Estremadura Vinhos

QUINTA DE SANT’ANA – UMA PRECIOSIDADE EM MAFRA

index_logoQuinta de Sant’Ana
2665-113 Gradil
Mafra
Telefone: (00351) 261 963 550
Fax: (00351) 261 962 486
E-mail: info@quintadesantana.com

A Quinta – A Quinta

qtsantana

A Quinta de Sant’Ana situa-se em Gradil, perto da

Malveira, no coração da Estremadura, a região, que,

há séculos, abastecia Lisboa de fruta fresca, vinho,

legumes, leite e carne. É uma propriedade histórica

de família, que confina directamente com a “Tapada

de Mafra“, a qual ocupa uma área de 1.187 hectares

e era outrora a coutada de caça dos reis de

Portugal, sendo, hoje, um parque de vida selvagem e

uma reserva natural.

8aeadfdf

A Quinta de Sant´Ana é formada por 9 hectares de

vinhas, 20 hectares de mata e 12 hectares de

pomares e prados selvagens. A vinicultura constitui

o foco das actividades da Quinta.

86637_d20090527_ftw

O respeito por todas as formas de vida

mantém esfumada a fronteira entre o “cultivado “ e

o “selvagem“. A conservação da flora existente

constitui uma preocupação para nós. Além do vinho,

plantaram-se perto de um milhar de árvores diferentes,

desde pinheiros-mansos, sobreiros, ciprestes,

citrinos, oliveiras, pessegueiros e nogueiras.

Patio_do_Solar

A flora, rica em flores silvestres, ervas e gramíneas,

habitada por inúmeros insectos e pequenos animais,

constitui a base saudável dos nossos vinhos.

A Quinta – História

qtsantana-klein

Era uma vez…
uma Quinta romântica…

…à qual, por uma razão ou por outra, foi dada vida

por diversos proprietários, das mais diversas

origens. Só tinham uma coisa em comum: um fascínio

por esta Quinta, repleta de recantos românticos, de

jardins secretos com árvores que contam histórias,

vales com riachos serpenteando através de belas

pastagens, pomares de fruta madura e uma mata,

que se estende até ao palácio real e à “Tapada Real

de Mafra”…

quinta-de-sant-ana

Era uma vez…
uma Quinta romântica…

…que o Rei D. Carlos ofereceu a uma famosa

cantora, Dona Rosa Damasceno, por quem se havia

apaixonado, e onde mandou construir um teatro,

especialmente para ela…

a68466

Era uma vez…
uma Quinta romântica…

…que, muitos, muitos anos mais tarde, se tornou

propriedade de um barão alemão, o Barão von

Fürstenberg. Ele e a sua mulher educaram os seus 7

filhos aqui, entre outras coisas…

…e um destes filhos, Ann, casou com um inglês,

James Frost. Hoje educam, aqui, os seus 6 filhos,

entre outras coisas…

8980_d20070313_rws

Uma destas “outras coisas” foi renovar as vinhas da

Quinta, bem como a Adega, e produzir vinhos, que

reflectem o bom sabor de Portugal, na mais pura

acepção da palavra.

Vitivinicultura – Clima, Situação Geográfica, Solos

Clima

19

Com aprox. 2.750 horas de sol, Mafra tem mais luz do sol do que a Borgonha francesa. No Verão, são frequentes as temperaturas quentes de 32ºC; caindo para cerca de 16ºC, à noite. Um microclima único de noites frescas, neblinas matinais e tardes quentes é criado pela proximidade com a Costa Atlântica, a apenas 12 km de distância, e por se situar sob a influência da Serra de Mafra. Em especial no Verão, a influência regular do vento impede a propagação de doenças da vinha, normalmente transmitidas através de esporos. Os Invernos são, em geral, amenos com temperaturas que oscilam entre os 20ºC  e os 0ºC, com algumas geadas nocturna. A época de chuvas é normalmente  entre Novembro e Fevereiro.

Solo

39

A Quinta de Sant’Ana encontra-se entre os 100 e 130 metros acima do nível do mar.  Os tipos de solos, variam bastante  com uma proximidade espantosa: subsolos pesados, profundos, de tom barrento, em algumas zonas, a barro arenoso e cascalho fino nas camadas mais profundas noutras e ainda solos argilosos mais pobres, pouco profundos, frequentemente ferruginosos ou calcários, com areia grossa e saibro nas encostas mais íngremes.

24

Por debaixo, encontra-se a rocha mãe sujeita ao desgaste natural, que mantém o calor no solo. O solo é considerado para a Quinta um bem precioso, o qual é protegido da erosão através de plantações de cobertura. Tal fornece não só nutrientes naturais às cepas, mas constitui também um habitat saudável para os insectos tão importantes para a polinização. Ao mesmo tempo, a retirada da humidade excessiva do solo, por estas plantações reduz a necessidade de utilização de pesticidas.

Situação geográfica

2006_red_thumbA Quinta permite uma  localização de primeira 2008_red_qds_thumbclasse para as vinhas oferecendo condições geológicas e microclimáticas ideais, no entanto diferenças na constituição do solo e variantes climáticas proporcionam condições de crescimento e de amadurecimento muito diferentes. As localizações baixas, mais frescas, oferecem condições perfeitas para os brancos, nas fernao-pires_2008localizações a sul, mais escarpadas e quentes, amadurecem os tintos. Com  muitosauvignon-blanc_2008 cuidado, seleccionou-se, para cada parcela, o porta-enxerto, as castas, os clones e os sistemas de condução mais adequados. Assim  de forma a potenciar o melhor de cada  “Terroir”.


Enoturismo

Definitvamente, a Estremadura é uma região a redescobrir pois é uma das regiões vitivinícolas portuguesas que mais se transformou na última década.

A Quinta de Sant’Ana, localizada junto ao litoral oeste da região da Estremadura mantém o equilíbrio de três projectos, fazendo conviver a produção de vinhos de elevada qualidade, com uma cozinha inspirada nos melhores aromas da região e o turismo no espaço rural.

reserva-tinto

Como resultado de fusão das culturas alemã, inglesa e portuguesa, a Quinta de Sant’Ana é sobretudo um local onde é possível descontrair, aprender sobre o apaixonante mundo dos vinhos e partilhar experiências autênticas. Assim as visitas à Quinta de Sant’Ana pretendem reunir simultâneamente a componente técnica e lúdica, ideais para quem procura um momento diferente de aprendizagem e animação à volta do Vinho.

Com um enólogo residente, a Quinta de Sant’Ana propõe uma abordaem aos vários aspectos relacionados com vinho. Contacte-nos para saber de que maneira lhe podemos proporcinar uma experiência excepcional na Quinta de Sant’Ana.

FONTE: Página da Quinta de Sant’Ana

8 Comentários

  1. gostava de saber se arrendam quartos por uma semana no mes de Maio ??!!

      1. Obrigado, Paula. Apesar de deixar os contactos logo no início dos meus artigos, nem sempre são seguidos. Cumprimentos. Jorge

  2. QUE MARAVILLA AUNQUE NO PROBE EL VINO ME FIGURO QUE SERA ACORDE AL SITIO Y SU HISTORIA. ME ENCANTA TODO LO RELACIONADO A FINCAS ANTIGUAS , SU HISTORIA, SUS PERSONAJES QUE VIVIERON Y VIVEN EN ESTAS FINCAS Y SU TRABAJO PARA OFRECERNOS LO MEJOR.
    SALUDOS JOAQUIN GASSET

Deixe o seu comentário