PORTUGAL E O VINHO PORTUGAL VÍNICO Rotas Roteiros Turismo Vinhos Wines

Antigos lagares romanos são uma preciosidade na zona de Pinhel

Antigos lagares romanos são uma preciosidade na zona de Pinhel2

Antigos lagares romanos são uma preciosidade na zona de Pinhel

Antigos lagares romanos são uma preciosidade na zona de Pinhel, mais concretamente situados na Aldeia de Freixedas.

Os romanos deixaram no nosso território um legado e espólio valiosíssimos.

Deixaram inclusivamente dados sobre terroir: o clima, os solos, as castas e muito mais.

Pinhel
Romanos, um legado, um passado

Destes dados que ficaram registados por escrito, serviram-se os monges de Císter que cá se instalaram.

Antigos lagares romanos são uma preciosidade na zona de Pinhel e foram todos construídos em granito.

Temos na língua portuguesa o verbo calcar.

A palavra deriva do latim Calcatorium, que significava pisar uvas.

Descrição

O Lagar das Freixedas é um Monumento Nacional catalogado no IPPAR !

Antigos lagares romanos são uma preciosidade na zona de Pinhel4
Lagares únicos que são escavados em rocha granítica !!!

Lagar romano, constituído por duas cavidades escavadas na rocha.

Apresenta grandes dimensões, sobretudo por comparação com outros exemplares existentes no concelho; cavidades com dimensões desiguais.

Na prática são dois tanques, um de planta rectangular e outro de planta quadrada.

Lagar das Freixedas
Lagar das Freixedas

Escavados em afloramento rochoso granítico e comunicantes entre si por um orifício circular.

  • A cavidade de maior dimensão tem 197 cm. por 150 cm. e 43 cm. de altura.
  • A cavidade de menor dimensão tem 103 cm. por 103 cm. e 52 cm. de altura.

É algo parecido com o que encontramos nos aquedutos, que permitia transportar líquidos em zonas a subir, o sifão invertido!!!

Tal como vem na capa de apresentação deste artigo.

Lagares Romanos em Pinhel

O vinho foi, para as sociedades clássicas e em especial para os romanos, um produto de grande significado económico e social.

Antigos lagares romanos são uma preciosidade na zona de Pinhel e demonstram isso mesmo.

E um pouco por todo o nosso território temos estes vestígios da passagem da Civilização Romana.

Uma velha prensa de vara romana
Uma velha prensa de vara romana

Especialmente lagares, Cellas, e muitas outras estruturas por eles deixadas.

Pinhel, é a zona da Beira Interior onde os elementos arqueológicosrelacionados com a produção do vinho são mais abundantes.

E o denominador comum em todos são os lagares escavados na rocha!

Lagares construídos ao lado de sepulturas
Lagares construídos ao lado de sepulturas

Nem todos os lagares são da Era Romana e de transformação de uvas em vinho; tem também de azeites.

Funcionamento dos lagares

Normalmente, este tipo de lagar era uma estrutura muito simples com três elementos básicos.

  • Um depósito de dimensões variáveis onde se esmagavam as uvas
  • Uma pia para onde escorria o mosto
  • Um canal de ligação entre os dois recipientes, desnivelados para levar líquido para zonas de altura superior.
Lagar escavado em Rocha na Senhora da Ajuda
Lagar escavado em Rocha na Senhora da Ajuda

Agora sempre que beber um vinho da sub-região de Pinhel bebe também esta história.

Vinho é Património !!!

Autoria das fotos: Miguel Castelo 

8 Comentários

  1. Parabens excellente materia.Sou uma apaixonada por vinhos portugueses.

    1. Boa noite, José Simas. ficamos muito satisfeitos por chegar a zonas remotas como os Estados Unidos e sabermos que prestamos também um serviço à diáspora portuguesa espalhada em todo o mundo. Nós da nossa parte mostramos o que melhor temos e o orgulho de sermos portugueses. Bem haja pelo seu comentário. Jorge Cipriano

  2. um leg ado bonito dos antigos que nos deixam um percurso para nos continuar

    1. Boa noite, Ricardo Correia. Sem dúvida. Cada povo ou civilização que se estabeleceu no nosso território deixou sempre algo mais. Cumprimentos. Jorge Cipriano

    1. Nós é que agradecemos. Afinal de contas todos os que por cá passaram sempre foram deixando alguma coisa. Boa noite. Jorge cipriano.

Deixe o seu comentário