Lojas do Produtor Produtores Turismo Vinhos Vinhos de Lisboa Wines

MANZWINE – Cheleiros, Mafra

MANZWINES

Lagar Antigo
Largo da Praça, Nº8 – A
2640-160 CHELEIROS – PORTUGAL
TEL. (+351) 21 927 94 68
TM (+351) 91 280 10 66
Horario: De 3ª a 6ª Feira: 9H30 ÀS 18H30 | Sábado: 10H00 ÀS 19H00

 


 

O projeto Manzwine é algo de envolvente! Algo único! Chegar aqui significa um paradigma. Recuar no tempo e simultaneamente encontrar a modernidade.

As estruturas não são mais que o aproveitamento do que já existia. Por exemplo, a Adega está situada onde ficava a antiga Escola Primária!

manzwine_mapaenoturismo
Mapa

O Sr. André Manz, um homem com o mérito de partilhar fabulosas histórias da Vila de Cheleiros, bem patente no Museu situado mesmo por cima da loja e que pode ser visto pelo público. Um exemplo em como é possível ter-se algo singular e único, numa zona plena de tradições.

O Antes e o Depois

O produtor de vinho envolveu toda a comunidade. É verdade, a vila de Cheleiros entra no mapa devido ao espírito empreendedor e estudioso do proprietário, o qual se deu ao extremo trabalho ( confessou-me que lhe deu também imenso prazer ) de consultar registos históricos sobre este local, indo a bibliotecas, documentos fornecidos pelo Município de Mafra e tudo serviu até para reproduzir os edifícios que em Cheleiros fazem parte do conjunto de estruturas da Manzwine!


A começar pelo Lagar, instalado na antiga escola primária, de boa memória, um edifício que estava a cair aos bocados e que a tenacidade deste homem quis colocar de pé e dar-lhe um aspeto cinco estrelas. O interior então, tem condições fito-sanitárias difíceis de serem encontradas em outros locais.

Pontos de interesse em Cheleiros

Ponte Velha
Ponte Velha

 

Capela do Espírito Santo: A Capela do Espírito Santo evoca a antiga festividade consagrada à 3.ª pessoa da Santíssima Trindade, culto com tradições que remontam ao século XIV e à figura da rainha D. Isabel de Aragão, mas cujo período áureo terá ocorrido na transição para o século XVI. À capela associa-se também a memória da Albergaria ou Hospital do Espírito Santo cujo portal subsiste ainda na Rua da Albergaria.
Capela do Espírito Santo: A capela evoca a antiga festividade consagrada à 3.ª pessoa da Santíssima Trindade, culto com tradições que remontam ao século XIV e à figura da rainha D. Isabel de Aragão, mas cujo período áureo terá ocorrido na transição para o século XVI. À capela associa-se também a memória da Albergaria ou Hospital do Espírito Santo cujo portal subsiste ainda na Rua da Albergaria.

 

 

LOJA E MUSEU

No mesmo edifício, encontramos duas valências turísticas impecavelmente arranjadas: no andar de cima  funciona um Museu. Com achados únicos! Arqueologia pura, um passado de povos pré-históricos, seres marinhos, e muito mais se pode aqui contemplar na Manzwine. Algumas imagens falam por si!.

Aspeto do Museu

manz-museu-10

A família Manz chegou aqui, oriunda do Brasil, há aproximadamente uma dúzia de anos e o que os atraiu, além da deslumbrante paisagem que circunda, foi as suas gentes, as quais inicialmente se mostraram céticas, normal. Citando Fernando Pessoa, primeiro estranha-se, depois entranha-se. O que aconteceu aqui é a frase anterior no seu melhor.

Aspetos da Vila de Cheleiros

Sob ponto de vista enológico a grande atração é o seu branco único feito com Jampal! Algo que só a minha prova futura será capaz de descrever. Este é o resultado de insistência, tenacidade ao ponto das cepas serem certificadas! De acordo com o seu lema,Eu não quero fazer muito vinho, quero fazer bom vinho“. Temos de concordar.

Vinhas

 

Além desta casta, existe a Castelão, Touriga Nacional, Aragonez e um pouco de Syrah, sendo que o seu tinto de reserva surpreende pela intensidade e concentração, tendo em conta a extrema proximidade da costa marítima. O seu enólogo, Engº Ricardo Noronha, fez aqui um trabalho de calibre.

Manz33

Os quatro principais destinos de exportação são a Polónia, a Dinamarca, Singapura e o Brasil.

Alguns prémios

A própria vila tinha há pouco mais de meio século uma grande tradição em cultivo de vinhas para uvas de vinho, atividade entretanto abandonada, onde segundo consta haviam perto de meia centena de lagares!

UM VÍDEO MUITO ILUSTRATIVO!

A pouco mais de 20 minutos de Lisboa, a Manzwine oferece aos amantes da área uma experiência única e completa, não existindo nada igual tão perto da capital.

O primeiro investimento começou no Largo da Praça: a Antiga Escola Primária, outrora abandonada, é agora o Lugar do Vinho, a adega que centraliza toda a produção de Jampal. Também o Lagar Antigo acolhe a loja da Manzwine, numa exposição permanente de artefactos de outros tempos a que os locais apelidaram de Museu. O espaço é aberto ao público, todos os dias, regado com provas de vinhos previamente agendadas e visitas às vinhas e Ponte Romana, precursora do logótipo da marca.

manz


 

2 Comentários

  1. Fica aqui os nossos agradecimentos a belo trabalho do autor Jorge Cipriano.

  2. Bela história da Manz Wine! Vinhos maravilhosos que o Raul apresentou pra mim e meus amigos do VEA (Vinho Entre Amigos) no Brasil.

Deixe o seu comentário