Segredos Vinhos Wines

Sete razões pelas quais os vinhos são como as mulheres

mscv4

Sete razões pelas quais os vinhos são como as mulheres

Para chegarmos às sete razões pelas quais os vinhos são como as mulheres, teremos naturalmente que partir de pressupostos.

Pressupostos que diferem de preconceitos.

Após no Clube de Vinhos Portugueses termos provado o Herdade do Rocim Clay Aged Tinto 2015, apeteceu-nos afirmar:

Este vinho foi o melhor deste ano, fez-me lembrar a minha esposa ou até a minha mãe“.

mscm

Algo semelhante nos lembrou, sendo que a frase em cima representa um pensamento em metáfora.

Claro que anda muito próximo.

Contudo são sete hilariantes similaridades ou precisamente sete razões pelas quais os vinhos são como as mulheres.

1ª razão: Na hora da escolha pensamos: tantas garrafas, mas qual escolher ?

Tal e qual como em casa queremos sair e a nossa esposa term uma coleção de sapatos interminável assim como um volumoso guarda-roupa.

As variedades são sempre muitas o que dificulta opções e escolhas.

1077

À semelhança da situação anterior, também nos deparamos com o dilema numa garrafeira composta.

Tantos estilos e tantos tipos de vinhos que por vezes são difíceis escolher.

A escolha recairá num vinho sexy e barato ?

2ª razão: as melhores “peças” são sempre escolhidas

Tal como no amor, nos vinhos vale sempre esperar a vida inteira para beber o vinho da nossa vida !

O melhor vinho para nós há anos que está pré-concebido e procuramo-lo afincadamente.

O mercado do vinho é dos mais heterogéneos; dir-se-ia muito mais que qualquer sapataria ou boutique de roupas.

mscv2

E os vinhos mais conhecidos e populares, também se tornam sempre mais escassos.

Talvez uma lista de espera resolva; tipo a última bolacha do pacote.

Tem inúmeros lotes com menos de 2000 garrafas e é por esses vinhos excecionais que vale a pena esperar.

Temos a segunda das sete razões pelas quais os vinhos são como as mulheres.

3ª razão: vinhos que nos custam um braço e uma perna !

Este mundo dos vinhos poderá eventualmente requerer um enorme investimento.

Podemos ir de garrafas a custar 3,50€ até outras que poderão custar milhares de euros !

Contudo o consumidor poderá ficar certo, vinhos obtidos em anos excecionais de colheita poderão ter o benefício de valorizarem muito mais que o ouro.

mscv12

Há quem pense que vinhos muito caros foram com certeza premiados ou têm uma qualidade extreme.

Umas vezes é assim; preços elevados conduzem efetivamente, sem generalizar, a enormes vinhos.

Uvas de enorme qualidade são muito caras, como os casos da Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet ou Touriga Nacional.

Uma garrafa destas uvas poderá custar mais que elaboradas com uvas mais produtivas e mais fáceis de produzir.

As barricas novas de carvalho também podem contribuir para preços elevados.

Vinhos tintos ou brancos são complexos com madeira dão estrutura ! A sua origem altera significativamente o perfil sensorial

Tem barricas que poderão custar mais de 4000€.

Uma barrica por sua vez poderá originar aproximadamente 340 garrafas, o que dá perto de 13,75€ de custo unitário.

E se a garrafa tem boa rolha de cortiça e um rótulo muito trabalhado, conte com mais 3€.

4ª razão: algumas mulheres tal como o vinho do Porto melhoram com a idade ?

Será um paradigma ? Claro que estamos a aumentar esta realidade.
Mas é bom pensar-se assim durante uns anos.

Encontramos uma cativante garrafa de vinho de excelente ano de colheita, escolhemo-la e guardamo-la.

Tal como quando “escolhemos” ou somos “escolhidos” pela mulher da nossa vida e em princípio os anos melhoram a relação.

Ou então farta-se tudo e vai-se o amor por água abaixo, isto vigiando as estatísticas.

mscv6

Em vinhos de idade avançada, suponhamos uma caixa de 6 tintos com 30 anos.

É impossível garantir que 100% dessas 6 garrafas da caixa tenham melhorado e até estejam ainda em condições de serem bebidas.

Na altura de consumo e se não esperarmos o tempo necessário de abertura poderão tornar-se ásperos e meio estranhos.

mscv7

Só horas de abertura poderão levar-nos a concluir se valeu a pena tal espera.

Sete é um número filosófico e são sete razões pelas quais os vinhos são como as mulheres.

5ª razão: Boas garrafas preferem casas de guarda boas e estáveis

Tal como as garrafas de vinho as senhoras adoram aninhar-se a um bom canto; nem sempre a ver novelas.

O vinho não gosta muito de ser tocado, mexido, assediado, sobre-aquecido, congelado ou deixado de lado sem ser apreciado.

O envelhecimento a longo prazo requer máximo cuidado e é com frequência que a sua abertura é deixada com profissionais altamente treinados.

mscv8

Mesmo para um convívio social, a sua abertura e serviço necessitam de elevada técnica e habilidade para a tarefa.

Até uma garrafa de espumante é possível e deve ser aberta com elegância e sem muito barulho.

6ª razão: Vinhos exóticos são intimidantes, mas nacionais por vezes são menos emocionantes

A maioria dos países produtores de vinho têm muito menos riqueza genética em termos de castas que Portugal.

Isto cria enorme uniformização e monotonia de estilos, o que origina para os nativos menos expetativa, porque sabem o que irão encontrar ao abrir uma garrafa.

Portugal é diferente e ao olhar dos estrangeiros, cada cantinho é exótico, é algo diferente, técnicas por vezes com apenas horas de diferença em maturação.

mscv16

Uma formulação varietal com oscilações de castas no blend.

Assim, os consumidores procuram o que já conhecem e gostam.
A maioria dos enófilos começa com vinhos nacionais e aí normalmente reside a sua lealdade.

7ª razão: Os gostos evoluem à medida que crescemos.

À medida que exploramos e procuramos novos vinhos os nossos gostos evoluem e nasce a paixão pelo vinho.

Procura-se a descoberta e a surpresa.

Podemos ter por exemplo um vinho elaborado com Touriga Nacional, contudo a casta branca Fernão Pires poder-nos-á desafiar mais os nossos sentidos e até levar a que adoremos esta mesma casta.

mscv14

Trata-se duma ínfima parte da jornada que percorremos na degustação de vinhos.

Ou teremos néctares favoritos ou até gostos que poderão oscilar com o passar dos anos.

Corolário: Tal como o amor, o vinho é extraordinário para a nossa saúde !

É bom para a nossa felicidade, que conduz à produção de endorfinas que estimulam a nossa auto-confiança.

As antocianinas no vinho têm porventura uma maior contribuição para estes benefícios.

Vinho bebido com moderação reduz o stress, especialmente depois de intensos e longos dias de trabalho.

mulher2

Contudo evite sempre exagerar.

“Too much love can kill you !”

Leve o tempo que quiser com vinho num bom copo.

Aprecie todo o detalhe e toda a pequena expressão que o néctar lhe comunica.

Beba sempre um bom vinho e varie o mais possível nos seus gostos.

 

 

1 Comentário

Deixe o seu comentário