Estremadura Vinhos Vinhos de Lisboa Wines

Festa das Vindimas/2015 na Quinta do Gradil com prova de mosto

LOGO VINDIMAS

LOGO VINDIMAS

Este foi para mim um dia completo!

Antes de arrancar para a tarefa de observar as vindimas, acompanhado do Engº António Ventura, fomos às cubas onde repousavam mostos efetuar umas pequenas provas. Todos mostos para vinhos brancos, naturalmente são as primeiras castas a ser vindimadas.
Antes de arrancar para a tarefa de observar as vindimas, acompanhado do Engº António Ventura, fomos às cubas onde repousavam mostos efetuar umas pequenas provas. Todos mostos para vinhos brancos, naturalmente são as primeiras castas a ser vindimadas.

Iniciou-se pela popularíssima e inigualável Fernão Pires! Mosto com fermentação ainda por arrancar. Uma antevisão de que irá dar um vinho bastante fresco, açúcar q.b. (13-14º?), excelente fruta a prometer excelentes lotes. Depois a Viognier, apesar de também aguardar arranque mostra os seus típicos traços aromáticos florais, algumas maçãs, vegetal, etc. Ambos estes mostos mostraram ainda excelente carácter mineral.
Provou-se de seguida a Viosinho e Arinto, ambos os mostos com a fermentação em marcha! Promete para daqui a 4 meses. Finalizou-se com a prova de mosto para espumantização de Chardonnay, claro que ainda arranha, mas que deixa ver uma excelente acidez, de garras de fora, que depois mais tarde a romoage e estágio de garrafa tratarão de afinar! É um privilégio provar mostos, tanto mais em tão excelente e esclarecedora companhia como o caso da equipa Engº António Ventura-Vera Moreira, além do restante staff que trabalha arduamente 11 meses para 1 mês de vindima em cada ano que passa!

A Vindima!

A Quinta do Gradil criou um cenário perfeito de Festa de Vindimas! É um evento e um acontecimento em cada produtor de vinhos em Portugal. De referir que estamos em terrenos legados do Marquês de Pombal!

(clique nas fotos da galeria para ampliar)

Vinhas impecavelmente tratadas, uvas em condições sanitárias irrepreensíveis em paisagem de vinhas quase intermináveis. De referir que são 120 hectares só de vinha, com uma ocupação média de 4000 pés/hectare.

(clique nas fotos da galeria para ampliar)

O talhão escolhido foi o da Tinta Roriz/Aragonez. As primeiras uvas tintas a vindimar. E estavam no ponto ótimo de maturação! Pode-se dizer que em pouco mais de 2 horas foram vindimadas cerca de 3500 kg de uvas. Todas destinadas à produção de vinho rose.

(clique nas fotos da galeria para ampliar)

Após a vindima os visitantes tiveram o prazer de verem a sua colheita despejada nos senfins, a fim de por um lado os cachos serem desengaçados, por outro, transportar os bagos de uva para serem suavemente esmagados e prensados em prensa pneumática.

(clique nas fotos da galeria para ampliar)

O Convívio

No fim deste processo todo, brindou-se então com os excelentes vinhos leves (Filigrana) que são ideais para iniciar convívios deste género com inúmeras conversas a por em dia, pois então.

FVQG1234
Daqui partiu-se para um respasto, composto por primeiro um creme de marisco, depois um bacalhau com natas, carne de porco assada e sobremesas diversas.

Como corolário, houve ainda a surpresa da apresentação do excelente Espumante da Quinta do Gradil 2013, todo ele feito com Chardonnay e um toque de Arinto, o qual muito promete. Tem uma saúde e aromas de fino recorte.

À sua saúde, Dr. Luís Vieira!
À sua saúde, Dr. Luís Vieira!

 


Outros artigos sobre a Quinta do Gradil. Clique nos links para aceder às informações.

QUINTA DO GRADIL – Legado do Marquês de Pombal
NA ROTA DOS VINHOS DE LISBOA 4: DOC ÓBIDOS – Entre a Casa das Gaeiras e a Quinta do Gradil
Sugestão de Degustação Com Receitas do Chef Augusto Gemelli e Vinhos da Quinta do Gradil
À Mesa Com Eça de Queirós e vinhos da Quinta do Gradil
SUGESTÃO DE FIM-DE-SEMANA: Som de Pink Floyd, vinhos da Quinta do Gradil e pratos do Che Sá Pessoa!

 

VINHOS JÁ PROVADOS

Deixe o seu comentário