Uncategorized

GASTRONOMIA DA REGIÃO DO MINHO

PRATOS APRESENTADOS

SOPA: Canja de Galinha Minhota, Sopa de Castanhas Piladas e Água de Unto;

PEIXE: Bacalhau à Moda de Viana, Caldeirada à Moda de Viana e Bacalhau à Narcisa;

CARNE: Cabrito das Festas, Iscas à Moda de Braga e Lombo de Porco com Castanhas;

DOCES E SOBREMESAS: Encharcada Minhota, Pudim do Abade de Priscos e Pastéis de S.Francisco.

———————————————————————————————————

Canja de Galinha Minhota

Esta deliciosa sopa, na região do Minho era apelidada de canja de doentes.

canja

# 1  galinha gorda
# q.b. de água
# q.b. de sal
# 1 chávena(s) de chá de arroz carolino
# q.b. de vinagre

Preparação
1.Depois de arranjada, coza a galinha e respectivos miúdos, em água temperada de sal.
2.Logo que a galinha se apresente bem cozida, retire-a da panela e limpe-a de peles e ossos,ficando assim bem desfiada, corte os miúdos em pequenos pedacinhos.
3.Introduza a galinha e os miúdos no caldo da cozedura, junte o arroz e um pouco de vinagre.

Nota:
Esta canja deverá ser feita com galinha criada em casa, e o seu tempo de cozedura varia com a idade da galinha (mais velha leva mais tempo a cozer). A água a utilizar para a cozedura tambem depende do tamanho da galinha. Caso contrário o resultado será diferente.

———————————————————————————————————
Sopa de Castanhas Piladas

Sopa Minhota, comida obrigatoriamente no dia de S.Bartolomeu, em que o povo diz que o diabo anda à solta, e ninguem vai à horta.

sopa-de-castanhas-com-broa

# 750 gr de castanhas piladas
# q.b. de sal
# 1 chávena(s) de chá de arroz carolino
# 2 colher (sopa) de azeite
# q.b. de água

1.De véspera coloque as castanhas piladas de molho (tal como faz para o feijão).
2.Depois de demolhadas, ponha as castanhas a cozer em água temperada de sal.
3.Deixe cozer bem, e logo que cozidas, introduza uma chávena de chá de arroz carolino, e o azeite.
4.Deixe cozer o arroz e sirva quente.

Nota:
Esta sopa tambem pode ser confeccionada com castanhas frescas.

———————————————————————————————————
Água de Unto

No tempo de guerra, quando a açúcar faltava, esta sopa substituía o café com leite do pequeno-almoço.

unto

* 50 gr de unto
* 1  cebola(s)
* 2 colher (sopa) de azeite
* 200 gr de pão de mistura
* 3  ovos
*   sal

Preparação
Levam-se ao lume 1.5 dl de água com o unto, o azeite e a cebola cortada em rodelas finíssimas. Tempera-se com sal.
À parte, batem-se os ovos, que se juntam à sopa, mas só na altura em que esta vai ser servida, deixando-os contudo cozer.
Distribui-se a sopa por tigelas de barro vidrado, onde se deita o miolo do pão esfarelado.
Serve-se bem quente.
———————————————————————————————————
Bacalhau à Moda de Viana

* 1  couve lombarda
* 6  cebola(s)
* 2 1/2 dl de azeite
*   sal
*   pimenta branca
*   batata(s)
* 400 gr de bacalhau

Preparação
Demolha-se o bacalhau e lavam-se muito bem as folhas maiores da couve, mantendo-as em água fria. Envolve-se cada posta de bacalhau (não se deve secar ou enxugar o bacalhau) nas folhas de couve, de modo a ficar completamente envolvido. Ata-se com uma linha grossa e levam-se as postas assim preparadas, num tabuleiro, a forno quente, até a couve secar completamente, ficando com o aspecto de folha de tabaco.
Já fora do forno, tira-se a linha e a couve seca e coloca-se o bacalhau numa travessa juntamente com as batatas cozidas.
Cortam-se as cebolas às rodelas e levam-se a alourar no azeite sobre lume brando. Quando estiverem louras, temperam-se com sal e pimenta e deita-se o molho sobre o bacalhau e as batatas.
Serve-se imediatamente e acompanha com broa.

Vinho recomendado: Torre de Menagem Alvarinho Trajadura Branco 2008

———————————————————————————————————

Caldeirada à Moda de Viana

#   congro
#   raia
#   tamboril
#   ruivo
#   cebola(s)
# 1 molho(s) de salsa
#   batata(s)
#   azeite
#   pimenta branca
#   colorau
#   alho
# folha(s) de louro
#   sal
#   vinho branco verde

Preparação
Cortam-se as cebolas às rodelas e pica-se a salsa. Cortam-se as batatas às rodelas e fragmenta-se o peixe em pequenos bocados. Separam-se estes ingredientes por quatro recipientes. Reserva-se.
Numa panela bem funda começam-se a amontoar estes ingredientes por conjuntos: primeiro sai o azeite, a pimenta e o colorau, a cebola e a salsa juntam-se de seguida em bem calculada quantidade, um dente de alho esmagado e uma pequena parte de uma folha de louro, sem a nervura central, segue-se a vez das batatas que se acamam, mas sem se sobreporem umas às outras e, finalmente, o peixe que em igual jeito se acama por cima das batatas. Isto é chamado um conjunto. E os conjuntos vão-se sucedendo, salpicando cada um deles com leves areias de sal, terminando os conjuntos como começaram: azeite, pitadas de colorau e pimenta, dente de alho esmagado e pequena parte de uma folha de louro, a cebola às rodelas e a salsa picada.
Chega então o momento de se juntar água, cuidadosamente, na quantidade necessária para cobrir tudo até atingir uma altura de 4 cm, mais ou menos.
Posto isto, está na altura de pôr ao lume e, quando estiver quase cozido, lança-se a gosto vinho branco, não se tirando do fogo sem antes fazer a prova de sal.

Pode-se ainda utilizar outras espécies de peixe excepto, badejo, pescada ou faneca por se desfazerem facilmente.

Vinho recomendado: Quintas de Melgaço Alvarinho Branco 2008

———————————————————————————————————

Bacalhau à Narcisa

Receita Minhota e celebrizada por um restaurante com o mesmo nome. Uma verdadeira especialidade.

bacalhaunarcisa

# 1 kg de batata(s)
# 3  cebola(s)
# 2  cravinhos
# 1 colher (chá) de colorau
# 2 dente(s) de alho
# 1/2 Lt de azeite
# 1 folha(s) de louro

Preparação
1.Depois de ter demolhado o bacalhau durante 48 horas, tendo o cuidado de ir mudando a água várias vezes, seque as postas e frite-as em azeite quente.Retire o bacalhau, mantendo-o quente.
2.Descasque e corte batatas às rodelas grossas, e depois frite-as no azeite em fritou o bacalhau.
3.No azeite que resta de fritar o bacalhau e as batatas, deite as cebolas cortadas às rodelas, os alhos picados, uma folha de louro partida aos pedacinhos, os cravinhos e o colorau.
4.Coloque as postas de bacalhau numa travessa, à volta disponha as batatas fritas, regue com o molho obtido e a cebola em cima do bacalhau.

Nota:
As batatas também são fritas em azeite.

Vinho recomendado: Portal do Fidalgo Alvarinho Branco 2008

———————————————————————————————————

Cabrito das Festas

Receita muito confeccionada quer na Páscoa como noutras festas e romarias.

cabrito

# 1  cabrito
# q.b. de sal
# 2 dl de azeite
# 1 garrafa(s) de vinho branco
# 1 colher (sobremesa) de colorau
# q.b. de pimenta branca
# 3 dente(s) de alho
# 1  cebola(s)
# 1 1/2 kg de batatinhas

Preparação
1.Depois do cabrito devidamente preparado (peça no talho para que lho arranjem), corte-o todo aos bocados.
2.De véspera deixe-o numa mariana feita com (vinho branco, colorau, alho, pimenta, azeite,e sal).
3.Num tacho de ferro que seja bastante largo, cubra o fundo com batatinhas pequenas inteiras. Por cima coloque o cabrito, regue com a marinada, e por cima ponha uma cebola picada.
4.Rectifique os temperos.
5.Leve ao forno a 220º C, para cozer e apurar.Se tiver forno de lenha melhor.

Vinho recomendado: AC Monção Verde Tinto 2008
———————————————————————————————————
Iscas à Moda de Braga

Receita tipica da Região de Braga, mas é tão boa que se come de Norte a Sul do país.

iscas

# 800 gr de fígado de porco
# 4 dente(s) de alho
# 1 dl de vinho branco verde
# 2 folha(s) de louro
# q.b. de sal
# q.b. de pimenta preta moída
# 3 colher (sopa) de azeite
# 50 gr de banha
# 2  cebola(s)
# 1 colher (sobremesa) de vinagre

Preparação
1.Comece por temperar o fígado com os alhos esmagados, sal, pimenta, louro, vinho branco e vinagre. Deixe marinar algumas horas, quanto mais tempo estiverem a marinar melhor.
2.Descasque as cebolas e corte-as em rodelas, mas não muito finas.
3.Leve ao lume uma frigideira, com o azeite e a banha deixe aquecer bem, e frite nestas gorduras as iscas, alourando-as de ambos os lados, sem deixar passar muito, para não ficarem duras. Quando prontas retire-as para um prato.
4.Na gordura de fritar as iscas, introduza as cebolas cortadas às rodelas, e deixe-as alourar ligeiramente.
5.Seguidamente deite a marinada, deixe ferver um pouco e deite este preparado em cima das iscas.
6.Sirva as iscas com batatinhas pequenas cozidas com casca.

Vinho recomendado: AC Braga Verde Tinto 2008

———————————————————————————————————

Lombo de Porco com Castanhas

Receita tradicional e muito antiga, quando ainda não havia batatas e se utilizavam as castanhas como acompanhamento.

porco-castanhas

# 1 1/2 kg de carne de porco lombo
# 6 dente(s) de alho
# 3  cebola(s)
# 1 cubo(s) de caldo de galinha
# 5 colher (sopa) de polpa de tomate
# q.b. de sal
# 10 grão(s) de pimenta em grão
# 4  cravinhos
# 1 ramo(s) de alecrim
# q.b. de rosmaninho
# 1 colher (sobremesa) de tomilho
# q.b. de anis estrelado
# 150 gr de banha
# 1/2 Lt de vinho branco
# 2 dl de água
# 1 kg de castanhas

Preparação
1.Dentro de um pyrex que possa ir ao forno e á mesa, tempere o lombo de porco com os alhos picados, a polpa de tomate, o sal, a pimenta, o tomilho, o rosmaninho, o alecrim, os cravinhos, a pimenta em grão, o aniz estrelado e o vinho branco.Deixe marinar assim algumas horas.
2.Antes de levar o lombo a assar, adicione a banha, o cubo de galinha desfeito em 2 dl de água e as cebolas cortadas em quartos.
3.Leve a carne a assar em forno pré aquecido 200º C, durante 1Hora ou 1,30 hora. A meio da assadura introduza no molho as castanhas descongeladas.Se for necessário deite mais um pouco de vinho branco para o molho nunca secar.

Vinho recomendado: Quinta de Santa Maria Verde Tinto Vinhão 2008

———————————————————————————————————

Encharcada Minhota

# 10 colher (sopa) de açúcar
# 10  gema(s) de ovo
# 2  clara(s) de ovo
# 3 gota(s) de essência de baunilha

Preparação
Leve o açúcar ao lume com um pouco de água e a baunilha até ponto de pérola. À parte ligue levemente as gemas com as claras e deite a mistura em fio, a pouco e pouco, para o tacho com a calda de açúcar, que está a lume esperto. Deite em fio, e vá mexendo com um garfo até ferver um pouquinho. Deite num prato de ir à mesa em forma de coroa. Depois de morno cubra de açúcar e queime com um ferro em brasa.

Vinho recomendado: Côto de Mamoelas Branco Alvarinho 2006

———————————————————————————————————

Pudim do Abade de Priscos

Este pudim destina-se aos mais gulosos e apreciadores, pois trata-se de uma sobremesa da nossa doçaria conventual Minhota.

AbadedePriscos006

# 1/2 kg de açúcar
# 150 gr de açúcar
# 50 gr de toucinho fresco
# 1 cálice(s) de vinho do Porto
# 12  gema(s) de ovo
# 2  ovos
# 1  pau de canela
# 1  casca de limão
# 3 colher (sopa) de água
# 1/2 Lt de água

Preparação
1.Comece por preparar o caramelo para forrar a forma, deitando 150 grs de açúcar numa frigideira ou tacho, juntamente com 3 colheres de sopa de água, leve ao lume mexendo sempre com uma colher de pau, até ficar côr de caramelo, despeje de imediato na forma, e faça circular a forma para que chegue às paredes. (Faça este trabalho com luvas pois a forma aquece muito e pode queimar-se)
2.Num recipiente que possa ir ao lume misture o,5Kg de açúcar com 5 dl de água o toucinho cortado em tiras fininhas a casca do limão e o pau de canela.
3.Deixe ferver até atingir ponto de fio (103º C no pesa xaropes=termómetro de doçaria)ou 5 minutos exactos de fervura.
4.Retire do lume e deixe arrefecer.
5.Misture as gemas, os ovos inteiros, e o vinho do Porto a esta calda.
6.Deite o prepardo dentro da forma já caramelizada, e leve a cozer em banho maria em forno pré aquecido a 250ºC, durante mais ou menos 50 minutos, mas verifique se está cozido antes de o retirar.
7.Deixe arrefecer e desenforme frio.Sirva decorado com gomos de laranja.

Nota:
Assim que começar a preparar o pudim, acenda o forno e coloque dentro o recipiente com água onde vai o pudim a cozer em banho-maria.

Vinho recomendado: QM Alvarinho Branco 2007

———————————————————————————————————

Pastéis de S.Francisco

Esta receita pertence ao receituário do Convento de S.Francisco de Monção. São uma delícia

# 500 gr de açúcar
# 5  ovos
# 1/2 Lt de leite
# 75 gr de farinha de trigo
# 75 gr de manteiga
# q.b. de margarina para untar
# q.b. de canela em pó

Preparação
1.Bata o açúcar com os ovos inteiros, bem batidos, adicione o leite, a farinha e a manteiga amolecida. Bata bem.
2.Unte pequenas formas, tipo queijadas, e encha-as com este preparado, mas não encha as formas até acima, porque ao cozer pode deitar por fora.
3.Depois de cozidas, desenforme e polvilhe os pastéis com canela.

Vinho recomendado: Castas de Monção Alvarinho Trajadura Branco 2008

1 Comentário

Deixe o seu comentário