Roteiros Turismo Vinhos Wines

NA ROTA DOS VINHOS DE LISBOA: Colares, Praia e Sintra

roteiro-colares

Disponível em


MAPA DO ROTEIRO

roteiro-colares
Clique no mapa para ampliar

PRODUTORES

  • Adega Regional de Colares
  • Adega Viúva Gomes
  • Casal de Santa Maria

RESTAURANTES

  • A Toca do Júlio
  • Ribeirinha de Colares

PRAIAS

  • Praia da Adraga
  • Praia das Maçãs

PONTO DE INTERESSE

  • Vila Alda – Casa do Elétrico

O VINHO DE COLARES

Colares é uma região histórica. Atualmente apenas se produzem perto de 100000 litros. Contudo é de realçar o labor e tenacidade dos produtores que por estes lados teimam.

Os solos oscilam entre o arenoso e argilo-calcário, com clima atlãntico de litoral, sendo que o Ramisco é casta tinta tradicional, assim como a casta branca, Malvasia de Colares.

Com estas condiçóes os vinhos poderão ser considerados DOC’s assim como a condução sob pé franco.
Nas castas tintas, após o pintor, as videiras são levantadas do chão 1 semana antes da vindima.

De referir ainda que saíram daqui porta-enxertos para salvar a viticultura após a filoxera, tendo sido das zonas menos afetadas.


PRODUTORES

ADEGA REGIONAL DE COLARES

É das mais antigas Adegas Cooperativas do país, constituída em 1931.
A Adega produz perto de 50000L de vinho em 3 linhas: Um vinho de mesa, um Regional de Lisboa e um DOC Colares.

Além da adega conta com estrutura de enoturismo, Loja, Salão de Eventos, inclusivamente a sua histórica adega de velhas pipas serve muitas vezes banquetes para perto de 600 pessoas.

ADEGA VIÚVA GOMES

A história desta casa é o de um autêntico regresso ao passado. Passado este que se iniciou há mais de dois séculos.

EDIFICIO
História, tenacidade, legado e tudo o mais representa a Adega Viúva Gomes. Um testemunho passado de geração em geração, cuidadosamente conservado pelos atuais proprietários.

O visitante é extraordinariamente recebido; as visitas revelam um extremo conhecimento por parte de quem as conduz.

LEGADOS
Se procura vinhos velhos e históricos, então este é o lugar certo! São dois séculos de história da casa, metade sob a denominação Colares, criada em 1908. Consta que já os romanos produziram aqui vinhos. Neste chão de areia típico! Onde as vinhas resistiram à filoxera. Raízes muito profundas para tal contribuíram, bloqueando a disseminação do agente causador. Aqui não foi necessária a utilização de plantas americanas.

Destaque ainda para a velha prensa de vara, o património conservado e tudo preparado para as inúmeras visitas que por aqui se vão recebendo. Tudo muito profissional e com verdadeira classe!

CASAL DE SANTA MARIA

Uma primeira palavra vai para o Sr. Barão Bodo Von Bruemmer! 105 anos completados de plena lucidez e energia. Invejável. Estará sempre nas nossas memórias!

LOGO CSM
Aos 96 anos cumpriu o seu sonho nesta quinta de ter uma vinha!

O enoturismo poderá consistir visita às suas lindíssimas vinhas sobre o Oceano Atlântico ou aos seus pitorescos jardins, onde se inclui um belíssimo fontanário do século XVIII, um solário, entre outras atrações.

Devido à proximidade do oceano, os vinhos aqui produzidos são naturalmente frescos. Além das castas tradicionais de Colares, há lugar a castas estrangeiras perfeitamente adaptadas ao terroir, num conjunto de vinhas com cerca de 7 hectares: Merlot, Pinot Noir, Ramisco, Touriga Nacional, Arinto, Chardonnay, Riesling, Sauvignon Blanc, Malvasia de Colares, entre outras.


RESTAURANTES

A TOCA DO JÚLIO

É uma casa que merece uma visita, de serviço sem mácula, pratos regionais e, como tem sido espírito desta Rota dos Vinhos de Lisboa, privilegia a oferta de vinhos da zona de Colares. Algo que tem sido valorizado para estimular o consumo de produtos locais.

RIBEIRINHA DE COLARES

Do pequeno-almoço até ao jantar pode usufruir dum espaço confortável com um ambiente informal e um serviço caloroso.
Cozinha Portuguesa e Internacional, tradicional e contemporânea.

A ementa é alterada diariamente de modo a, ter os produtos frescos da estação, relação qualidade preço e diferente a cada visita.
Na pastelaria temos bolos e tartes á fatia, doces de colher, queques, pasteis de nata, travesseiros de Sintra, queijadas de Sintra, bolas da praia, croissants, scones, bolachas, biscoitos…

Na garrafeira encontramos vinhos de todas as regiões do país, vinhos fortificados, champagnes, sauternes, bebidas espirituosas…


DENOMINAÇÃO DE ORIGEM VINÍCOLA HISTÓRICA!

Especial destaque para a Região Vitivinícola que foi demarcada em 1908, sendo desta forma a segunda região demarcada mais antiga do país. Situada numa zona de dunas, no litoral do concelho de Sintra, entre a Serra e o Oceano Atlântico, desde o Cabo da Roca a Magoito.
A ligação de Colares ao vinho perde-se no tempo, mas há conhecimento que na altura da ocupação romana já se fazia vinho nesta região, posteriormente, em 1230, o Rei D. Afonso III, entregava terras aos nobres na condição de implementarem o cultivo da vinha.


PRAIAS

PRAIA DA ADRAGA

A Praia da Adraga é uma praia situada no concelho de Sintra, perto de Colares e de Almoçageme, em Portugal, encontrando-se inserida no Parque natural de Sintra-Cascais.

O acesso à praia é feito a partir de Almoçageme, através de uma estrada sinuosa, que vai descendo até revelar o areal e o mar, que se escondem por entre falésias e rochas erguendo-se no azul límpido da água salgada.
Espalhadas pelo areal, existem diversas rochas escuras, que lhe conferem uma personalidade própria, combinando a paisagem de montanha, com a paisagem de praia.

PRAIA DAS MAÇÃS

A Praia das Maçãs é uma estância balnear composta por praia e povoação anexa, situada na costa da freguesia de Colares, no concelho de Sintra, em Portugal.
O nome deve-se ao facto de nela desaguar a ribeira de Colares, a qual, atravessando pomares, transportria até à areia frutos caídos.

Ladeada de restaurantes, possui piscina de água salgada, instalações desportivas e parque infantil. É, por vocação, a praia dos habitantes de Sintra e Colares, localidades às quais está ligado por estrada e (desde 1904) pelo elétrico de Sintra.


PONTO DE INTERESSE

VILA ALDA – CASA DO ELÉTRICO

O edifício é centenário, e é o último ponto do elétrico que chega desde a Praia das Maçãs do seu bucólico percurso.

Além de exposições sempre patentes aqui, podem realizar aqui eventos diversos além dos assuntos relacionados com vinhos, porque na realidade vinho e cultura sempre se misturaram e tiveram alguma coisa a ver.

A Vila Alda chegou para dar grande impulso ao vinho de Colares. Aqui pode adquirir-se o vinho de Colares e saber também um pouco da sua história.

Deixe o seu comentário