Características Castas Castas Brancas Segredos Vinhos Wines

A perfumada Casta Branca Loureiro

A perfumada Casta Branca Loureiro

A perfumada Casta Branca Loureiro

A perfumada Casta Branca Loureiro é cultivada sobretudo no Alto Minho.

Especialmente em terras dos vales do Lima e Cávado, é uma casta com um já longo historial

Diríamos uma das principais responsáveis, nas últimas décadas, pela afirmação dos vinhos verdes brancos.

distribuicao em portugal e espanha
Distribuição da casta em Portugal e Espanha

A perfumada Casta Branca Loureiro é uma variedade muito fértil e produtiva que só recentemente assumiu o papel de casta nobre.

Propicia cachos compridos e medianamente compactos, com bagos médios de cor amarelada ou esverdeada.

É uma casta de maturação precoce que prefere solos profundos e de média fertilidade.

loureiro_2015
Resplandecentes folhas de Loureiro em fase vegetativa

Necessita de protecção do vento embora se dê bem com a humidade no ar.

É uma casta que se adapta a todas as formas de condução, apresentando média/boa afinidade com a maioria dos porta-enxertos tradicionais.

Características dos vinhos

Os vinhos que devem ser bebidos jovens.

  • Cor: apresentam geralmente uma tonalidade citrina de cor fraca;
  • Nariz: Aromas muito nobres de composição terpénica, por vezes marcados de loureiro, tília, citrinos e acácia forte.
  • Boca: o sabor frutado apresenta um ligeiro acídulo, fresco, encorpado, harmonioso e persistente.
perfil aromatico flor de laranjeira pessego maca e tilia
Perfil aromático

Aromaticamente exuberante, há quem a considere, a par do Moscatel.

Por regra consagra vinhos de acidez equilibrada e bem proporcionada.

Tal como acontece com o Alvarinho, o Loureiro é uma casta de grande tipicidade, usada também em vinhos de casta única.

vinhas conduzidas com podas em Guyot Empa e sobrepostos
Vinhas conduzidas com podas em Guyot, Empa e sobrepostos

As suas excecionais qualidades aromáticas constroem, com outras uvas da região, alguns dos melhores vinhos brancos portugueses.

Fenologia

  • Abrolhamento: Precoce, 1 dia após a ‘Fernão Pires’.
  • Floração: Época média, 2 dias após a ‘Fernão Pires’.
  • Pintor: Tardio, 15 dias após a ‘Fernão Pires’.
  • Maturação: Tardia, duas semanas após a ‘Fernão Pires’.

Dr. Eiras Dias INIAP-EVN


Descrição geral

A perfumada Casta Branca Loureiro é uma variedade multo pa

O nome advém-lhe do perfume dos bagos semelhante à flor e folha de Loureiro.

É uma casta muito antiga e predomina no Noroeste Peninsular, particularmente na Ribeira Lima e sul da Galiza.

big_vinhosverdes_planta
Um imponente cacho de Loureiro já com a uva madura

É uma casta de grande expressão na região dos vinhos verdes.

O cacho é grande e não muito compacto, o bago é médio e muito saboroso.

Esta casta é muito produtiva e o teor alcoólico é superior à média.

Descrição do vinho monovarietal

Estes vinhos, quando bem vinificados apresentam-se aromáticos, apelativos e refrescantes.

Têm vindo a ser implementada em locais onde atinge valores de álcool de 13°, esperando-se vinhos diferentes do habitual mas também de grande qualidade.

vinho-verde-01-620x330
Aspeto em copo do vinho monovarietal com Loureiro

De modo geral este é um vinho de cor citrina clara, com aroma complexo e delicado.

Prof. Virgílio Loureiro


Vinhos com Loureiro já provados

Curvos DOC Vinho Verde Loureiro Branco 2017

Allo Alvarinho Loureiro Branco 2017

João Portugal Ramos Loureiro Branco 2017

Socalcos do Bouro Loureiro Branco 2016

Adega Ponte da Barca Grande Escolha Loureiro Branco 2015

Clique em qualquer dos vinhos indicados para aceder às respetivas notas de prova, bem como ao prato sugerido para harmonizar.

Deixe o seu comentário