Vinhos

Porque razão o BARCA-VELHA 2011 não vai sair já…

barca-velha-2011

Num gesto de responsabilidade e sensatez, a equipa de enologia do Douro da Sogrape, liderada por Luís Sottomayor, decidiu adiar a comercialização das garrafas de 75 cl de Barca-Velha 2011 após operação de rearrolhamento recentemente efetuada.

Símbolo de uma eterna busca pela perfeição, Barca-Velha é um vinho que em cada detalhe se expressa. Um vinho alimentado a sonhos e certezas, da ambição em produzir o melhor do Douro e da convicção que cada edição lançada supera e dignifica um legado sem igual. É, portanto, um vinho que ao longo de quase 70 anos desafia o Homem na arte de saber esperar. A colheita de 2011, anunciada no final de 2019, com lançamento inicialmente previsto para maio de 2020, e finalmente apresentada à imprensa em setembro deste ano, está a revelar-se mestre neste ofício!
Perante a dificuldade em extrair as rolhas originais das garrafas, a Sogrape decidiu rearrolhar toda a produção de 75cl de Barca-Velha 2011, procurando com isso preservar a longevidade do vinho e proteger a sua notoriedade e qualidade irrepreensível, entretanto já avaliada com nota máxima pela crítica nacional.
Contudo, como medida de precaução e como recomendam as boas práticas enológicas, este processo exigiu à empresa a coragem de adiar para depois de 2020 a entrada de Barca-Velha 2011 no circuito comercial, por forma a garantir que o vinho expresse em pleno o seu tradicional bouquet.
Ao longo dos próximos meses, e como habitualmente acontece com todos os Barca-Velha, a equipa de enologia Douro da Sogrape monitorizará atentamente a evolução do vinho para poder assegurar uma decisão confiante e definitiva relativamente a esta colheita. Porque como Luís Sottomayor sempre defende e agora se confirma, o vinho é que manda!

Deixe o seu comentário