Gastronomia Sabores de Portugal Vinhos Wines

Raça de Porco Malhado de Alcobaça

amamentar

Raça de Porco Malhado de Alcobaça

A raça de porco Malhado de Alcobaça, a 3ª raça autóctone portuguesa, enfrenta nos dias de hoje risco eminente de extinção.

leitoes
Leitões de Porco Malhado de Alcobaça

A carne é tenra, muito saborosa, criada quase com pasto, alimentos naturais e como tal tem a sua identidade, a raça de porco Malhado de Alcobaça.

Uma raça em risco de extinção

Muitos exploradores da região oeste têm vindo a tomar medidas para preservar este património 100% português e com muita potencialidade.

A raça de porco Malhado de Alcobaça é um excelente exemplo de preservação da biodiversidade.

Pela certificação

Por estar em risco de extinção dada a dificuldade em criar a cerficicação sob a forma de DOP (Denominação de Origem Protegida).

Os produtores há anos que lutam arduamente pela certificação em DOP.

iguarias-11
Uma iguaria sofisticada

Além de endógena, compreende-se pouco o motivo pelo qual administrativamente ainda não tenha atingido tal estatuto.

Muitos exploradores da região oeste têm vindo a tomar medidas para preservar este património 100% português

Tem muita potencialidade, dando um excelente exemplo de preservação da biodiversidade.

bifes
A carne de Porco Malhado de Alcobaça origina excelentes bifes

A raça de porco Malhado de Alcobaça é a terceira raça suína autóctone portuguesa, a par do porco alentejano e do porco bísaro, com origem na região centro Oeste de Portugal.

É o resultado de cruzamentos entre porcos bísaros e raças inglesas melhoradas, nomeadamente Berkshire e Yorkshire.

iguarias-2
Leitão malhado assado

A espécie apresenta uma coloração malhada, cabeça de perfil côncavo, orelhas compridas, corpo longilíneo e membros altos.

De realçar também que é um animal rústico, de temperamento calmo e dócil.

Atualmente, o seu efetivo reprodutor adulto conta apenas com 132 fêmeas e 12 varrascos.

Um presunto de Porco Malhado de Alcobaça
Um presunto de Porco Malhado de Alcobaça

Uma das grandes dificuldades é o facto de a raça não ser competitiva em termos comercias, visto que a média de leitões por ninhada é inferior à média de outras raças de massificação e o crescimento destes porcos é muito lento.

Contudo, tendo em conta que a carne é de excelente qualidade, a sua comercialização deveria ser encaminhada para produtos na gama gourmet.

Enchidos de excelência !
Enchidos de excelência !

Com vista à disseminação da raça aumentou-se significativamente o número de produtores, de somente 3 em 2014 para 12 em 2016.

Espera-se que continue esta luta e se agilize o processo de certificação, por forma a preservar esta raça suína 100% nacional!


Receita

Barriga de porco assada com quiabos e chutney de maçã reineta de Alcobaça

Barriga de porco assada com quiabos e chutney de maçã reineta de Alcobaça

Para a Barriga de Porco

Ingredientes (4 pessoas):

  • 1 kg de barriga de porco Malhado de Alcobaça com o courato
    (se tiver um pouco de osso na parte de baixo ainda é mais saborosa)
  • 500 gr de quiabos frescos
  • Chutney de maçã reineta qb
  • 12 batatinhas para assar
  • Sal Marinho
  • Pimenta qb
  • 2 c. de sobremesa de ervas de Provença
  • 3 dentes de alho
  • 2 dl de azeite virgem extra Valle Madruga
  • 1 raminho de alecrim e outro de tomilho

Preparação

1 – Deixe os quiabos em água com vinagre, cerca de 30 minutos para perderem um pouco a baba.

2 – Misture o azeite, sal, pimenta, ervas de Provença e os alhos esmagados e faça uma pasta.

Tempere a carne das fatias largas de barriga de porco com esta pasta.

Na parte do courato deite apenas umas pedras de sal e pincele com azeite para que a pele fique crocante e estaladiça.

Coloque tudo num tabuleiro juntamente com o alecrim e tomilho para aromatizar.

3 – Leve ao forno a 160ºC por 4 horas (só assim vai conseguir a pele estaladiça – não tape com folha de alumínio e coloque a meio do tabuleiro, nem muito acima nem muito na parte de baixo do forno).

4 – Nos últimos 40 minutos junte as batatas com casca, temperadas de sal, para assarem.

Nos últimos 15 minutos junte os quiabos, depois de secos com papel absorvente, temperados com um fio de azeite e sal.

Sirva tudo acompanhado do chutney que combina na perfeição com a carne de porco.

Chutney

Ingredientes:

  • 0,5 kg de maçã reineta de Alcobaça
  • 1 cebola pequena (cerca de 100 gr)
  • 125 gr de açúcar branco
  • 2 c. de sopa rasas de açúcar moreno macio
  • 1,25 dl de vinagre de cidra
  • 1 pitada de gengibre em pó
  • 1 pau de canela
  • 1 pitada de canela em pó
  • 3 grãos de sementes de mostarda preta
  • 1 cravinho
  • Meia colher de café de noz moscada em pó
  • 6 grãos de mistura de pimentas (rosa, branca e preta)
  • 1 colher de sobremesa de água

Preparação

1 – Num tacho coloque a cebola picada, a água e o açúcar moreno e leve ao lume médio até a cebola começar a caramelizar (cerca de 10 minutos).

2 – Descasque as maçãs e corte-as em cubinhos pequenos, colocando-as logo numa tigela com o vinagre. Assim que tiver todas as maçãs descascadas e cortadas, adicione-as ao tacho da cebola juntamente com o vinagre.

3 – Junte o açúcar branco e o pau de canela. Junte todas as outras especiarias num almofariz e moa tudo até ficar em pó. Junte ao tacho.

4 – Mexa a mistura com uma colher de pau e deixe cozinhar em lume médio por 40 minutos até o chutney atingir ponto de estrada (tal como nas compotas).


Ficheiro para download

Barriga de porco assada com quiabos e chutney de maçã reineta de Alcobaça – Versão de Impressão


12 vinhos recomendados


Ver ainda

Famoso Caldo de Peixe à Moda dos Açores

Percebes um sabor agarrado à rocha

Deliciosas e típicas papas de carolo

Deixe o seu comentário