Eventos Vinhos Wines

III Palestras de Outono da APE em Borba

Em Borba

LOGO TINTA RORIZ

É a mesma casta que a espanhola Tempranillo. A Tinta Roriz é muito fina e de extraordinária qualidade, por isso está presente em dois vinhos lendários produzidos na Península Ibérica: o português Barca Velha e o espanhol Vega Sicilia. Esta uva também tem sido cultivada há séculos no Alentejo, mas com o nome de Aragonês. Em bons anos produz vinhos encorpados, escuros e muito aromáticos. Tem aromas finos e delicados, de pimenta e uvas. A casta Aragonês tem alto rendimento e é indispensável para o lote de um bom Vinho do Porto. Vinhos tintos variados também mostram bons resultados, especialmente na região do Dão, enquanto os melhores lotes do Alentejo geralmente correspondem a vinhos com amplas percentagens de Tinta Roriz, tal como os tintos secos do Douro.
É a mesma casta que a espanhola Tempranillo. A Tinta Roriz é muito fina e de extraordinária qualidade, por isso está presente em dois vinhos lendários produzidos na Península Ibérica: o português Barca Velha e o espanhol Vega Sicilia. Esta uva também tem sido cultivada há séculos no Alentejo, mas com o nome de Aragonês. Em bons anos produz vinhos encorpados, escuros e muito aromáticos. Tem aromas finos e delicados, de pimenta e uvas. A casta Aragonês tem alto rendimento e é indispensável para o lote de um bom Vinho do Porto. Vinhos tintos variados também mostram bons resultados, especialmente na região do Dão, enquanto os melhores lotes do Alentejo geralmente correspondem a vinhos com amplas percentagens de Tinta Roriz, tal como os tintos secos do Douro.

Adira ao evento AQUI.

Diferenças de Tinta Roriz entre duas regiões
Em Trás-os-Montes Douro
Casta de porte erecto, vigor médio e de produtividade média/alta, é sensível ao míldio e ao oídio e pouco sensível à podridão cinzenta. Muito representativa no Douro é igualmente importante e expandida a nível peninsular de Norte a Sul, estando em todas as regiões.
Apresenta folha adulta de tamanho médio, de forma pentagonal, com mais de sete lóbulos. A sua cor é verde médio. O perfil é irregular, de médio empolamento e o limbo ligeiramente enrugado, com ondulação generalizada. Os dentes são longos rectilíneos e convexos. O seio pecíolar com lóbulos sobrepostos e com a base em U. Natureza dos solos – vigor médio a elevado.
O cacho é de tamanho médio e aberto, com bago pequeno, uniforme, de forma arredondada, cor negro-azul, com película medianamente espessa a espessa, polpa não corada, rija e pouco suculenta, com sabor indefinido. Cacho – tamanho médio a grande. Cónico. Bago de tamanho médio. Película grossa – resistência a temperaturas elevadas.
Casta de maturação média. Condução em cordão bilateral.
Os mostos possuem um potencial alcoólico e uma acidez médios. Maturação precoce. Exposição a Sul ou a nascente.
Os vinhos apresentam uma intensidade de cor média (rubi), aroma de frutos vermelhos/silvestres e algo herbáceo. Possui uma estrutura/potencial de envelhecimento médio. Evitar solos profundos e húmidos – produções demasiado elevadas e maturações irregulares e incompletas.
A análise sensorial revela um potencial de qualidade regular/bom. Menor produção – mais grau – maior índice de polifenóis – maior qualidade

 

Deixe o seu comentário