2017 2017 Beira Interior Notas de Prova Os melhores Rankings Regiões Vinhos Vinhos Tintos Wines

Barão de Figueira Reserva Tinto 2015

apreciacao Barao de Figueira Reserva Tinto 2015

Foi provado o vinho Barão de Figueira Reserva Tinto 2015, produzido na região da Beira Interior pela Quinta do Cardo.


Dados Sobre o Vinho

Região: Beira Interior
Produtor: Quinta do Cardo – Companhia das Quintas
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Álcool: 13,0%

Clima: Temperatura térmica anual elevada: Invernos muito frios com neve e geada em Fevereiro; verões por vezes tórridos com temperaturas superiores a 40ºC. Em altitude superior a 700m.
Solo: Xistosos e arenitos
Denominação: DOC Beira Interior

Notas de Prova

  • Aspeto: Côr rubi carregada com ligeira translucidez.
  • Aroma: Apresenta ótimas notas de frutos vermelhos e pretos maduros, cerejas, groselhas, grafite, tosta e alguns balsâmicos e resinosos.
  • Na boca:  Taninos firmes, vinho muito denso, sedoso, macio, de prova fácil na boca, ótima estrutura e muito bom binómio acidez-frescura.
  • O final: Final de médio comprimento.

Classificação: 84

ficha apreciacao Barao de Figueira Reserva Tinto 2015

Temperatura de Serviço: 15,5ºC


Harmonização (Wine Pairing)

Um vinho jovem, taninoso com vigor, acidez presente, vai bem com um prato substancial de pernil de porco com bom tempero.

Pernil à pururuca com batata doce chips

Prato Brasileiro

Pernil à pururuca com batata doce chips
Pernil à pururuca com batata doce chips

Ingredientes

Pernil

  • 1 pernil de porco
  • 4 dentes de alho
  • 1 cebola
  • 1 cenoura
  • 2 copos de vinho branco
  • Sal Marinho Rui Simeão
  • tomilho

Batata

  • 2 batatas doce
  • Azeite Valle Madruga
  • Sal Marinho Rui Simeão
  • Pimenta (a gosto)

Preparação

Pernil

Pré-aqueça o forno a 250°.

Faça furos no pernil e enfie os dentes de alho.

Faça uma cama na forma com a cenoura e a cebola cortadas.

Faça uma pastinha com o alho, sal grosso, tomilho, esfregue sobre a peça e disponha na forma.

Cubra com papel laminado e leve para assar.

Asse por 1 hora, depois descubra, sempre cuidando a umidade e se não está queimando a pele.

Deixe por mais 30 minutos ou até verificar a temperatura interna da peça com um termômetro (ela tem que estar com 70° ou mais).

Utilize o azeite quente da batata para fazer a pururuca do porco.

Faça um molho ácido com alguma fruta para acompanhar o porco.

Batata

Fatie as batatas em fatias finas no mandolin.

Coloque em um recipiente, cubra com água e um pouco de sal.
Deixe por 10 minutos.

Lave e seque em pano limpo.

Aqueça o azeite a 180° e frite, sempre mexendo com a espumadeira para que não queime.

Pernil à pururuca com batata doce chips – Versão de Impressão


Deixe o seu comentário