Vinhos

Anselmo Mendes e Dirk Niepoort: dois mestres, três vinhos e muitas histórias de amizade

Dois grandes nomes do vinho português celebram o terroir nacional – e a amizade – com três novos vinhos.

A Niepoort, Vinhos S.A. e o enólogo Anselmo Mendes juntaram forças para celebrar uma longa amizade, nascendo, assim, três novos vinhos: dois Loureiros distintos e um Vinhão. A icónica marca, reconhecida pelos vinhos de excelência que deixam transparecer o respeito pelo terroir e a identidade das castas das várias regiões onde produz, mostra mais uma vez que não tem qualquer receio de inovar e romper barreiras.

 

A Niepoort combina a história e o conhecimento da tradição vitivinícola, com uma filosofia de inovação e visão inspiradora de futuro. A marca sempre apostou na produção sustentável através de uma abordagem biodinâmica, que se adapta aos diferentes contextos do território. Assim, o ADN destes novos vinhos tem por base a proximidade com o Oceano Atlântico e o solo densamente granítico, que lhes proporcionam um equilíbrio perfeito entre a leveza e a frescura. Tratam-se de vinhos com menos álcool, com a identidade própria da região e a inconfundível assinatura destes dois grandes produtores.

 

O Loureiro fermentou em barricas usadas de 500L e estagiou 24 meses, em contacto com borras finas. O resultado é um branco seco, estruturado com uma marcada acidez e 11,5% de volume alcoólico.

 

Já o Loureiro Dócil estagiou 24 meses em inox, também em contacto com borras finas, resultando num branco meio doce, e suave (9,5%). Ambos os Loureiros encontram as suas origens nas vinhas da Ramada, na região de Viana do Castelo.

 

O Vinhão é um impressionante tinto monovarietal, ligeiramente frisado, apresentando uma cor concentrada com laivos violeta. No nariz tem notas de cogumelo, complementadas com aromas a frutos silvestres e vermelhos, e nuances herbáceas. Na boca sente-se uma estrutura leve, acidez bem vincada e com taninos precisos, num vinho de grande complexidade com 12,5% de teor alcoólico.

 

“Estes vinhos são o resultado de uma longa história de amizade, que me une ao Anselmo há largos anos, e da confiança que deposito no seu trabalho e excelência. São também fruto da nossa constante vontade de inovar, e de arriscar. Na Niepoort acreditamos que este é o caminho, e vemos estas parcerias como uma plataforma para expandir a marca, incorporando saber de outros produtores na nossa oferta, celebrando Portugal e os nossos vinhos”, comenta Dirk Niepoort, quinta geração da família e presidente da casa Niepoort.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.