PORTUGAL VÍNICO Roteiros Turismo Vinhos Wines

Alto Douro Vinhateiro – Património Mundial

logo-patr-mundial

Património Mundial

O Alto Douro Vinhateiro situado no nordeste de Portugal é possuidor de uma paisagem única, com beleza singular que apresenta características ímpares.

alto-douro-vinhateiro-patrimonio-mundial-21

Relevo e solo

Desde um solo xistoso e acidentado com grandes diferenciações altimétricas, associado a características climatéricas e morfológicas agregados à construção de pequenos templos e capelas em locais de culto, confere-lhe cenários paisagísticos surpreendentes.

alto-douro-vinhateiro-patrimonio-mundial-13

Cultura

Aliado à sua identidade paisagística é de referenciar a identidade cultural social e económica da região onde predomina com maior intensidade a cultura da vinha, ao mesmo tempo, detentora de diferentes formas e técnicas de plantio que foram evoluindo ao longo dos tempos.

alto-douro-vinhateiro-patrimonio-mundial-23

UNESCO

Em Dezembro de 2001, o ADV, ou mais propriamente 13 concelhos da região, foram classificados pela UNESCO como Património da Humanidade, seguindo determinados critérios:

  • A região do Alto Douro ser produtora de vinho á quase 200 anos sendo a sua paisagem moldada á atividade humana.
  • As características da paisagem do Alto Douro são representativas das atividades relacionadas com a vitivinicultura, desde as suas aldeias vinhateiras, ás capelas e igrejas.
  • A paisagem cultural do Alto Douro é um maravilhoso exemplo da produção de vinho da região, refletindo a evolução da atividade humana ao longo do tempo.

mapa-3

Área Geográfica

Os 13 concelhos que abrangem a zona distinguida pela UNESCO são:

Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Lamego, Mesão Frio, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, São João da Pesqueira, Tabuaço, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Vila Real.

alto-douro-vinhateiro-patrimonio-mundial-3

Estendendo-se ao longo das encostas do rio Douro e dos seus afluentes, Varosa, Corgo, Távora, Torto e Pinhão.

alto-douro-vinhateiro-patrimonio-mundial-12

De acordo com António Barreto, “No Douro os homens desfizeram a pedra, fabricaram a terra, levantaram muros, construíram milhares de quilómetros de socalcos, serra acima, vale adentro,…,

saltaram os rios, procuraram água e marcaram sítios para viver. Plantaram, enxertaram, podaram as vides, colheram as uvas, pisaram, trasfegaram, transportaram, fizeram o vinho(…).

E o vinho fez uma região, fez os solares, as quintas e os casebres. Fez os lagares e os cardenhos; as pipas e os rabelos; os ricos e os pobres. Nada de importante, no Douro, é independente do vinho.

alto-douro-vinhateiro-patrimonio-mundial-14


Deixe o seu comentário