Vinhos

Costureiro Tinto 2016 eleito o melhor vinho tinto no 1º concurso “Vinhos e Sabores do Alto”

vinho-costureiro

O Costureiro Tinto 2016 foi distinguido, no passado sábado, 18 de junho, como o melhor vinho tinto, no 1º concurso “Vinhos e Sabores do Alto”, que decorreu em Alijó. Trata-se de uma edição limitada, produzida pela Foz Tua, que garante o caráter exclusivo de cada lote.

 

De cor rubi intensa e concentrada, o Costureiro é um vinho tinto DOC Douro numerado que é apenas produzido em anos e condições de produção excecionais, sendo, por isso, o produto premium da marca. Na sua génese reside a tentativa de encontrar a combinação perfeita entre todas as suas linhas, notas e aromas elegantemente entrelaçados, procurando uma delicada harmonia superior das castas que o compõe: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz. Extremamente perfumado, com aroma concentrado de frutos silvestres, de bosque e com elegantes notas de moka e café. Taninos firmes, mas suaves, termina longo e persistente. Sem dúvida, um vinho promissor de grande longevidade, devido ao excelente compromisso entre complexidade e elegância.

 

Mas os reconhecimentos da marca não ficaram por aqui. No concurso, foi, ainda, reconhecido o Dou Tua Branco 2021, tendo conquistado a medalha de prata na categoria de vinhos brancos. De cor amarelo límpido, o Dou Tua Branco, num blend das castas Rabigato e Viosinho, apresenta-se com aromas primários de fruta cítrica, com notas frescas de flor de laranjeira. De vibrante frescura, elevada mineralidade e alguma untuosidade, apresenta-se com notável versatilidade para harmonizações gastronómicas.

 

O concurso decorreu integrado na Feira “Vinhos e Sabores do Alto”, que se realizou, em Alijó, entre os dias 17 e 19 de junho. Durante o certame, os produtores Foz Tua receberam a visita da Secretária de Estado de Valorização do Interior, Isabel Ferreira, do Presidente da CCDR-Norte, António Cunha, do Presidente do IVDP – Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, Gilberto Igrejas, da Diretora Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Carla Alves e do Presidente do Município de Alijó, José Paredes.

Deixe o seu comentário