Douro Produtores Vinhos Wines

QUINTA DO BUCHEIRO

 

Morada:

Rua de S. Caetano
Celeirós do Douro
5060-024 Sabrosa
Portugal

 

Com mais de 250 anos, a Quinta do Bucheiro continua a ser totalmente independente, continuando orgulhosamente a pertencer à mesma família. A caminho do seu 3º centenário, a Quinta mantêm os mesmos terrenos e a mesma tradição: Produzir vinhos com uma qualidade superior.

 

Implantada no Vale do Pinhão, na região do Alto Douro, numa das mais afamadas sub-regiões da Região Demarcada do Douro, reconhecida pela sua exposição a Nascente à altitude de 220 metros e com cerca de 40 hectares de vinha, sendo esta totalmente mecanizada, esta localização particular encontra-se abrangida por um microclima único que contribui, decididamente, para a tipicidade e diferenciação dos vinhos da Quinta do Bucheiro.

 

E foi neste terreno privilegiado que em 1878, o Dr. Joaquim Pereira, em estreita colaboração com os mais notáveis investigadores franceses da época, como Planton, Lichamstein e Saliman, introduziu no Douro as “Videiras Americanas”, de que foi verdadeiro e ardente pioneiro.

 

As castas Touriga, Tinta Roriz e Tinta Barroca, para os Vinhos Tintos são juntamente com Malvasia Fina, Gouveio e Viozinho para os Vinhos Brancos as castas seleccionadas, entre as melhores da Letra A reunindo deste modo as condições óptimas para a produção de um vinho com uma qualidade ímpar.

 

O envelhecimento dos vinhos continua a ser feito nos seus velhos armazéns, dividindo-se o estágio pelos tonéis, pipas e meias pipas de Carvalho Francês, Americano e Português. Para os vinhos brancos não envelhecidos são utilizadas as cubas de inox.

 

O processo de engarrafamento é executado na Quinta por sistema automático e sanitizado após aprovação dos organismos reguladores e sob a responsabilidade do proprietário, Eng.º Enólogo, António Dias Teixeira.

 

 

Pertencendo já aos anais da região, a tricentenária Quinta do Bucheiro, propriedade actual de Maria da Conceição, bisneta do Dr. Joaquim Pinheiro de Azevedo Leite Pereira, onde no século XIX ele iniciou, em ligação com os mais notáveis investigadores Franceses, (Pladom, Lichamstei e Saliman) a mais profícua investigação sobre a Filoxera, uma praga que na altura dizimara, quase por completo, os vinhedos do Douro e de outras regiões vitícolas e que culminaria com a introdução na viticultura mundial dos porta enxertos de videiras americanas.

 

Por esse motivo, ainda recentemente a região, por iniciativa do Museu do Douro, prestou a este insigne Duriense, junto à casa onde nascera, em Provesende, a homenagem que lhe era devida, em reconhecimento do seu alto contributo para que tivesse sido possível encontrar o antídoto para aquela doença das videiras que nas últimas décadas daquele século tinha dizimado, quase por completo, todos os vinhedos, lançando na miséria vários viticultores.

 

A Quinta do Bucheiro mantém a mesma tradição, tendo como objectivo a produção de um vinho com uma riqueza ímpar, que lhes imprime um perfil característico e uníco.

 

Adopta a designação de Sociedade Agrícola e Comercial Quinta do Bucheiro, Lda, mantendo-se contudo fiel aos seus princípios.

 

 

PORTOFÓLIO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 FONTE: Quinta do Bucheiro