Vinhos Wines

A ciência dos Aromas do vinho – Botrytis: Mel e gengibre

Botrytis
Botrytis
Botrytis

 

Botrytis Cinerea ou podridão nobre é um tipo de fungo que “come” frutos e legumes maduros.
Encontra-se por exemplo numa caixa com morangos maduros. Apesar de se conotado com frutos frescos, este fungo adiciona riqueza e uma profusão de aromas complexos e fantásticos a vinhos de sobremesa.

Os aromas poderão ser mel, gengibre, marmelada ou camomila.

Exemplos:

 

 

Ver ainda (clique nos links para mais informação)
Vegetais e herbáceos
A ciência dos Aromas do vinho – Introdução
A ciência dos Aromas do vinho – Frutos, Florais, Vegetais
A ciência dos Aromas do vinho – Herbáceas, Rosas e alfazema
A ciência dos Aromas do vinho – Frutos agri-doces – Tióis
Terrosos e minerais
A ciência dos Aromas do vinho – Sabores Terrosos e minerais
A ciência dos Aromas do vinho – Balsâmicos e salinos
A ciência dos Aromas do vinho – Leveduras Brettanomyces: alhos e bacon
A ciência dos Aromas do vinho – Geosmina: Terroso e cogumelos
Especiarias
A ciência dos Aromas do vinho – Especiarias – Rotundona:Pimenta em grão
A ciência dos Aromas do vinho – Lactonas: Baunilha e côco
A ciência dos Aromas do vinho – Tióis: Notas fumadas e chocolate

 

 

Deixe o seu comentário