PORTUGAL VÍNICO Roteiros Turismo Vinhos Wines

Vinhos da Sub-Região da Vidigueira – Denominação de Origem Alentejo

vdm-vidigueira-9

A Sub-Região da Vidigueira

A falha da Vidigueira, um acidente natural que marca a divisão entre o Alto e o Baixo Alentejo, determina a razão de ser da Vidigueira, a sub-região mais a Sul do Alentejo.


 Próximo dia 27/01 disponível. Inscreva-se aqui !
Próximo dia 27/01 disponível. Inscreva-se aqui !

As escarpas de orientação Este-Oeste, com cerca de 50 quilómetros de comprimento, condicionam o clima da Vidigueira, convertendo-a, apesar da localização tão a Sul, numa das sub-regiões com o clima mais temperado do Alentejo.

Os solos pouco produtivos, predominantemente de origem granítica e xistosa, escondem uma das variedades mais misteriosas do Alentejo, a Tinta Grossa que alguns apontam como heterónimo para a casta Tinta Barroca.

Apesar dos extremos e da localização tão a Sul, durante anos a Vidigueira foi palco privilegiado para os vinhos brancos do Alentejo, fruto da protecção da escarpa da Vidigueira.


 Próximo dia 27/01 disponível. Inscreva-se aqui !
Próximo dia 27/01 disponível. Inscreva-se aqui !

DOC “Alentejo – Vidigueira”

Legislação Base: Decreto Lei n.º 53/2003, de 27 de Março, e Reg. (CE) 1493/99, de 17 de Maio.

Área Geográfica: Os concelhos de Alvito, Cuba e Vidigueira.

caracts


 Próximo dia 27/01 disponível. Inscreva-se aqui !
Próximo dia 27/01 disponível. Inscreva-se aqui !

Castas Tintas

Alfrocheiro, Aragonez (Tinta Roriz), Castelão (Periquita1), Grossa, Moreto e Trincadeira (Tinta Amarela), no conjunto ou separadamente com um mínimo de 75%, Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon e Tinta Caiada.

Castas Brancas

Antão Vaz, Arinto (Pedernã), Fernão Pires (Maria Gomes), Perrum, Rabo de Ovelha e Síria (Roupeiro), no conjunto ou separadamente com um mínimo de 75%, Alicante Branco, Diagalves, Larião, Manteúdo, Mourisco Branco e Trincadeira das Pratas.

1 Comentário

  1. Jorge, boa noite! Meu nome é Sidnei Barros, sou brasileiro, neto de portugueses. Amante de um bom vinho português, tenho lido tudo que escreves sobre os vinhos e para conhecer mais sobre a Terrinha. Indo a turismo para Portugal no próximo dia 27 de Junho. Os primeiros 5 dias estarei em Lisboa, aproveitando pra conhecer Sintra, Estoril e Cascais. Depois vou a Évora (2 dias), depois um giro pelo Vale D’ouro (5 dias), passando na cidade do Porto (2 dias). Voltando para Lisboa uma parada em Figueira da Foz. Preciso de indicações de lugares (Quintas e Vinícolas) que possa visitar e degustar bons vinhos. Espero que possa ajudar-me. Grande abraço do seu leitor brasileiro, Sidnei.

Deixe o seu comentário