Uncategorized

GASTRONOMIA EM PENAFIEL: Arroz de Lampreia, Cabrito ou Anho Assado com Arroz de Forno e Sarrabulho Doce

Arroz de Lampreia

img_3262

Número de pessoas: 4

Ingredientes:
 1 lampreia pequena
 2 c. sopa vinagre
 1 dente de alho
 1 dl vinho tinto
 1 dl vinho do Porto
 0,5 dl azeite
 2 cebola(s)
 Sal, pimenta, noz moscada, cravinho q.b.
 1 chávena de arroz
 3 chávenas de água

Confecção:
1.No dia anterior à confecção do arroz, amanhe a lampreia:
•Escalde a lampreia com água bem quente.
•Raspe a lampreia superficialmente com uma faca afiada para retirar a viscosidade e, com a mesma faca, raspe os”dentes”.
•Dê uns golpes nos oríficios da cabeça, tendo o cuidado de deixar o sangue escorrer para um alguidar, onde se deitou o vinagre.
•Faça-lhe um golpe na barriga para retirar a tripa.
•Corte a lampreia aos bocados e coloque-os no mesmo alguidar, juntamente com os vinhos, a noz-moscada, o cravinho, o alho, o sal e a pimenta.
•Deixe a lampreia nesta marinada de um dia para o outro.
2.Num tacho coloque o azeite, a cebola, os bocados da lampreia e um pouco da marinada. Deixe refogar e passados 15 minutos adicione a marinada restante e meia chávena de água.
3.Deixe cozer lentamente mais 15 minutos, abanando o tacho de vez em quando para não pegar.
4.Acrescente a restante água, deixe ferver e coloque o arroz.
5.Deixe cozinhar durante 20 minutos e está pronto a servir.

Cabrito ou Anho Assado com Arroz de Forno

PENSAO MAGALHAES5

Ingredientes para 6 pessoas:

4Kg de anho ou cabrito
Uma pitada de sal
Uma cebola média
2 ou 3 dentes de alho
2 folhas de louro
1 colher de sopa de banha
1 colher de azeite
Colorau a gosto
Meio copo de vinho branco
Para o arroz:
3 chávenas de arroz
1 cebola das pequenas
Para a calda:
500g de carne de vaca
1 cabeça de alho
1 salpicão
1 chouriça
Sal a gosto
Preparação:
Limpa-se o anho de gorduras, lava-se e esfrega-se com sal. Corta-se muito miudinha a assua, que é carne
gorda de porco, a salsa, a cebola, o alho e o louro. A seguir junta-se tudo numa caçarola com banha, um
pouco de manteiga, azeite e colorau, mexe-se bem. Fazem-se uns golpes no anho, que se enchem com
esta mistura, o resto esfrega-se por dentro e por fora do mesmo. Coloca-se o preparado numa assadeira de
barro vermelho, onde já se encontra um pouco de vinho branco, azeite e cebola cortada aos pedacinhos.
Este preparado fica assim de um dia para o outro. No dia seguinte, leva-se assar no forno de lenha onde,
tradicionalmente se coze a “boroa”.
Preparação do arroz:
Coze-se a carne de vaca, a cabeça de anho, o salpicão e a chouriço durante bastante tempo, para fazer
com que a calda fique saborosa, tempera-se com sal.
Logo de seguida, faz-se um refogado com cebola que baste e azeite a gosto. A cebola é somente para
cozer, sem ganhar cor.
Depois de cozidas as carnes, coe-se o caldo em que estas foram cozidas e junta-se ao refogado. Num
alguidar de barro vermelho, já se deve encontrar o arroz lavado, na proporção de três chávenas. Junta-se
a calda e vai sem demora para o forno de cozer “boroa” com um bocadinho de azeite e um ramo de salsa
por cima do alguidar.

Sarrabulho Doce

sarrabulho doce
Ingredientes:
500 g de sangue de porco cozido
250 g de redenho
1 pãozinho
50 g de nozes
50 g de passas
2 colheres de sopa de mel
1 cálice de vinho do Porto (facultativo)

Preparação:
Corta-se o redenho em bocados e leva-se a derreter em lume brando. Entretanto, corta-se o pão em quadradinhos e aloura-se no forno. Com uma escumadeira, retiram-se os resíduos do redenho, deixando apenas a gordura. Deita-se aí o sangue bem espremido e esfarelado e deixa-se ferver. Junta-se o pão, as nozes, as passas e o mel. Serve-se bem quente.

Deixe o seu comentário