Vinhos

PRINCESA, DA QUINTA DA CÔRTE, CHEGA AO MERCADO ANGOLANO

Quinta da Côrte Princesa 1.5l Net

De aroma muito frutado e com notas de frutos vermelhos, o vinho Princesa, da Quinta da Côrte, vai passar a ser comercializado em Angola. Através de uma parceria com a ViniAngola, este vinho do Douro, um blend de diferentes castas – Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Vinhas Velhas – vai poder ser provado além-fronteiras, com cerca de 600 garrafas disponíveis neste mercado.

 

“O Princesa Reserva Tinto 2019 é um vinho de aroma muito frutado com notas de frutos vermelhos, fresco, longo e elegante. Um blend feito com as nossas principais castas, Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca, que faz deste um vinho de excelência e que, esperamos, vai surpreender com certeza o mercado angolano”, afirma Marta Casanova, enóloga da propriedade desde 2013.

O Princesa Reserva Tinto 2019 é um vinho muito gastronómico, feito com castas tradicionais do Douro, ideal para acompanhar com carnes vermelhas ou queijos intensos.

 

A Quinta da Côrte tem 26 hectares de vinha, 13 das quais de vinha velha. Localizada em Valença do Douro, esta quinta que existe desde 1800, foi adquirida em 2013 pelo proprietário francês, Philippe Austruy, que a reabilitou integralmente. Todos os muros foram reerguidos, um novo enoturismo exclusivo, com um hotel boutique com apenas oito quartos, foi feito e decorado pelo afamado arquiteto de interiores Pierre Yovanovitch, que trouxe a arte para dentro de casa, integrando-a nos edifícios tradicionais do Douro.

 

O enoturismo, que funciona o ano inteiro, conta com oito quartos de hóspedes – três dos quais na casa principal -, dominados pelo luxo simples e a atenção ao detalhe. Roupa de cama em linho bordado, almofadas e atoalhados monogramados, casas de banho dominadas pela faiança artesanal portuguesa, quadros, litografias de artistas e dezenas de candeeiros de autor, acesos em permanência, são alguns dos pormenores em que se atenta. À mesa do almoço e do jantar, chegam pratos tradicionais e despretensiosos, com produtos da região, devidamente acompanhados pelo azeite da Quinta da Côrte, a marmelada e os produtos da horta, que vão adicionando frescura e sazonalidade.

 

Há, ainda, provas de vinho disponíveis na nova adega, arquitetónica e visualmente impressionante. Existe também uma adega de Vinho do Porto, com os tonéis e pipas antigas, datados de 1836. E claro, a vista impressionante para os socalcos do Douro.

Deixe o seu comentário