Vinho Verde Vinhos Wines

Região Demarcada Dos Vinhos Verdes – Clima e Relevo; Geologia e Solos

Comissao Vinhos Verdes 025
Clima e Relevo
Clima e Relevo

O clima da região é fortemente condicionado pelas características orográficas e pela organização da rede fluvial referida atrás. O aspecto mais marcante é o regime anual de chuvas, que se caracteriza por totais anuais bastante elevados – em média 1500 mm – e uma distribuição irregular ao longo do ano concentrada no Inverno e na Primavera.

Comissao Vinhos Verdes 025

Por outro lado, a temperatura do ar evolue ao longo do ano em simetria com a precipitação. Isto é, as temperaturas mais altas coincidem, durante o ano, com as precipitações mais baixas – final da Primavera e Verão quentes e secos – e as temperaturas mais baixas com as precipitações mais altas – Invernos frios e chuvosos.

big_vinhosverdes_relevo

Relativamente à temperatura média anual e às médias das máximas e médias das mínimas, pode dizer-se não serem estas excessivas, o que traduz um regime de clima ameno.

JURI CVRVV 2005 07 07 002

Quanto ao relevo, a região apresenta-se com uma topografia bastante irregular, sendo recortada por uma densa rede de vales associada à já referida rede fluvial, aspecto que se acentua do litoral para o interior.

Comissao Vinhos Verdes 074

SEPARADOR

Geologia e Solos
Geologia e Solos

A maior parte da região assenta em formações graníticas, constituindo excepções duas estreitas faixas que a atravessam no sentido NW-SE, uma do silúrico, onde aparecem formações carboníferas e de lousa, e outra de xistos do arcaico.

Geologia e Solos

O solo tem, na maior parte da região, origem na desagregação do granito. Caracteriza-se, regra geral, por apresentar pouca profundidade, texturas predominantemente arenosas a franco-arenosas (ligeiras), acidez naturalmente elevada e pobreza em fósforo.

Geologia e Solos2

Os níveis de fertilidade são naturalmente baixos, como facilmente se depreende das características apontadas acima. No entanto, dada a natureza dos sistemas agrários praticados desde tempos recuados na região, os solos apresentam uma fertilidade adquirida considerável, que permitiu durante séculos suportar as mais altas densidades populacionais do país. O segredo desta fertilidade pode resumir-se a dois principais tipos de intervenções do homem nas condições naturais: o controlo do relevo pela construção de socalcos e as incorporações intensivas e persistentes de matéria orgânica no solo.

Geologia e Solos3

Deixe o seu comentário