12 Comentários

  1. há muito bons vinhos, mes eu preferido os vinhos de alentejo, como o reguegos, borba, vidigueira e principsalmente o esporão

    1. Os vinhos devem ser escolhidos conforme a refeição. Particularmente gosto de rodar as regiões. No entanto são apreciações a registar. Cumprimentos. Jorge

  2. Vinhas Minhas, Terra Nostra

    Reconheço, no cálice
    vinhas minhas.
    No impetuoso sangue,
    a terra ébria do sonho.
    Pacifico socalcos onde brota o vinho,
    a tácita paixão da nossa estirpe.

    E rodas, rodamos
    Somos deuses, somos mortais,
    no altar pagão que nos invoca.
    Apolo, Dionísio a celebrar,
    o toque refractado do sol em Terra Nostra.

    Desperta o vinho.
    Levanta no seu doce ondular
    paixões adormecidas,
    no fogo da dança que brota por dentro.
    Suga o casco da memória
    presa às cordas de uma guitarra.
    Retorcem-se cores rubras em vitrais cambaleantes,
    enquanto impaciente mosto incendeia,
    o ponto sombra que contempla primorosa casta.

    Subtis esquadrões de cálices
    que nenhum lábio abandona seus versos.
    Ouvem-se novas parras,
    até ao enigma ardente, amadurecido das uvas frescas.
    Inspiram-se os aromas quentes da nossa Terra,onde o céu troca de lugar
    só para abraçar o néctar mais pleno do Universo.

    Sem dúvida a região demarcada do Douro

  3. Como sou do Dão, do desconhecido Dão.
    Deveríamos fazer provas sem rótulos nem garrafa à vista e a comer…qualquer coisita, e depois falamos.

  4. Vinhos do Tejo , principalmente da Quinta da Alorna (Almeirim)

  5. todas as regiões têm bons vinho, é necessário conhece-los e saber as suas caracteriticas ,porque quem gosta de vinho novo (1/2 anos )por ex.vai para um alentejano se prefer um velho + de 4anos vai para um bairrada porque pelos seus taninos são vinhos que ficam macios com os anos. Bebam de todas as regiões que é para não ficarem com as papilas gostativas viciadas num só tipo de vinho.Olhem para o rotulo despois da degustação inicial e teram surpresas e que vinhos desconhecidos tambem são bonsvinho .Não “bebem ” rotulos.

  6. Sou produtor de vinhos entre Alto Douro e Beira Interior, a minha escolha recaíu sobre a Beira, de uma riqueza histórica extremamente importante para Portugal, Lusitania, aqui tudo começou…espécies selvagens fantasticas, paisagens naturais maravilhosas, gente rude e trabalhadora, uma canto de Portugal a preservar…
    tchim tchim
    Luis

  7. Moro em Guimaraes e por aqui somos sem duvidas , pessoas que se deslocam kilometros para apreciarmos e degustarmos em cozinha regional e um bom vinho e cada vez + vamos conhecendo e descubrindo exelentes vinhos que por sua vez não sãO taõ conhecidos mas que são exelentes . Uma das coisas que sempre deixo ao criterio do dono do restaurante o do chefe de mesa . + sem duvida os que prefiro regiao DOURO e ALENTEJO.

  8. O DOURO É SEM SOMBRA DE DÚVIDA A REGIÃO QUE, NESTE MOMENTO, ESTÁ A PRODUZIR OS MELHORES VINHOS.SÃO VÁRIOS, TODOS DIFERENTES MAS TENDO EM COMUM AS CARACTERISTICAS QUE OS TORNAM VERDADEIRAMENTE EXEPCIONAIS. VALEU O ESFORÇO DE PESSOAS ESPECIALIZADAS NA FEITURA E PREPARAÇÃO DOS VINHOS DESDE A ESCOLHA DAS CASTAS,PLANTAÇÃO DAS VIDES,PASSANDO PELA ATENÇÃO REDROBRADA AO SEU DESENVOLVIMENTO, A VINDIMA, A FORMA ALTAMENTE PROFISSIONAL COMO DECORRE TODO O PROCESSO DE TRANSFORMAR OS BAGOS EM VINHO. DEPOIS OS ESTÁGIOS, O ENGARRAFAMENTO CUIDADO E TÉCNICAMENTE PERFEITO, VIERAM TRAZER AO DOURO UMA NOVA FORMA DE FAZER VINHO, APERFEIÇOANDO AQUILO QUE JÁ ANTES APRESENTAVA RARA QUALIDADE.
    É POR ESTAS RAZÕES E POR OUTRAS QUE SE PRENDEM COM A EXEPCIONALIDADE DO CLIMA, VAPORES QUE SE SOLTAM DO RIO DOURO E SÃO EXÓTICOS PERFUMES ABSORVIDOS PELAS UVAS EM PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO A CAMINHO DA MADURAÇÃO.

  9. O Douro das encostas escarpadas
    O Sol abrasador, lhe derreteu,
    O xisto, e com castas perfumadas
    Em generosa ambrósia converteu.

Deixe o seu comentário