MENUS COMPLETOS Turismo Vinhos Wines

Chef Hernâni Ermida prepara

Bolo de mel com crosta de canela

Para esta semana, sugerimos ao Chef Hernâni Ermida um vinho de Carcavelos. O Villa Oeiras 10 anos, produzido pelo Município de Oeiras. Por sua vez, o Chef Hernâni Ermida preparou-nos um Bolo de mel com crosta de canela.


Ingredientes

  • 2 dl de mel
  • 2 dl de chá de especiarias quente
  • 180g de açúcar
  • 3 ovos
  • 1,5 dl de óleo
  • 1 c. de chá de canela em pó
  • 420g de farinha
  • 1 c. s de fermento em pó
  • 1 c. de sobremesas de bicarbonato
  • 1 laranja
  • Manteiga para untar
  • Farinha para polvilhar

Crosta

  • 60g de farinha
  • 50g de açúcar mascavado
  • 2 c. de chá de canela em pó
  • 1 c.s de manteiga amolecida

Preparação

Ligue o forno a 180º. Barre uma forma de abrir e de fundo solto com manteiga e polvilhe com farinha.
Misture o chá com o mel e deixe arrefecer. Retire a raspa e o sumo à laranja. Numa tigela misture a farinha, a canela, o bicarbonato e o fermento. Bata o açúcar com os ovos até ficar uma mistura clara.
Junte o sumo e a raspa da laranja, o óleo e bata mais um pouco. Junte a mistura do chá à farinha e bata muito bem até ficar uma massa homogénea. Deite a massa na forma.
Prepare a crosta. Numa tigela misture grosseiramente todos os ingredientes até ficar tipo uma farofa. Espalhe-a em cima da massa do bolo e leve ao forno cerca de 1 hora.
Verifique a cozedura com um palito. Se sair limpo, retire o bolo e deixe arrefecer um pouco. Depois, desenforme sirva frio polvilhado com açúcar em pó e decorado a gosto.


Notas de Prova

Região: Vinhos de Lisboa
Produtor: Município de Oeiras
Castas: Arinto, Galego Dourada e Ratinho
Álcool: 17,5%

  • Aspeto: Côr dourada suave, límpida e brilhante.
  • Aroma: Apresenta aromas iniciais de muita e boa tosta, balâmicos, com nuances de bouquet florais, alguma casca de laranja e um excelente mineral.
  • Na boca: Na boca, tem uma doçura equilibrada, compensada pela excelente acidez que lhe confere muita frescura, com toque de compota, ligeiro licor e muito bom volume, untoso, como que quase a mastigar e uma ligeira salinidade motivada pela proximidade do Atlântico que lhe dá imensa graça.
  • O final: Fim de enorme persistência e a saber ao fruto.

Classificação: 19,5 (0-20)
Temperatura de serviço: 13ºC

  • Clima: Atlântico
  • Solo: Calcário com declives virados para Sul
  • Denominação: DOC Carcavelos

Harmonização do vinho

Como se pode verificar, o Carcavelos que trazemos é um vinho com algum grau de doçura, perfil de frutos secos, a tosta da barrica onde estagiou, cruza muito bem com as nozes, a canela e o mel que é adicionado. Um cuidado do Chef Hernâni em apostar neste adoçante, minimizando a utilização do açúcar comum.

Deixe o seu comentário