Ribatejo Vinhos Vinhos do Tejo Wines

Notícia: 1º VINHO PORTUGUÊS 100% VEGAN É DA REGIÃO TEJO

O ‘Maximo’S 2012 branco’ é o primeiro vinho português 100% vegan – sem qualquer vestígio animal -  que acaba de ser colocado à venda no mercado pelo produtor da região vitivinícola do Tejo, Alveirão Sociedade Agrícola do Vale Godinho.

AUMENTO DA PROCURA DESTE PRODUTO É UMA TENDÊNCIA A PRAZO – CVR TEJO

O ‘Maximo’S 2012 branco’ é o primeiro vinho português 100% vegan – sem qualquer vestígio animal -  que acaba de ser colocado à venda no mercado pelo produtor da região vitivinícola do Tejo, Alveirão Sociedade Agrícola do Vale Godinho.
O ‘Maximo’S 2012 branco’ é o primeiro vinho português 100% vegan – sem qualquer vestígio animal – que acaba de ser colocado à venda no mercado pelo produtor da região vitivinícola do Tejo, Alveirão Sociedade Agrícola do Vale Godinho.

 

Para além de não ter vestígios de produtos animais, este vinho é produzido a partir de uma vinha biológica e com todas as técnicas necessárias para ser totalmente vegan, como, por exemplo, uma filtragem exclusivamente mineral.

 O vinho destina-se, sobretudo, ao mercado externo, com destaque para a Áustria, Alemanha e Holanda, onde a procura deste tipo de produto é mais intensa, mas vai estar, também, disponível em Portugal, em supermercados biológicos.

Ao todo vão ser colocadas no mercado cerca de 8 mil garrafas, sendo que o preço por unidade se manteve inalterado face ao que já era praticado, ou seja, €8.50 a garrafa.

 “O lançamento deste vinho é um marco para a região do Tejo, que tem demonstrado não só primar pela qualidade dos vinhos que produz, mas também, por uma aproximação a todas as exigências do mercado, mesmo aquelas que, para já, se apresentam como nicho”, refere João Silvestre, diretor geral da Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo).

O ‘Maximo’S 2012 branco’ é um vinho que já estava a ser pensado há bastante tempo, uma vez que, segundo as estatísticas europeias, embora apenas 0,7% da população se assuma como vegan, 70% questiona sobre a existência deste tipo de produtos. 

De acordo com João Silvestre, a adoção de medidas e de normas para regular os vinhos vegan em países tão diversos como os EUA, Chile, Austrália ou África do Sul só vem confirmar as tendências de mercado que mostram que, no curto prazo, a procura de produtos isentos de substâncias animais vai aumentar em todo mundo.

Deixe o seu comentário