada com ameixas frescas

Chefe Hernâni Ermida

Perna de pato confitada com ameixas de Elvas DOP frescas

Ingredientes

  • 4 pernas de pato
  • 1 raminho de tomilho picado
  • 500g de gordura de pato derretida
  • 1 dl de vinho branco
  • Sal e pimenta acabada de moer
  • 4 ameixas vermelhas grandes
  • 2 c. s de vinho do porto
  • 3 curgetes
  • 2 dentes de alho

Preparação

Numa tigela, misture o sal com a pimenta e o tomilho picado.

Tempere as pernas de pato com essa mistura, tape e guarde no frio de um dia para o outro.

No dia seguinte, sacuda o tempero das pernas do pato e coloque-as num tacho com a gordura de pato, de modo a que fiquem bem cobertas de gordura.

Junte o vinho e leve ao lume muito brando, tapado com papel vegetal.

Deixe cozinhar durante algumas horas, até o pato ficar muito tenro.

Depois, retire as pernas para um prato de forno, sem a gordura, e leve ao forno (que já deve estar a 180º) até ficarem douradinhas.

Prepare a curgete com a ajuda de um descascador de juliana.

Retire tiras finas, leve ao lume numa frigideira com 3 c .s da gordura do pato, junte os alhos descascados e esmagados.

Tempere de sal e pimenta e deixe cozinhar em lume brando, durante 10 minutos, mexendo de vez em quando.

Prepare o molho.

Lave e seque as ameixas.

Divida-as ao meio, retire o caroço e corte-as em gomos.

Leve ao lume uma frigideira com 2 c .s da gordura do pato e deixe aquecer.

Junte as ameixas e deixe cozinhar até a pele começar a sair.
Tempere com sal, pimenta acabada de moer, tomilho e junte o vinho do porto.

Desligue. Sirva o pato com a curgete e regue com o molho.

Sirva quente decorado a gosto.


Ficheiro Para Download

Perna de pato confitada com ameixas frescas – PDF


Harmonização (Wine Pairing)

O prato que apresentamos é complexo, intenso com o molho de ameixa que é um fruto acídulo.

A gordura do pato também é ourto fator que torna o prato robusto.

O vinho escolhido pode ser um tinto encorpado, com taninos, estagiado em madeira e com textura sedosa.

Se optar por vinho branco, deve ter 2-3 anos de garrafa, acidez quanto baste, bastante frutado mas com alguma tosta se estagiar em madeira.

Um espumante é sempre excelente opção !!!


15 Vinhos recomendados


Imagens de relevo

Deixe o seu comentário