Uncategorized

ADEGA VILA REAL – GRANDE RESERVA BRANCO 2007 melhor vinho do Mundo, Concurso Mundial de Bruxelas – Medalha de ouro

O melhor vinho branco do Mundo é português
08-Mai-2009
conc mundial bruxelasDepois de em Março do ano passado um vinho tinto português, o Syrah de 2005 das terras de Fernando Pó, no concelho de Palmela e produzido pela casa Ermelinda Freitas, ter conquistado o galardão de Melhor Vinho do Mundo, agora foi a vez de um vinho branco conseguir idêntica destinção.
O primeiro Grande Reserva Branco da Adega de Vila Real foi lançado em Novembro do ano passado, e já alcançou uma das mais altas distinções do mundo, sendo distinguido como o melhor vinho branco no Concurso Mundial de Vinhos de Bruxelas 2009.
ACVREALDe sublinhar que foi a primeira vez que um vinho branco português alcançou tal distinção, neste que é um dos mais importantes concursos de vinhos do mundo. Este é um prémio de dimensão mundial alcançado pela Adega de Vila Real que prestigia ao mais alto nível tanto os vinhos portugueses em geral, como a Região do Douro em particular.Na edição de 2009, realizada em Valência – Espanha, entraram a concurso 6.289 vinhos e espirituosos provenientes de 54 países, que em prova cega foram submetidos à apreciação de um júri, composto por 250 especialistas de 41 nacionalidades diferentes. Neste concurso o galardão máximo é o troféu de “Best Wine” (Melhor Vinho) que distingue apenas o vinho que alcançou a melhor nota absoluta de entre todos os vinhos provados na sua categoria. Este ano o Quadro de Honra foi partilhado entre Itália (3), Espanha, França e Portugal.

O vinho ADEGA VILA REAL – GRANDE RESERVA BRANCO resultou de uma escolha de uvas durante a vindima de 2007, provenientes essencialmente de vinhas velhas pré-seleccionadas entre as melhores quintas dos associados da Adega de Vila Real.

QUADRO DE HONRA

Para o Grande Reserva Branco a equipa de enologia, composta por Paula Gomes e Luís Abelha, e liderada por Rui Madeira, procurou um estilo de vinho branco que reflectisse da melhor maneira a complexidade dos “terroirs” altos do Douro.

Na zona envolvente de Vila Real, a uma altitude entre os 400 e os 500 metros, conseguimos encontrar uvas das castas Viosinho, Malvasia Fina, Gouveio e Fernão Pires, essencialmente. Esta selecção foi feita a partir de vinhas velhas, cultivadas de forma tradicional, para com a mais moderna tecnologia existente, vinificarmos e estagiarmos esse vinho.

Vinificação com breve maceração pelicular a frio, desengace e esmagamento, prensagem muito suave em prensas pneumáticas sem contacto com o oxigénio, fermentação a temperatura controlada, final de fermentação de parte do lote em barricas novas de carvalho francês. Finda a fermentação, o estágio decorreu sobre borras finas com agitação das mesmas – “batonnâge”, até Junho de 2008.

grandereservabrancovilarealEngarrafamento em Julho de 2008. Estágio em garrafa de 4 meses e lançamento em Novembro de 2008.

Esta é sem dúvida uma grande distinção que vem reconhecer um trabalho de vários anos que se tem realizado na Adega de Vila Real, que hoje tem no mercado uma gama de vinhos que vão ao encontro do que os consumidores procuram e apreciam, para diferentes momentos de consumo.

O projecto Adega de Vila Real vem assim afirmando-se como uma nova abordagem e um novo conceito de vinhos do Douro que ainda dará muito que falar.

FONTE: Notícias de Vila Real

6 Comentários

  1. é pena gostaria de ver as fichas técnis e de provas destes vinhos de VILA REAL

  2. Este é um Prémio de mérito para o excelente trabalho que tem sido feito na Adega Cooperativa de Vila Real pela sua Direcção nos ultimos anos. Depois de ter dado saúde financeira à Adega Cooperativa, a direcção apostou na promoção da qualidade dos seus vinhos.
    Esrão de Parabéns e espero que nos continuem a presentear com excelentes vinhos.

    1. As Adegas Cooperativas começam a trabalhar mais um pouco a sério. Pelo que os resultados vão aparecendo. Deixa-se o amadorismo e boas-vontades. O mundo exige trabalho profissional. Bom para Portugal. Jorge

  3. Caro Jorge Cipriano,

    É sempre um orgulho, como portuguesa, ver os nossos óptimos produtos serem reconhecidos internacionalmente!!
    Quero dar-lhe os Parabéns pelo Excelente trabalho que tem vindo a fazer na divulgação dos nossos maravilhosos vinhos nacionais!! Muito obrigada pelas diversas e sempre interessantes/relevantes informações!!

  4. Está tranquilo. Ainda bem que a minha divulgação ultrapassa fronteiras. Bem hajam. Jorge Cipriano

Deixe o seu comentário