Eventos Vinhos Wines

ALMOÇO DO 55º ANIVERSÁRIO DA ADEGA DA VIDIGUEIRA NO RESTAURANTE TÁGIDE, EM LISBOA

LOGO ALMOCO VIDIG

LOGO ALMOCO VIDIG

Teve lugar esta 3ª Feira, dia 31-05, o almoço comemorativo do 55º aniversário da Adega da Vidigueira. A meu ver, das melhores adegas cooperativas de Portugal!

DSC04661
Excelentes vinhos, muito boa relação qualidade-preço, boas gentes que de lá vêem e lá estão, e muito mais além de vinho. Até o azeite que se produz por aqueles lados é de excelência.

(clique nas imagens da galeria para ampliar)

A casa escolhida foi o Restaurante Tágide, do Chef Nuno Diniz, o qual preparou pratos de excelência, cuidados e apostando em produtos nacionais, respeitando a sazonalidade.

(clique nas imagens da galeria para ampliar)

Além do repasto foram apresentados novos vinhos.

A saber:

Vidigueira Antão Vaz Branco 2015 – Vinho de aromas primários ainda muito marcados, com notas cítricas, vegetais, fruta muito fresca, leve mas estruturado e de muito bom paladar.

Vidigueira Antão Vaz Branco 2015
Vidigueira Antão Vaz Branco 2015

Vidigueira Grande Escolha Branco 2014 – Entrada com terciários, tosta, madeira de qualidade, notas tropicais, flores de pétala branca, enorme estrutura e envolvência na boca. Um branco de classe a bom preço.

Vidigueira Rosé 2015 – De aroma e paladar muito simples. Fruta vermelha, morangos, melancia, muito estruturado, com corpo e sabores relativamente discretos.

DSC04687
Vidigueira Grande Reserva Tinto 2014 – Notas iniciais ainda com evolução pela frente, após uma primeira agitação surgem os frutos, de muita qualidade, feito com Alicante Bouschet e Trincadeira, alicante bem domesticado e trincadeira com os seus frutos pretos maduros em evidência. Taninos irrepreensíveis, muito encorpado e opaco, mastigável, saboroso, de grande ligação à gastronomia e um final de boca muito assinalável.

Espumante Vidigueira Branco 2015 (Antão Vaz e Arinto – amostra) – Para primeiro espumante e tendo em conta as condições edafo-climáticas, está muito bem conseguido! Muito social, dialogante, acidez no ponto, doçura discreta, muito seco e bruto, crocante, bolha fina. Espumante versátil.

Vidigueira Licoroso – Por vezes fala-se pouco de licorosos e este diga-se que tem muita classe. Dentro dos chamados fortificados em nada fica atrás de grandes Porto ou Madeira. Muito intenso, doçura q.b., meloso, ginja e compota de cereja, estrutura de bom recorte e um fim de boca que se presta a boas sobremesas ou até como aperitivo.

DSC04693
Sobre os azeites e para partir a informação irei falar no artigo seguinte.

Deixe o seu comentário