Bairrada

BREVE CARACTERIZAÇÃO DA BAIRRADA

BAIRRADA

A designação ‘Bairrada’ (D.O.C.) pode ser utilizada em vinhos Brancos, Tintos e Rosados, em Espumantes Brancos ou Rosados e em Aguardentes Bagaceiras.

8-Depois de 200 km de estrada, desentorpercer as pernas no Luso e prepar o dente para o leitão da Bairrada!


A região da Bairrada situa-se mais próximo do litoral, entre o Vouga e o Mondego, a oeste do Buçaco/Caramulo e cujo nome deriva da natureza dos solos  os barros.

000000000000000000000000000784



Os vinhos tintos, ricos de cor, equilibrados em teor alcoólico, dão boas reservas, que melhoram com o envelhecimento, sendo de realçar os das Caves Aliança, Real Cª.Velha, Sogrape, Luís Pato, entre tantos bons vinhos da região.

13752402


Os brancos característicos são os espumantes e os mais populares os espumosos.

A Bairrada pode considerar-se também uma região gastronómica, em que o leitão ou a chanfana, regados com o espumante ou o espumoso, são conhecidos de Norte a Sul do País.

4918_25


A área geográfica correspondente à Denominação de Origem ‘Bairrada’ compreende a totalidade dos concelhos de Anadia, Mealhada, Oliveira do Bairro e parte dos concelhos de Águeda, Aveiro, Cantanhede, Coimbra e Vagos.

13752402

A Bairrada possui características ao nível do clima (clima temperado atlântico), e do solo (solos argilosos com proporção variável de calcário) propícias ao desenvolvimento da cultura vitivinícola. O factor clima, solo e o modo de fazer o vinho, constitui um elemento diferenciador da Bairrada. A qualidade dos vinhos Bairrada é reconhecida desde o século XVIII, quando o Alvará régio emitido por D.José, em 1765, confirma os vinhos produzidos ”… nos termos de Anadia, Mogofores e outros da mesma qualidade, e em que a favor da bondade e qualidade superior deles esteve sempre a reputação pública e geral.”

bairrada1

A tecnologia de produção nos vinhos brancos tranquilos e vinhos brancos espumantes observa diferentes métodos e objectivos. Os vinhos tranquilos procuram ser aromáticos, jovens, ter acidez moderada, boa estrutura e final de boca prolongado. Os vinhos espumantes devem possuir um aroma leve persistente, uma acidez elevada, frescura, bolha fina e boa mousse.

daoscenic1-776862

As diferenças entre uns e outros acompanham diversas etapas, desde a maturação na vinha, maturação tecnológica, processo produtivo, colheita e recepção das uvas, escolha, prensagem, clarificação e decantação, fermentação alcoólica, colagem e filtração. Além destes, outros processos tecnológicos compõem a produção de espumantes, demonstrando a importância da tecnologia na produção de excelentes vinhos Bairrada.

g_museus_bairrada

filmaria_gomes

regiaoBairrada

Deixe o seu comentário