Vinhos

Casa Relvas pioneira no Programa de Sustentabilidade de Vinhos do Alentejo

certificacao-casa-relvas

A empresa liderada por Alexandre Relvas, e pioneira no Programa de Sustentabilidade de Vinhos do Alentejo, vê reconhecido e certificado o seu empenho em práticas sustentáveis

A Casa Relvas é a primeira das dez maiores empresas produtoras de vinho do Alentejo a receber Certificação de Produção Sustentável. O relatório de auditoria do Programa de Sustentabilidade de Vinhos do Alentejo (PSVA) reconheceu as práticas sustentáveis nas várias vertentes – social, ambiental e económica – levadas a cabo pelo produtor de vinhos do Alentejo.

 

“A equipa da Casa Relvas está muito orgulhosa desta certificação levada a cabo pela empresa CERTIS em parceria com a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana”, refere Alexandre Relvas, CEO da Casa Relvas. “Esta certificação revela que a filosofia em que acreditamos e que defendemos – e praticamos – é o caminho certo. Acreditamos que esta abordagem valoriza o produto e a região a nível nacional e internacional, e é para isso que trabalhamos diariamente na implementação de práticas sustentáveis nas várias dimensões [social, ambiental e económica] e, por isso, este passo é extremamente importante para nós pois vem reconhecer o nosso empenho.”, acrescenta o responsável.

 

A implementação de políticas sustentáveis é parte integrante dos pilares da atividade da Casa Relvas desde a sua fundação, há cerca de duas décadas.

No campo, promovem-se a boa gestão dos solos, a redução o uso de fitofármacos, a utilização de organismos auxiliares, a preservação dos ecossistemas e da biodiversidade, a conservação e restauro das linhas de água, e o recurso aos modos de produção integrada e biológica.

 

Na adega, a eficiência energética e o uso racional da água são prioritários, mas também a redução dos resíduos produzidos. Promover a desmaterialização de processos, bem como o uso de produtos mais sustentáveis, como rolhas, barricas e outros materiais de florestas certificadas, são igualmente práticas fomentadas pela empresa. É encorajada a formação dos colaboradores para que eles também percebam que os esforços da empresa pela sustentabilidade vão muito além da vinha ou da adega, acompanhando-os quando voltam para junto das suas famílias. A Casa Relvas promove a formação contínua, bem como questões associadas à higiene e segurança no trabalho, ao envolvimento de toda a equipa nas decisões estratégicas ao nível operacional, a sinergias entre a adega e a comunidade envolvente, e ao papel preponderante que a empresa tem na socio-economia regional.

 

Estas abordagens fazem parte do compromisso de sustentabilidade desenvolvido pela equipa desta empresa familiar, pioneira no Programa de Sustentabilidade de Vinhos do Alentejo e com uma das classificações mais altas (3,8 de 4).

 

Como exemplo, a Casa Relvas registou nos últimos anos uma redução, na adega, de aproximadamente 30% dos recursos hídricos para produzir cada garrafa, e toda a água ali utilizada pode ser reaproveitada para regar as vinhas, sendo a Casa Relvas uma das poucas empresas do setor em Portugal com um sistema de reaproveitamento de águas residuais municipais.  Quanto às embalagens, o produtor utiliza maioritariamente cartão feito a partir de papel reciclado certificado, e as garrafas são produzidas com uma menor quantidade de vidro, reduzindo assim em grande parte as emissões de CO2 das atividades da empresa.

 

Outra das medidas implementadas está relacionada com o pasto das ovelhas. Através da pastagem de inverno nas vinhas, a Casa Relvas contribui para o combate às alterações climáticas, diminuindo a pegada de carbono da produção, uma vez que reduz o uso de herbicidas – que são frequentemente produtos à base de hidrocarbonetos -, e de fertilizantes químicos, passando uma parte da fertilização a ser feita com resíduos orgânicos da adega e de composto animal. Para além disso, o produtor evita ainda o uso de máquinas para cortar ervas, diminuindo as emissões de poluentes gasosos e compactações de solo. Por forma a quantificar todos estes esforços, anualmente, a Casa Relvas realiza o cálculo da pegada de carbono e põe em prática diversas medidas para garantir a sua redução.

 

A par das políticas ambientais, a Casa Relvas coopera ainda com instituições de solidariedade social junto das comunidades, nomeadamente através do financiamento de diversas iniciativas e da colaboração com fornecedores locais. Na dimensão financeira, o produtor alentejano tem como objetivo manter uma estrutura económica equilibrada, procurando ter sempre resultados positivos e capacidade de realizar os investimentos necessários.

 

A Casa Relvas acredita na importância da atuação sustentável nestas três esferas – social, financeira e ambiental – para que sejam alcançados os objetivos de sustentabilidade propostos pela empresa, que visam preservar os recursos naturais para garantir o futuro das novas gerações. Saiba mais sobre a Política de Sustentabilidade implementada por este projeto familiar aqui.

 

É de mencionar ainda que a certificação de produção sustentável foi atribuída pela certificadora Certis, que a par da Bureau Veritas, Kiwa Sativa e SGS, trabalham em parceria com a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana. As práticas agrícolas sustentáveis, a preservação da biodiversidade, a gestão eficiente da água e os projetos de responsabilidade social são alguns dos critérios avaliados por estes organismos para atribuição do selo, com o qual a Casa Relvas acaba de ser distinguida

Deixe o seu comentário