Ribatejo Vinhos Vinhos do Tejo

CASA CADAVAL – Muge – EN118

lCasa Cadaval

 

O dia soalheiro inspirava a visita!

E assim me fiz à estrada. Fui ter a uma das casas mais tradicionais de vinho do Ribatejo, a Casa Cadaval.

As chuvas de Fevereiro e Março caíram de forma incerta, ora com força, ora em leves gotas por entre nuvens sempre escuras e ameaçadoras. vinhas

Mas o dia de hoje jamais faria lembrar os dias chuvosos dos ditos meses.

Cheguei às instalações da quinta e fui recebido pelo Engº David Ferreira, ao qual endereço desde já os meus agradecimentos pela forma como me recebeu e pelo entusiasmo com que em linhas gerais explicou todo o processo. Para que o leitor possa saber mais alguma coisa, é imprescindível sair de casa e deslocar-se à Casa Cadaval, onde o tempo como pára.
Fui de imediato recebido pelo Engº David Ferreira que já me aguardava, e eu, tinha alguma expectativa. Quase 5 séculos de história me esperavam, e histórias várias que só os vínicos nos podem proporcionar.

Toda a Vitivinicultura é dirigida pelo Sr. Engº David Ferreira, enquanto o arquitecto, qual estilista de moda “desenha” estes maravilhosos néctares o Engº Rui Reguinga, enólogo que dá cartas pelo país todo. Os apreciadores de vinhos agradecem termos profissionais assim!

A Casa Cadaval existe desde 1648,rsz_0 quando Dom Nuno Álves Pereira de Melo recebeu do rei D. João IV o título de Duque de Cadaval. Situada em Muge, na sub-região vitícola ribatejana de Almeirim, as vinhas da Cadaval estendem-se sob 40 hectares nos solos de charneca de Muge. Terras menos férteis do que o habitual, são a força principal da vinha naquela zona. Condição essencial para bons vinhos, em contra-corrente com outras culturas agrícolas.


Primeiro ponto de paragem: prova dos últimos gritos que estão para sair. Um fresquíssimo Vinha Padre Pedro Branco, feito com Fernão Pires, Arinto e Voignier ideal para um peixa grelhado simples (uma dourada, por exemplo) e até uma mariscada farta. Que complexidade de sensações. E ainda bem, porque o Verão esté mesmo a chegar! De seguida, quais gulosos fomos dar prova ao último Cabernet Sauvignon lote de 2007 e que deixou água na boca para acompanhar um assado de um lombo de porco bem condimentado de especiarias e ervas. Finalmente, e surpresa das surpresas, de dentro duma barrica de carvalho francês saíu um coelho da cartola: Um Touriga Nacional que deu mostras de começar a amadurecer, logo, pronto a exeburerar os nossos sentidos gustativos de algo fora de série.


cabernet sauvSaímos da adega e fomos charneca fora em direcção a terras quase arenosas onde se localizavam alguns ex-libris da casa: Do lado esquerdo uma latada de Pinot Noir, do lado oposto uma latada de Merlot, em plena início de floração. E que beleza deslumbrante. Um pouco mais à frente, localizava-se o melhor de toda a visita: uma vinha Velha da Trincadeira Preta ( a Trincadeira Especial como indicou o Engº David Ferreira) com cerca de 3ha plantada em pinot-noir1950! que produz o melhor vinho da quinta, utilizada também em lotes de excelência e no Casa Cadaval Trincadeira, e felizmente, como me confidenciou o Engº David Ferreira, “existem planos de multiplicar este material genético de eleição, para futuras plantações” e também para “replantar futuras falhas”. Um trabalho de calibre que testemunha toda a dedicação e profissionalismo dedicado por todos os colaboradores da Casa Cadaval em matéria de vinhos. Abençoada genética!

Finda esta visita pela quinta resta-me acrescentar, que para além de vinha existe também uma cudelaria com cavalos magníficos, também de acordo com a tradição equestre radicada há já muitos anos em Portugal.

 

Bem hajam.

 

PORTOFÓLIO

VINHA PADRE PEDRO TINTO                                VINHA PADRE PEDRO BRANCOvinhapadrepedrobranco1

vinhapadrepedrotinto1

VINHA PADRE PEDRO RESERVA                             VINHA PADRE PEDRO ROSÉ

vinhapadrepedrotintor1

vinhapadrepedrorose1

 

 

 

 

 

CASA CADAVAL TRINCADEIRA                    CASA CADAVAL CABERNET SAUV

ccadaval-trincadeira1

ccadaval-cabernet-s1

 

 

 

 

 

CASA CADAVAL PINOT NOIR                                  MARQUESA DO CADAVAL

ccadaval-pinot1

ccadaval-marquesa1

 

 

 

 

 

 

IMAGENS DA LOJA

loja-de-vinhos-11loja-de-vinhos-31loja-de-vinhos-21

 

loja-de-vinhos-43

loja-de-vinhos-61loja-de-vinhos-51

 

 

Uma loja à espera da sua visita.

 

CASA CADAVAL

5 Comentários

  1. venho por este meio pedir uma visita de estudo que é de todo o interresse para o meu curso sem outro assunto de momento subscrevo me atenciossamente josé gaspar

  2. Obrigado pela vossa visita e pelos vossos comentários.

    Jorge Cipriano

  3. Apreciei a tua prontidão!

    Pelo que posso ler nas entrelinhas, parece que gostaram da visita!
    É mais uma das nossas políticas na Casa Cadaval, receber quem possa ter interesse em conhecer os bastidores e a verdadeira fonte dos vinhos da Casa Cadaval. Creio que um consumidor consciente da genuinidade do produto e do trabalho associado, é um consumidor fiel!

    Obrigado!

  4. Um excelente texto, representativo do que de muito bom, Portugal possui.

    Já estive há uns anos, integrada num grupo de visita a essa quinta. Próximo existia (ou ainda existe) uma coutada para onde alguns amigos iam na época. Bons tempo e… bos vinhos, também.

    Gostei muito desta apresentação. Continua 😉

Deixe o seu comentário