Estremadura Vinhos Vinhos de Lisboa Wines

Os Vinhos Leves de Lisboa

logo-vlrl

logo-vlrl


PATROCINADORES

COMISSÃO VITIVINÍCOLA DA REGIÃO DE LISBOA
COMISSÃO VITIVINÍCOLA DA REGIÃO DE LISBOA

VINHOS CORTÉM E ENOTURISMO
VINHOS CORTÉM E ENOTURISMO

TURISMO RURAL
TURISMO RURAL

VINHOS SOLAR DA MARQUESA
VINHOS SOLAR DA MARQUESA

Garrafeira e Loja Online
Garrafeira e Loja Online

gh10graus
Guest House

TABERNA VIRACOPOS
TABERNA VIRACOPOS

JAMON JAMON - TAPAS & PETISCOS, ÓBIDOS
JAMON JAMON – TAPAS & PETISCOS, ÓBIDOS

DOC ALENQUER

 
ADEGA DA CARVOEIRA
ADEGA DA LABRUGEIRA
CASA FÉLIX ROCHA
CASA SANTOS LIMA
Caves Rendeiro

Vinhos de baixo grau, obrigatoriamente inferior a 10º, tipicamente frutados, ligeiros, leves, acidez, muito frescos, em alguns casos com mais ou menos açúcar, em outros com ligeiro gás até 0,50bar.

DOC ARRUDA DOS VINHOS

 
ADEGA DE ARRUDA DOS VINHOS

Criado em 1985, foi resultado do empenho das gentes e de dois anos de luta acérrima junto dos organismos que tutelam, tanto nacionais como e nível da antiga CEE, hoje, União Europeia.

DOC ENCOSTAS D’AIRE

 
Adega da Batalha

Certo também, que este vinho há mais de três ou quatro séculos que se produz na região, fruto de zonas de maturações lentas e castas de pouco açúcar que conduzem a graus baixos, aliado a climas atlânticos, maioritariamente em zonas até 30km de distãncia da costa.

DOC ÓBIDOS

 
Adega do Cadaval
COMPANHIA AGRÍCOLA DO SANGUINHAL
QUINTA DO GRADIL
Vinhos Mundus – Adega da Vermelha
VINHOS SOLAR DA MARQUESA

Durante o período acima referido estas uvas foram fornecidas a outrasa regiões onde se pretendia igualmente produzir vinhos de baixo grau e com acidez elevada.

DOC TORRES VEDRAS

 
ADEGA DE DOIS PORTOS
ADEGA COOPERATIVA DE SÃO MAMEDE DA VENTOSA

Em boa hora a antiga Região da Estremadura, atualmente Região de Vinhos de Lisboa, decidiu partir para a aventura de produzir este estilo de vinho tão único e típico, que verdadeiramente se encaixa dentro de imensa gastronomia praticada na zona do Oeste, especialmente a litoral.

VINHOS LEVES EM DIAPOSITIVOS

(clique nos diapositivos para ampliar)

Vinhos que se cruzam lindamente com o belíssimo peixe que abunda na costa; o paradigma também é contrariado com os Vinhos Leves de Lisboa, visto que podem até acompanhar carnes e até sobremesas.

VINHOS LEVES E HARMONIZAÇÃO

(clique nos diapositivos para ampliar)

Quem esteve na génese deste Vinho, esta pérola da Região de Lisboa, foi o Engº Vasco Miguel e de acordo com o que refere em documento do IVV “Em Bruxelas valeu-nos efectivamente a verdade, a razão acerca da qualidade do novo produto, que entretanto havia sido foi feito, com a colaboração da Adega Cooperativa da Lourinhã, ao que juntamos o empenhamento dos nossos governantes, donde destacarei Engº. Álvaro Barreto e Engº. Carvalho Cardoso. “

Dr. Vasco d’Avillez, presidente da CVR Lisboa
Dr. Vasco d’Avillez, presidente da CVR Lisboa

O Presidente da CVR de Lisboa, Dr. Vasco d’Avillez, refere que “o Vinho Leve dá-se em Terroir específico e é um vinho caracterizado por ter baixo grau alcoólico, entre 9-10º, e por ter uma acidez alta. É um vinho ideal para muitos tipos de gastronomia desde logo a que envolve o peixe e o marisco desta região tão próxima do mar”.

Aproveite e visite a Festa das Adiafas no Cadaval entre os dias 8 a 16 deste mês e conheça melhor estes vinhos tão elegantes.

VER AINDA

FESTA DAS ADIAFAS E FESTIVAL NACIONAL DO VINHO LEVE – 15ª Edição – PROGRAMA
Festa das Adiafas e do Vinho Leve 2016 (Cadaval) – Roteiro: Onde ficar, onde comer, onde comprar
Provas para o Concurso de Vinhos Leves de Lisboa 2016
5º CONCURSO DE VINHO LEVE REGIONAL DE LISBOA – RESULTADOS (2015)

Deixe o seu comentário