Vinhos Wines

Viajar Pelos Vinhos Franceses Com Paulo Laureano e o o LIDL

Sem título
O evento teve lugar no Hotal Ritz Four Seasons, durante o qual se realizou um jantar com a presença do enólogo, Engº Paulo Laureano, para o qual o Clube de Vinhos Portugueses e eu próprio me fiz representar.
O evento teve lugar no Hotal Ritz Four Seasons, durante o qual se realizou um jantar com a presença do enólogo, Engº Paulo Laureano, para o qual o Clube de Vinhos Portugueses e eu próprio me fiz representar.
Eu com o Engº Paulo Laureano e o Chef Hernâni Ermida Claro que sendo esta uma página dedicada a vinhos portugueses, será sempre o espírito de divulgar acima de tudo o que se produz no nosso país, como é óbvio. Provando o que se faz além-fronteiras é igualmente uma forma de valorizarmos o que produzimos e muito bem cá dentro. Faço minhas as palavras do Engº Paulo Laureano segundo o qual "Os vinhos franceses não são melhores nem piores que os portugueses, mas diferentes".
Eu com o Engº Paulo Laureano e o Chef Hernâni Ermida
Claro que sendo esta uma página dedicada a vinhos portugueses, será sempre o espírito de divulgar acima de tudo o que se produz no nosso país, como é óbvio. Provando o que se faz além-fronteiras é igualmente uma forma de valorizarmos o que produzimos e muito bem cá dentro. Faço minhas as palavras do Engº Paulo Laureano segundo o qual “Os vinhos franceses não são melhores nem piores que os portugueses, mas diferentes”.

Contudo, devemos sempre ter um espírito aberto e estar conscientes que no estrangeiro também se produzem vinhos fabulosos, como os que tive ocasião de provar durante este jantar. Os vinhos estão a partir de hoje à venda nas Lojas LIDL.

De acordo com a cadeia, " Escolher e provar um vinho é sempre um momento especial, tanto para um conhecedor como para um simples apreciador do néctar dos deuses. Ao saboreá-lo revelam-se verdadeiros tesouros olfativos e gustativos, nesta viagem sensorial. Criando mais uma oportunidade para os seus clientes viajarem sem sair de casa, a marca Lidl disponibiliza nas suas lojas, a partir de dia 2 de outubro, uma seleção de requintados Vinhos Franceses. Desta feita, a viagem faz-se pelas vinhas de França através das sensações proporcionadas pela degustação de 24 referências disponíveis. O vinho francês destaca-se dos demais pela sua qualidade, excelência e variedade registada pelas dezenas de regiões vitivinícolas francesas. A grande variedade de climas e características geográficas em França cria um enorme conjunto de diferentes zonas (denominadas terroirs) para a produção de vinho. São estes terroirs diferenciados que, à semelhança de outros países produtores de vinho, conferem aos vinhos franceses as diferentes ‘personalidades’. Assim, surge uma imensidão de vinhos tendo cada um o seu próprio aroma, sabor e cor."
De acordo com a cadeia, ” Escolher e provar um vinho é sempre um momento especial, tanto para um conhecedor como para um simples apreciador do néctar dos deuses. Ao saboreá-lo revelam-se verdadeiros tesouros olfativos e gustativos, nesta viagem sensorial. Criando mais uma oportunidade para os seus clientes viajarem sem sair de casa, a marca Lidl disponibiliza nas suas lojas, a partir de dia 2 de outubro, uma seleção de requintados Vinhos Franceses. Desta feita, a viagem faz-se pelas vinhas de França através das sensações proporcionadas pela degustação de 24 referências disponíveis.
O vinho francês destaca-se dos demais pela sua qualidade, excelência e variedade registada pelas dezenas de regiões vitivinícolas francesas. A grande variedade de climas e características geográficas em França cria um enorme conjunto de diferentes zonas (denominadas terroirs) para a produção de vinho. São estes terroirs diferenciados que, à semelhança de outros países produtores de vinho, conferem aos vinhos franceses as diferentes ‘personalidades’. Assim, surge uma imensidão de vinhos tendo cada um o seu próprio aroma, sabor e cor.”

O MENU QUE FOI SERVIDO DURANTE O JANTAR E HARMONIZAÇÕES

 ENTRADA
 PEIXE
 CARNE
 SOBREMESA
A apreciação de Paulo Laureano Paulo Laureano, conceituado enólogo português e uma referência dos vinhos no Alentejo,  realça especiais características nestes dois últimos: No Bordeaux Saint-Émilion Grand Cru AOP Château Vieux Labarthe tinto, enaltece  os ‘tons rubis com algum acastanhamento, aroma com notas de especiaria, frutos  vermelhos e chocolate amargo e tabaco’. Igualmente como ‘na boca surge elegante,  fresco, com taninos evidentes que marcam a persistência final. Já no Rhône Côtes du Rhône AOP Fruité tinto, realça a ‘cor granada viva’ e os ‘aromas  de frutos vermelhos, cassis e alguma cereja madura’. Bem como na boca ficam ‘notas de  frescura e irreverência, a convidar a um complemento gastronómico mais delicado.’
A apreciação de Paulo Laureano
Paulo Laureano, conceituado enólogo português e uma referência dos vinhos no Alentejo,
realça especiais características nestes dois últimos:
No Bordeaux Saint-Émilion Grand Cru AOP Château Vieux Labarthe tinto, enaltece
os ‘tons rubis com algum acastanhamento, aroma com notas de especiaria, frutos
vermelhos e chocolate amargo e tabaco’. Igualmente como ‘na boca surge elegante,
fresco, com taninos evidentes que marcam a persistência final.
Já no Rhône Côtes du Rhône AOP Fruité tinto, realça a ‘cor granada viva’ e os ‘aromas
de frutos vermelhos, cassis e alguma cereja madura’. Bem como na boca ficam ‘notas de
frescura e irreverência, a convidar a um complemento gastronómico mais delicado.’

Deixe o seu comentário