Reportagens Turismo Vinhos Wines

Especial Vindimas 2017 – ano atípico e fora de paradigmas !

Eng António Ventura em ação. No copo primeiro mosto de Syrah

Ano 2017 – sem paralelo

De facto o perfil climatérico ao longo do ano e as fracas humidades e consequente pluviosidade, traçaram desde cedo no pós-floração as características das uvas que iriam ser obtidas este ano !

Um pouco por todo o país, registaram-se maturações muito mais cedo e em muitos casos em Portugal, as vindimas já terminaram ! A juntar a estes fatores, iremos registar elevados graus nos néctares produzidos.


Douro – Quinta Seara d’Ordens

logo

Em plena zona da Régua, antes do fim do mês de Setembro já terminaram as vindimas !

Conforme me indicou um dos responsáveis, Sr. António Moreira, este ano terminaram as vindimas antes do fim do mês de Setembro; ao contrário de 2016 em que por esta altura se iniciava a vindima de uvas tintas !

Para quem produz Vinho do Porto, é uma benção, visto que com mais teor alcoólico, implicará menos adição de aguardente vínica, logo, irá imperar maior enegância e vinhos mais sedosos.


Dão – CM Wines – Costa Marques

logo CM Wines

 

Com vinhas situadas na zona de Silgueiros, aqui também terminaram as colheitas, e mais uma vez se verificou o mesmo que em relação a grande parte de Portugal Continental. As vindimas terminam antes do fim do mês de Setembro.

Para Rosé – início antes do fim do mês de Agosto !

Touriga Nacional

Touriga Nacional e Alfrocheiro


Vinhos do Tejo – Casal das Freiras e Solar dos Loendros

Estes dois produtores Tomarenses estão em zona à parte do Ribatejo, especialmente os solos argilosos com floramentos arenosos e clima tórrido em fase de maturação, dado o afastamento do Rio Tejo e proximidade á Serra d’Aire e Açor.

Casal das Freiras

logo-casal-das-freiras

Solar dos Loendros

logo-solar-dos-loendros


Vinhos de Lisboa – Adega de Arruda dos Vinhos e Vinho de Carcavelos

Adega de Arruda dos Vinhos
Adega de Arruda dos Vinhos

Iniciadas as vindimas a partir da primeira semana de Setembro, aqui teve que se efetuar colheitas em velocidade de cruzeiro, dadas algumas súbitas maturações, e claro, antes de atingir frutos em passa ou podridão.

Tudo entrou com saúde de ferro, e com enorme concentração.

Eng Ventura em ação ! Em copo temos mosto já fermentado de Syrah . Pode observar-se grande concentração e teor elevado de anto-cianas
Eng António Ventura em ação ! Em copo temos mosto já fermentado de Syrah . Pode observar-se grande concentração e teor elevado de anto-cianas

Vinho de Carcavelos

Na reportagem efetuada, vindimava-se uma das uvas autorizadas pela Denominação de Origem: Boal Ratinho.

À semelhança do verificado no Vinho do Porto, aqui o grau elevado das uvas irá permitir vinhos com menor adição de aguardente vínica, como estamos em zona atlântica a acidez não irá diminuir, o irá conduzir a vinhos mais elegantes!

Com um cacho de Boal Ratinho
Com um cacho de Boal Ratinho

Algarve – Herdade dos Pimentéis

hpimenteis

Numa zona exposta a ventos atlânticos, mas beneficiando de mais de 3000 horas de insolação, a juntar a mais um perfil médio elevado de temperaturas, aqui as vindimas terminaram em meados de Setembro !

Frutos muito saudáveis, plenos de açúcar, e que irão resultar em vinhos extraordinariamente concentrados.


Deixe o seu comentário