Eventos Vinhos Wines

IV Palestras de Outono da Associação Portuguesa de Enologia

Na José Maria da Fonseca
Associação Portuguesa de Enologia
Associação Portuguesa de Enologia

No próximo dia 16 de Dezembro, na José Maria da Fonseca, terão lugar as IV Palestras de Outono da Associação Portuguesa de Enologia.

jmf-banner

Este ano o tema será a casta Moscatel.

Flyer das Palestras de Outono
Flyer das Palestras de Outono

Neste evento, haverá uma mesa redonda, moderada pelo Presidente da CVR da Península de Setúbal, o Eng. Henrique Soares e com a participação de dois especialistas:


– Eng. Paulo Hortas (Head of Viticulture da José Maria da Fonseca);
– Eng. Domingos Soares Franco (Enólogo da José Maria da Fonseca).

Serão debatidos vários temas associados à casta Moscatel, nomeadamente no que toca ao seu comportamento vitícola e enológico e aos desafios para o futuro.

moscatel
Outros nomes: Moscatel Galego; Moscatel de Setúbal A casta Moscatel é originária do Médio Oriente e terá sido introduzida em terras nacionais na época do Império Romano. Sofreu muitas transformações ao longo dos séculos e hoje, existem três variedades da casta Moscatel em Portugal. A variedade Moscatel de Setúbal é a mais plantada em Portugal, e a sua produção concentra-se na Península de Setúbal, cujo clima ameno permite a maturação ideal dos bagos. Esta casta é imprescindível na elaboração do vinho generoso “Moscatel de Setúbal”, contudo também é utilizada para enriquecer aromaticamente outros vinhos brancos da região, uma vez que é uma casta primária (marca o paladar e aroma dos vinhos). Na região do Douro, na zona de Favaios e Alijó, é cultivada a variedade branca Moscatel Galego utilizada na produção de um vinho licoroso.

O evento começará com uma visita técnica à José Maria da Fonseca, conduzida pelo Enólogo Domingos Soares Franco, a qual terminará com uma prova de vinhos.

« 1 de 2 »

Após as Palestras, na sequência de anos anteriores, serão homenageados alguns Enólogos, associados da APE, que se distinguiram ao longo da sua carreira.

Finalmente, haverá um jantar de comemoração do Dia Nacional do Enólogo.
O custo da inscrição é de 30€ para sócios e 40€ para não sócios. As inscrições após 9 de Dezembro terão um acréscimo de 5€. Estudantes de Viticultura e Enologia pagarão preço de sócio.

FICHA DE INSCRIÇÃO


SOBRE A ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ENOLOGIA
SOBRE A ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ENOLOGIA

A Associação Portuguesa de Enologia (APE) é uma associação cultural, sem fins lucrativos, independente de quaisquer objectivos políticos ou religiosos e representativa dos interesses dos profissionais de Enologia. Esta Associação foi criada por escritura pública, no dia 15 de Fevereiro de 1979 (7º cartório notarial de Lisboa), publicada no Diário da República nº 81/IIIª série, de 6 de Abril de 1979. Os seus estatutos foram revistos, também por escritura pública (17º cartório notarial de Lisboa), de 9 de Maio de 1997, publicados no Diário da República nº 205/IIIª série, de 5 de Setembro de 1997.
Em 1982 tornou-se membro efectivo da Union Internationale des Oenologues (UIEO). Refira-se entretanto que, membros da APE têm desempenhado funções nos Corpos Sociais da UIEO. Assim, e a título de exemplo, o Engº Bento Augusto Pereira de Carvalho desempenhou funções de 2º Vice-Presidente de 1989 a 1991 e de 1º Vice-Presidente de 1991 a 1994. Actualmente, e desde Novembro de 1999, o Engº João Melícias Duarte é Relator de Contas do Conselho Fiscal da UIEO. Refira-se ainda que a UIEO realizou, em Novembro de 1988, a sua Assembleia Geral em Portugal, por ocasião da comemoração do dia nacional do Enólogo, e por iniciativa da APE.

1 Comentário

Deixe o seu comentário