Vinhos

Conheça a adega que está a revolucionar o Dão

20191114_152522

Queríamos conhecer in loco a adega da zona do Dão de quem toda a gente fala no mundo dos vinhos.

Chama-se Caminhos Cruzados, é uma marca de vinhos liderada por uma mulher, Ligia Santos, formada em Direito, que em 2014 decidiu mudar-se de malas e bagagens para se dedicar a um sonho de família. Hoje a CEO da Caminhos Cruzados controla cerca de 42 hectares e produz quase 400 mil garrafas por ano. Com a ajuda preciosa de seu pai, um empresário do sector têxtil, criaram um portfólio de vinhos modernos, complexos e autênticos, verdadeiros embaixadores da identidade diferenciadora da região do Dão.

É em Nelas, distrito de Viseu, que se situa este local especial, uma adega rodeada de vinhas com uma arquitetura e design arrojado, em forma de cruz, que representa a marca Caminhos Cruzados. Esta obra foi da responsabilidade do arquiteto Nuno Pinto Cardoso, que na Quinta da Teixuga projectou um edifício moderno, todo construido em betão, simbolizando a solidez e durabilidade que esta adega da região do Dão pretende assumir.

Nesta visita, fomos recebidos à porta pela CEO que simpaticamente nos faz sentir em casa e nos apresenta a sua adega, seus vinhos e suas histórias. Esta adega, que abriu portas em setembro de 2017, tem uma zona de produção com as cubas, barricas e linha de engarrafamento, assim como uma zona aberta a visitas, com loja de vinhos e sala de provas. A nossa visita coincidiu com a apresentação do vinho Titular: Dão Novo, um novo Dão recuperado por esta família conta-nos Ligia Santos, que não consegue evitar um certo brilhozinho nos olhos sempre que se fala dos seus vinhos, das suas gentes e da sua região. Após visita, fomos direito ao que interessa, começamos a prova do vinho Titular: Dão Novo de 2019, bem acompanhado pelo maravilhoso leitão do restaurante Rei dos Leitões e do fantástico Sushi do restaurante Mikado que também marcaram presença.

 

O vinho tinto Titular: Dão Novo 2019 é um vinho para consumo imediato, muito atraente no nariz, notas de framboesa e amora, de taninos equilibrados, estrutura média e final longo, um vinho muito fácil de se gostar e que acompanha maravilhosamente com sushi, queijos, sobremesa ou mesmo leitão.

Saiba mais sobre este vinho directamente pelos enólogos desta adega.

 

 

Antes de terminar este artigo gostaríamos de deixar uma nota para o vinho tinto Clandestino 2017, com uma garrafa super original de tom opaco e gargalo lacrado a branco que apresenta-se como um vinho incrível, atraente e fora do comum.

 

 

A Adega na Quinta da Teixuga, oferece aos seus visitantes provas de vinhos, visitas à vinha e à Adega e ainda jogos e programas didáticos. Para os interessados podem saber mais informações em através do website www.caminhoscruzados.net ou através do email geral@caminhoscruzados.net .

 

 

 

 

 

Deixe o seu comentário