Características PORTUGAL VÍNICO Segredos Vinhos Wines

Os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo

Vinhos da Sub-Região de Castelo Rodrigo - Clique na imagem

Os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo

Os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo representam uma zona de transição.

Isto porque tem nos seus limites os vinhos ainda da Região da Beira Interior.

Por outro lado, e nos limites Norte, entramos na Região Demarcada do Douro.

O Mapa da Região da Beira Interior com as Sub Regiões assinaladas
O Mapa da Região da Beira Interior com as Sub Regiões assinaladas

Entramos no Douro Superior.

Sobre os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo, tem quem afirme que deveria ser DOC de Ribacôa.

Tudo porque o Rio Côa, passa entre este concelho e o de Pinhel, desaguando a Norte no Douro.

Os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo 2
Um belo cacho na videira perto da colheita

Contudo os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo são singulares.

Se falarmos de terroir, a Sub Região de Castelo Rodrigo é mais talhada para vinhos tintos.

Em Pinhel encontramos condições mais favoráveis para vinhos brancos.

Em ambos os casos temos solos graníticos, contudo a amplitude térmica anual e a insolação de Verão é superior em Castelo Rodrigo.

E falamos em diferenças médias de 5ºC que fazem toda a diferença.

Enquadramento e Área Geográfica

Os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo 4
Mapa da Sub Região de Castelo Rodrigo

Desta Sub Região fazem parte os concelhos de Almeida (freguesias de Almeida, Castelo Bom, Junça, Malpartida e Naves) e Figueira de

Castelo Rodrigo (excepto a freguesia de Escalhão).

Estamos no sopé da Serra da Marofa, entre os vales dos rios Côa e Águeda.

Os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo 5
Característica granítica do solo patente nesta vinha

Ambos desaguam no Internacional e vizinho Rio Douro.

Aqui situa-se Figueira de Castelo Rodrigo, vila de tradição vinícola onde se produzem vinhos de elevada qualidade.

Talvez dos melhores em toda a Região de Vinhos da Beira Interior.

Origens

Foi por volta do século XII que os monges de Cister habitaram o Convento de Santa Maria de Aguiar e com o seu saber, iniciaram na região a cultura da vinha e a produção do vinho.

Os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo 6
Convento de Santa Maria de Aguiar

Edafo-climatologia

Na sub-região de Castelo Rodrigo as vinhas localizam-se a altitudes entre os 500 e os 700 metros e precipitação média anual varia entre os 400 e os 600 mm.

Os solos são essencialmente de origem granítica (70%) e cerca de 30% de origem xistosa.

Esta sub-região é caracterizada por um clima Continental / Mediterrânico.

Precipitação do ano de 2012
Precipitação do ano de 2012

Com o conhecido Aquecimento Global, no período entre 1992-2012, 20 anos, pode observar-se a tendência para subida da temperatura noturna.

Perdendo as uvas alguma frescura; em sentido contrário temos cada vez menos precipitação !

A data das colheitas (1º dia de vindima) é cada vez mais precoce, como mosrta o gráfico.

Temos contudo evolução positiva da qualidade vinícola e grau do vinho !

Castas

As castas predominantes, são no caso das uvas brancas: a Síria e Malvasia Fina.

SÍRIA A casta Síria evidencia uma distribuição geográfica peculiar, permanecendo no interior do país, alongando-se numa faixa estreita que corre de Norte a Sul, sempre junto à raia espanhola. As sinonímias regionais abundam, mas é sob o designativo regional alentejano, Roupeiro, que a casta é melhor reconhecida, apresentando-se como a casta branca mais plantada no Alentejo. É uma casta produtiva, de cachos e bagos pequenos, entusiasmante nos aromas primários, oferecendo muita laranja e limão, sugestões de pêssego, melão, loureiro e flores silvestres. Infelizmente, tem tendência para oxidar rapidamente, perdendo a exuberância aromática inicial, obrigando a um consumo rápido. As terras altas e frescas das Beiras são-lhe mais favoráveis que o calor do Ribatejo e Alentejo, ganhando uma dimensão particular na zona de Pinhel, região de excelência da casta.
a casta Síria

No caso das uvas tintas: o Marufo, o Rufete, a Touriga Nacional, a Touriga Franca e a Tinta Roriz.

capa rufete
Casta rufete

E por agora resta procurar, explorar e experimentar os Vinhos DOC da Beira Interior na Sub Região de Castelo Rodrigo.

Surpreenda-se. Um brinde !


Evolução do grau alcoólico em algumas castas

Evolução do grau por casta! a) casta Uva de Mesa; b) casta Touriga; c) casta Tinta Roriz; d) casta Alfrocheiro
Evolução do grau por casta!
a) casta Uva de Mesa; b) casta Touriga Nacional; c)
casta Tinta Roriz; d) casta Alfrocheiro

Galeria de imagens de alguns produtores

Adega de Castelo Rodrigo

Vale de Esgueva

Quinta do Cardo

 

 

2 Comentários

  1. Parabéns pela matéria, conheci esses vinhos e me impressionaram muito.

Deixe o seu comentário