Menus Completos Vinhos

VINHOS DO ALENTEJO E GASTRONOMIA ALENTEJANA

PRATOS APRESENTADOS:

SOPAS: Sopa de Beldroegas com Queijinhos e Ovos, Sopa de Cação e Sopa de Espargos Bravos;

PEIXE: Migas de Bacalhau Alentejanas, Cação de Coentrada e Achigãs Assados no Forno com Batatas;

CARNE: Borreguinhos de Azeite, Coelho em Vinha d’Alho e Migas com Carne à Alentejana;

DOCES E SOBREMESAS: Sericá ou Sericaia, e Sopa Dourada.

———————————————————————————————-

Sopa de Beldroegas com Queijinhos e Ovos

 

Ingredientes:
Para 4 pessoas
2 molhos de beldroegas ;
2 cebolas ;
500 g de batatas ;
1,5 dl de azeite ;
1 cabeça de alhos ;
500 g de pão caseiro ou de 2ª ;
4 ovos ;
2 queijinhos frescos
 

 
Confecção:

Preparam-se as beldroegas aproveitando apenas as folhas. Os molhos devem ser grandes. Cortam-se as cebolas ás rodelas e alouram-se com o azeite. Juntam-se as folhas de beldroegas lavadas e deixam-se refogar muito bem mexendo com uma colher de pau. Regam-se com cerca de 2 litros de água e deixa-se levantar fervura. Retiram-se as peles brancas à cabeça dos alhos, que se introduz inteira (sem retirar a pele roxa de cada dente de alho) na panela com o caldo a ferver. Juntam-se ainda as batatas cortadas ás rodelas grossas. Tempera-se a sopa de sal e deixa-se cozer. Na altura de servir, introduzem-se no caldo os ovos um a um e deixam-se escalfar. Por fim metem-se na panela os queijinhos cortados aos quartos. Tem-se o pão cortado ás fatias numa terrina e rega-se com o caldo.
À parte servem-se as batatas, os ovos, as beldroegas e os queijinhos.

Variante: Substituem-se os queijinhos frescos por um queijo de leite de ovelha fervido, cortado aos bocados. Na região de Évora, esta sopa não leva cebola, mas uma maior quantidade de alhos inteiros e sem serem pelados.

———————————————————————————————-

Sopa de Cação

 

Composição:
1/2 dl de  azeite
1/2 kg de  cação
1   cebola(s)
1 ramo(s) de  salsa
2 dente(s) de  alho
1 folha(s) de  louro
q.b. de  colorau
q.b. de  pimenta preta
q.b. de  orégãos
q.b. de  coentros
q.b. de  farinha de trigo
q.b. de  sal
q.b. de  vinagre

Preparação:

Num tacho faz-se um pequeno refogado com a cebola, os alhos, a salsa e a folha de louro. Quando estiver refogado, acrescenta-se o colorau, a pimenta e os orégãos. Põe-se água quanto baste e quando estiver a ferver põe-se o cação. Depois de cozido, desfaz-se a farinha em um pouco de água e deita para dentro da sopa para engrossar o caldo. Depois de pronta, deitar o vinagre e os coentros e servir com fatias de pão no prato.

———————————————————————————————-

Sopa de Espargos Bravos


Ingredientes:
Para 4 a 6 pessoas

1 molho grande de espargos bravos

verdes ;
1 molho de coentros ;
2 dentes de alho pequenos ou 1 grande ;
200 g de toucinho ;
200 g de chouriço de carne ;
2 colheres de sopa de vinagre ;
1 colher de sopa de farinha ;
400 g a 500 g de pão duro caseiro ou de

segunda ;
sal

Confecção:

Pisam-se num gral (almofariz) os coentros e os alhos com sal grosso, de modo a obter-se uma papa.
Preparam-se os espargos, cortam-se em bocadinhos e escaldam-se com água a ferver.
Num tacho de barro fritam-se o toucinho cortado ás fatias e o chouriço ás rodelas.

Retiram-se as carnes e no «pingo» que ficou fritam-se os espargos bem escorridos.
Quando estes estiverem bem fritos, junta-se a papa de alhos e coentros e por fim o vinagre. Deixa-se cozer mais um pouco. Rega-se tudo com água (cerca de 3 litros) e a farinha (a colher deve ser bem cheia) dissolvida num pouco de água fria.

Deixa-se cozer tudo durante cerca de 15 minutos ou até a farinha deixar de saber a cru.
Corta-se o pão ás fatias ou aos quadrados para uma terrina e rega-se com a sopa. Abafa-se um pouco e serve-se com as carnes (chouriço e toucinho) à parte.

———————————————————————————————-

Migas de Bacalhau Alentejanas


Composição:

1   pão caseiro
1 dl de  azeite
4 dente(s) de  alho
2 fatia(s) de  toucinho gordo
q.b. de  coentros
q.b. de  sal
q.b. de  pimenta preta
q.b. de  azeitonas

Preparação:

Coza o bacalhau em pouca água e aproveite-a. Limpe o bacalhau de peles e espinhas e lasque-o. Meta o pão a demolhar em água fria. Descasque e pique os dentes de alho. Num tacho leve ao lume o azeite e o toucinho. Quando o toucinho estiver frito retire-o e junte-lhe os alhos picadinhos. Pouco depois junte o pão bem espremido, mexa até se desfazer e vá juntando água de cozer o bacalhau, até que fique na consistência desejada. Mexa bem, tempere de sal e pimenta, junte o bacalhau, deixe aquecer bem e sirva polvilhada de coentros picados e com azeitonas.

Vinho recomendado: Porta da Ravessa Branco 2010;

———————————————————————————————-

Cação de Coentrada


Composição:

1/2 dl de  vinagre
3 colher (sopa) de  vinagre
1 folha(s) de  louro
4 dente(s) de  alho
1   cebola(s)
1 molho(s) de  coentros
3 colher (sopa) de  azeite
1 colher (sopa) de  farinha de trigo
2   gema(s) de ovo
q.b. de  pimenta preta moída
1   limão em sumo
q.b. de  água
Preparação:

1.Comece por pôr o cação de molho em 0,5dl de vinagre, com água, sal e louro durante 2 horas.
2.Ponha a água ao lume a ferver temperada de sal, e quando levantar fervura introduza o cação e deixe cozer 10 minutos.
3.Escorra o peixe, retire-lhe as espinhas, e reserve a água da cozedura.
4.Num tacho, introduza, os alhos e a cebola picados, o azeite e leve ao lume até a cebola estar cozida.
5.Adicione os coentros picados,junte um pouco da água da cozedura do cação, e a farinha dissolvida no restante vinagre. Mexa e deixe cozer em lume brando, até a farinha estar cozida.
6.Vá adicionando, pouco a pouco, a água da cozedura do cação, até perfazer 0,5 Lt de líquido.
7.Defaça as gemas, miture-as com um pouco da coentrada, e junte ao restante liquido, mexendo continuamente.
8.Rectifique de sal, tempere com pimenta, introduza o cação, e assim que levantar fervura, retire do lume, e regue com sumo de limão.
9.Sirva com fatias de pão torrado.

Nota:Delicioso prato tipicamente

Alentejano, pode ser comido como sopa, ou como prato, acompanhado de batata cozida.

Vinho recomendado:  ACR Chardonnay 2010

———————————————————————————————-

Achigãs Assados no Forno com Batatas
Autoria do Chef António Nobre
Hotel da Cartuxa de Évora – Alentejo


1 kg de achigãs
1 kg de batatas
2 cebolas médias
4 dentes de alho
4 tomates limpos
1 molho de salsa pequeno
1 folha de louro
1 dl de azeite
2 dl de vinho branco
q.b. de colorau
q.b. de sal

Preparação:

Tempera-se o peixe com sal umas 4 horas antes.
Descascam-se e cortam-se as batatas em rodelas grossas. Cortam-se as cebolas às rodelas, colocam-se num tabuleiro e regam-se com azeite.
Por cima das cebolas coloca-se o peixe e à volta as batatas e sobre estes o alho picado, tomate, salsa e o louro.
Mistura-se o colorau no vinho e rega-se o peixe e as batatas.
Vai a assar no forno durante cerca de uma hora.
Serve-se acompanhado de uma boa salada.

Vinho recomendado: Vale Barqueiros Branco 2010

———————————————————————————————-

Borreguinhos de Azeite

 

Composição:

1/2   carne de borrego
4 dente(s) de  alho
6 grão(s) de  pimenta em grão
2 dl de  azeite
   sal grosso
Preparação:

O borrego tem de ser de tenra idade.
Faz-se uma papa com os alhos, o sal grosso e a pimenta em grão.
Corta-se o borrego em pequenos pedaços e barra-se com a papa. Deixa-se ficar a descansar durante algumas horas.
Passado o tempo de marinada, colocam-se os bocados de borrego dentro de uma frigideira e regam-se com o azeite. Deixa-se cozer em lume muito brando com a frigideira tapada, sacudindo de vez em quando sem a destapar.
Quando não se sentir líquido, destapa-se.

Se o suco da carne tiver desaparecido e esta se apresentar loura, está pronto a servir.

Vinho recomendado: AC Borba Reserva Tinto 2006

———————————————————————————————-

Coelho em Vinha d’Alho

 

Composição:

1   coelho
100 gr de  pão
2   cebola(s)
3 dente(s) de  alho
2 colher (sopa) de  banha
2 colher (sopa) de  azeite
   sal
2 dl de  vinho branco
Preparação:

Barra-se o coelho com alho e sal.
Fritam-se o pão em fatias e dispõem-se cobrindo o fundo de um tabuleiro. Sobre o pão, coloca-se o coelho, que se cobre com a cebola cortada em rodelas finas. Espalha-se por cima a banha e rega-se com o azeite.
Leva-se ao forno e, quando estiver cozido, retira-se, rega-se com o vinho branco e leva-se de novo ao forno para acabar de cozer.

Vinho recomendado: ACR Reserva Tinto 2007

———————————————————————————————-

Migas com Carne à Alentejana

 

Composição:

800 gr de  pão de trigo
4 dente(s) de  alho
500 gr de  entrecosto
250 gr de  carne de porco
150 gr de  toucinho fumado
3 colher (sopa) de  massa de pimentão

Preparação:

Corte o entrecosto e a carne de porco, de vépera, em cubos e tempere com alho esmagado e a massa de pimentão. No dia seguinte frite o toucinho com as carnes numa caçarola (de preferência que seja de barro). Adicione 1/2 copo de água para não queimar. Retire a carne e coe a gordura que ficou (o pingo). Corte o pão às fatias para dentro da caçarola e regue com água a ferver. Bata bem até que o pão se desfaça. Junte a gordura que guardou, o pingo, e continue a bater. Leve de novo ao lume e vá mexendo até que a massa obtenha uma crosta fina e dourada. As migas estarão prontas. Sirva numa travessa em monte com as carnes por cima, quentinhas.

NOTA: As migas fazem-se com o pão duro!

Vinho recomendado: Terra d’Alter Reserva 2008

———————————————————————————————-
 

Sericá ou Sericaia


Composição:

6   ovos
250 gr de  açúcar
60 gr de  farinha de trigo
1/2 Lt de  leite
q.b. de  limão
1   canela em pau (rama)
q.b. de  sal refinado
2 colher (sopa) de  canela em pó

Preparação:

1.Bata as gemas com o açúcar até obter creme fofo e esbranquiçado.
2. À parte dissolva a farinha no leitepréviamente fervido um um pau de canela, casca de limão e uma pitada de sal fino.
3.Adicione o leite à mistura de gemas e açúcar e misture.
4.Leve a engrossar sobre lume brando, mexendo sempre no fundo uma colher de pau.
5.Retire e deixe arrfecer.
6.Bata as claras em castelo bem firme e adicione-as as cuidadosamente ao preparado anterior.
7.Deite a massa às colheradas desencontradas, num tabuleiro que possa ir ao forno e à mesa.
8.Polvilhe abundantemente com canela em pó, e leve a forno pré aquecido a 200ºC, até o doce abrir fendas.
Nota: Este doce é uma especialidade da zona de Elvas, antigamente era cozido em forno de padeiro, por ser o único forno que oferecia a garantia da elevada temperatura. Este doce pode ser acompanhado com ameixas de Elvas.

Vinho recomendado: Vinho licoroso ACR

———————————————————————————————-

Sopa Dourada

 

Composição:

1   limão – casca
q.b. de  canela em pó
2   ovos
8   gema(s) de ovo
500 gr de  açúcar
3 dl de  água
200 gr de  doce de chila/gila
125 gr de  amêndoa ralada
1   pão-de-ló

Preparação:

1.Faça ou compre um pão de ló.
2.Corte o pão de ló em fatias iguais e

finas, e coloque-as num bonito prato

onde irá ser servida a sobremesa.

3.Num recipiente leve ao lume o açúcar

com a água e uma casca de limão. Deixe

ferver 5 minutos.
4.Retire do lume, retire a casca do limão e

adicione o doce de gila, leve novamente

ao lume até levantar fervura e retire

novamente do lume.
5.Adicione a amêndoa moída, leve

novamente ao lume e deixe ferver 3

minutos.
6.Deixe arrefecer um pouco. Num

recipiente junte as gemas de ovos com

os ovos inteiros, mexa bem, não precisa

bater.
7.Adicione as gemas e os ovos ao

preparado de amêndoa e gila, lentamente

e mexendo continuamente. Leve

novamente o recipiente ao lume brando,

mexendo sempre com a colher de pau, só

até cozer os ovos, ou seja engrossar um

pouco.
8.Retire o recipiente do lume e deite o

preparado por cima das fatias de pão de

ló que estão colocadas no prato, deixe

arrefecer.
9.Salpique ou polvilhe com canela em pó.
Fontes: culinarias.net e gastronomias.com.

2 Comentários

  1. Isto sim é comida. Alguns destes pratos já os papei – cação, sopa de beldroegas, migas enroladas, sopa dourada, etc. Inesquecível e saudável.

  2. De comer e chorar por mais.
    Só tenho pena de não poder estar presente.

Deixe o seu comentário