Alojamento Beira Interior Lojas do Produtor Produtores Turismo Vinhos Wines

COBELCOS – Casa das Castas e Vale de Esgueva

Medalha de Ouro no 'Concurso de Vinhos de Portugal 2014

CASA DAS CASTASRua da Costa, Nº3
6440-261 Vermiosa
Coordenadas GPS: 40º 49’ 46.21’’ N 6º 52’ 33.17’’ W

 

Findo o Concurso Vinhos de Portugal 2014, alguns concursos mundiais – Bruxelas. Mundus Vini, IWSC2014 – um vinho me saltou ao ouvido. Vale de Esgueva Reserva Tinto 2011!

 

Na zona de Castelo Rodrigo, riquíssima na produção de bons vinhos, como se cada um que plante ali vinha ficasse com o rótulo Qualidade Garantida. E é mesmo.

CASA DAS CASTAS2

Foi o que aconteceu. A quinta fez-me chegar as suas referências e logo à primeira prova soltei um … “Surpresa”. Surpreendido mesmo. Sensacional. Fantástico. A toda a sua gama. Muito bons mesmo.

O enólogo, “artista” e arquiteto de grandes vinhos, Luis Miguel Santos, mostra é possível fazer vinhos de grande qualidade no Interior profundo e desconhecido, comum toque de grande classe e fazendo sair néctares duma complexidade muito diferente do habitual e longe da monotonia. São estes projetos que prendem as pessoas à terra e enfrentam a terrível batalha da desertificação, numa zona de Castelo Rodrigo com muita história e de primordial importância para a História de Portugal.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

A Vale de Esgueva e Quinta da Torre são geridas pela COBELCOS – VINHOS E TURISMO, LDA , formada há 5 anos, estando na sua origem Ana Bolota, a enóloga e Luis Miguel Santos, em Vermiosa.

As vertentes apostadas no projeto foram a produção de vinhos, turismo em espaço rural e enoturismo.

Tem perto de 35 hectáres de vinha na sub-região da Beira Interior de Castelo Rodrigo.

Uma das principais vinhas da exploração encontra-se implantada cerca da “Turris Aquilaris”, (também conhecida por Torre das Águias, Torre de Almofala, Casarão da Torre), que antes da chegada dos romanos foi habitada por um povo, os Cobelcos, como o prova a ara encontrada em escavações, dedicada a Júpiter, em que pode ler-se: “IOVI.OPTVMO MAXVMO CIVITAS COBELCORVM” – “ A Júpiter Óptimo Máximo, a Cidade dos Cobelcos.” A Civitas Cobelcorum terá sido fundada nos inícios do Séc. I e seria o centro administrativo de uma região limitada pelos rios Douro a Norte, Águeda a Este, Côa a Oeste e por um paralelo que passaria pela Serra da Marofa a Sul.

Existem igualmente algumas vinhas centenárias abrangidas num projecto da empresa de conservação e preservação do património genético vitícola, de forma a manter castas que existem na região à longa data e que de certa modo se têm vindo a perder.

 

Principais castas utlizadas:

– Castas Tintas: Aragonês, Touriga Nacional, Touriga Francesa, Alfrocheiro, Alicant Bouschet, eTinta Pinheira;

– Castas Brancas: Síria, Malvasia Fina, Fonte Cal e Riesling;
A adega foi construída no ano de 2010, tendo iniciado o seu funcionamento durante a vindima desse mesmo ano.
Equipamentos: Possui cubas de fermentação em inox com temperaturas controladas e um lagar tradicional em granito no qual são fermentados lotes de uvas seleccionadas.

Marcas Comercializadas:

– Cobelcos;

– Vale de Esgueva

– Casa das Castas

PORTEFÓLIO E PRÉMIOS

No âmbito do enoturismo são efatuadas visitas guiadas às vinhas e instalações, participação nas vindimas (incluindo a tradicional pisa a pé em lagar de pedra) e provas de vinhos.

 Aqui é aguardado e será com certeza muito bem recebido.

3 Comentários

  1. E onde posso adquirir os vossos vinhos em Lisboa ou perto?

Deixe o seu comentário