Alentejo Turismo Vinhos Wines

ERVIDEIRA – Caminhos da Aventura!

LOGO ERVID
Ervideira Sociedade Agricola Lda. Herdadinha - Vendinha | 7200-042 Reguengos de Monsaraz T.(+351) 266 950 010 F.(+ 351) 266 950 011
Ervideira Sociedade Agricola Lda.
Herdadinha – Vendinha | 7200-042 Reguengos de Monsaraz
T.(+351) 266 950 010
F.(+ 351) 266 950 011

A Ervideira é composta por duas herdades: Herdade do Monte da Ribeira, na zona da Vidigueira e pela Herdadinha, situada em Reguengos, mais concretamente na vendinha.

Ao todo são 160 hectáres repartidos por 110ha na Vidigueira e 50ha em Reguengos.

Um século e meio marca a existência da Ervideira. A família dos Condes da Ervideira, da qual Duarte Leal da Costa é descendente direto, receberam o seu título do Rei D. Carlos I, devido ao cariz extremamente social que sempre pautou o projeto, como agricultores bem sucedidos. A produção de vinhos iniciou-se em 1880! Garrafas estas que permamencem em excelente estado, símbolo do legado muito bem tratado que os atuais proprietários receberam em suas mãos.

a administração da Ervideira é assegurada por Dona Maria Isabel, a matriarca da família, e pelos seus seis filhos, sendo Duarte Leal da Costa o director executivo. A direcção enológica é da responsabilidade de Nelson Rolo.” (Fonte: Ervideira)

Diretor, Duarte Leal da Costa
Diretor, Duarte Leal da Costa

A paixão e total conhecimento com que o seu diretor, Duarte Leal da Costa, deixa antever que estamos perante um produtor pleno de tudo o que se pretende quando se abraçam projetos desta envergadura.

Os vinhos, na sua maioria são de excelência e tal ficou comprovado na visita hoje efetuada, onde principalmente ficou patente a arte de bem receber, que de forma alguma se limita a quem dirige.

ALGUM DO PORTEFÓLIO

O enólogo, Engº Nélson Rolo foi sempre alguém pronto a esclarecer os perfis dos vinhos entretanto servidos. Contudo toda a equipa, incluindo na Wine Shop visitada em Monsaraz, mostrou uma máquina bem oleada e de objetivos bem definidos. Tratar quem se dirige como visitante, logo alguém a que merece todo o bom acolhimento, em vez do simples turista, onde muitas vezes se revelam visões mercantilistas a quem tudo se quer vender.

Primeiro foi dado o desafio, em plena Wine Shop da Adega da Ervideira, em que se tentou descobrir o vinho que era o mesmo em dois copos absolutamente diferentes. Como já foi referido nesta página, os copos são uma componente muito importante, quer da prova, quer de quem bebe. No sabor pareciam dois vinhos diferentes, quando na realidade era o mesmo vinho, no caso, um Vinha da Ervideira Rosé!

DSC00986
O outro desafio foi uma prova cega com 4 garrafas de rótulo tapado, as quais foram provadas posteriormente na Ervideira Wine Shop em Monsaraz. Este é o desafio que é colocado a quem visita. Para Duarte Leal da Costa é um convite à descoberta do consumidor! E foi.

O Menu foi preparado pelo Chef Luís Leitão, com os pratos que se apresentam.

Showcooking com Chef Luís Leitão FOTO: Elias Macovela
Showcooking com Chef Luís Leitão
FOTO: Elias Macovela

A Ervideira até neste campo é uma verdadeira descoberta de sabores.

PRATOS

O Diretor, Duarte Leal da Costa, falou em números das Ervideira Wine Shop e são 3: Na Adega, em Monsaraz e em Évora. Empregam 5 pessoas, e no primeiro trimestre faturou perto de 200.000€. Algo assinalável e prova da boa estratégia comercial. Pensa-se lá em expandir em rede de lojas instaladas em outros locais.“As vendas das Wine Shop Ervideira têm crescido de forma sustentável ao longo dos últimos anos. Este arranque de 2015, com um aumento de mais de 50% face ao período homólogo, é um sinal positivo que demonstra a viabilidade deste projeto e vem reforçar a nossa vontade em continuar a apostar em mais lojas próprias, noutras zonas do país.”, afirma.

Ervideira estabelece princípio de pronto pagamento – 85% dos fornecedores já aderiram

Uma situação de assinalar e que mostra bem a postura da família que gere a Ervideira perante a economia.
A Ervideira estabeleceu como princípio de relação com os seus fornecedores um regime de pronto pagamento. Este regime, instituído pela empresa no início do ano, prevê a concretização de pagamentos num prazo máximo de oito dias a contar desde a data de emissão da fatura.
No final do 1º trimestre, a Ervideira afirma que 85% dos seus fornecedores já aderiram a esta forma de pagamento. Segundo Duarte Leal da Costa, Diretor Executivo da Ervideira, “esta iniciativa pretende instituir uma postura de rigor, seriedade e cumprimento no mercado, quer por parte dos fornecedores, quer por parte da Ervideira. Consideramos que, nos dias que correm, operarmos no mercado com uma atitude de transparência, ética e respeito pelo trabalho dos nossos fornecedores, é algo cada vez mais importante”.

Deixe o seu comentário